Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt


Mensagem do
Presidente


 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
dezembro de 2019


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Mensagem do Presidente

O NATAL RELEMBRA -NOS QUE TUDO VALE A PENA …

 

E eis que chegámos ao Carinhoso Natal.

Há uma história deliciosa, que se conta relativamente à Primeira Grande Guerra, e que fala da existência de um eventual armistício ocorrido no Natal de 1914, nas trincheiras da Região de Ypres, Bélgica.

Conta-se que, nesse dia 25 de dezembro, os soldados das duas frentes, cansados do clima de violência e terror que viviam há já 5 meses, e porque era Natal, suspenderam, por momentos, a luta armada e decoraram as trincheiras com velas, entoaram cânticos de natal, tendo havido, inclusivamente, lugar a um jogo de futebol, com uma bola de couro improvisada, entre os soldados das duas frentes de combate.

E esta bela narrativa, levanta-nos inúmeras questões.

Porque não havemos de sorrir no Natal? Porque não havemos de festejar, agradecer e sermos felizes?

Num mundo que se encontra cada vez mais dividido, onde as intolerâncias e desigualdades se espalham a uma velocidade assustadora, torna-se cada vez mais urgente renovar, alimentar e acarinhar o espírito natalício.

O Natal não se encerra em decorações glamorosas ou mesas recheadas. Não é a abastança material que embeleza esta quadra.

O Natal nasce da troca de sentimentos e afeição.

Relembremos que esta bela época surge daquele que é o amor maior, que quebra todas as fronteiras e desigualdades, que vai além do fim do universo, que não tem fim… O Natal surge do doce, abnegado e delicado amor de Mãe e Pai, por esse ser tão frágil que, sem qualquer luxo ou ostentação, veio ao mundo, fruto de afeição, amor, partilha, companheirismo e dedicação.

O Natal relembra-nos que tudo vale a pena, porque a nobreza destes sentimentos, não se acaba com contrariedades ou obstáculos. O carinho e alegria que caracterizam o Natal, aquecem-nos a alma e confortam o coração.

É urgente renovar o espírito de Natal e relembrar que este céu azul que nos protege e delicia é o mesmo que se estende por terras de quem pede mais, precisa de mais, sofre ainda mais.

Sozinhos nada somos, é na união e na entrega que atingimos o mais elevado estatuto que podemos desejar.

Não precisa de ser perfeito, o Natal será sempre completo, se ousarmos abrir o nosso coração e deixar arejar as suas feridas, expô-las ao esplendor da mais bela época do ano.

Edifiquemos um novo armistício à vida, amenizemos as rivalidades do nosso ser e envolvamos de amizade, fraternidade e amor cada pedaço do nosso caminho.

Só assim fará sentido dar novos sentidos a todos os propósitos do Natal.

Em todas as noites escuras, a cada manhã chuvosa e fria, em cada sonho desconstruído e a cada vida dorida, o Natal pode dar luz, amparo e serena harmonia.

Relembremos, uma vez mais, estes homens, jovens, que movidos do mais belo espírito natalício, desgastados do cansaço e do ódio e da guerra, desrespeitaram as instruções superiores e, por momentos, trocaram os gritos das armas por música delicada, a guerra por abraços e diversão, as ordens dos outros, pelos seus próprios desejos e anseios… O ódio por Amor!

Assim, façamos da Natividade, meigos dias de sorrisos e afetos, em toda a sua duração.

O Município de Mortágua deseja a todos e a todas, um alegre, quente, feliz… E Carinhoso Natal.

 

Bem hajam.

                                              
Presidente da Câmara
José Júlio Norte

 

 

 

 

Imprimir Imprimir
  

[ voltar Município | índice | Direitos de autor reservados]


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade