Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt


Mensagem do
Presidente


 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
fevereiro 2020


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Indústria



Indústria


Mortágua iniciou no final do século XIX um marcante percurso industrial caracterizado maioritariamente por atividades predominantemente ligadas aos recursos naturais existentes em quantidade e qualidade (madeira de pinho e barro vermelho) e utilização de grandes quantidades de mão de obra pouco qualificada.

Serrações de madeira e cerâmicas de barro vermelho foram determinantes na economia do concelho até meados do século XX.

Terminado este ciclo de desenvolvimento económico assente na indústria tradicional ligada aos recursos locais, assistiu-se a uma nova era de produção industrial a que não esteve alheio, numa primeira fase, o incremento da construção civil e das indústrias com ela relacionadas, bem como as políticas municipais de apoio à captação e fixação de investimentos no concelho, nomeadamente, através da criação do Parque Industrial do Concelho.

Surgiu assim um leque muito diverso de dinâmicas PME’S, com áreas de atividade industrial distintas, em alguns casos, com características de inovação e capacidade de integração de mão de obra altamente qualificada, como, por exemplo, na indústria farmacêutica, que se afirma cada vez mais em Mortágua, ou mesmo na fileira florestal através da produção de pellets ou de biomassa para produção de energia elétrica.


As energias renováveis que hoje assumem um papel de grande relevo na economia nacional são, aliás, um dos clusters industriais que hoje podemos identificar a nível local.

Mortágua é atualmente uma montra exemplificativa dos diferentes tipos de produção de energia possíveis através da utilização dos recursos oferecidos pela natureza que nos rodeia.




No concelho podemos encontrar desde o aproveitamento hidroelétrico que a Barragem da Aguieira permite e que se encontra revestido de importância estratégica para o país, à produção de energia com recurso à biomassa através da Central Termoelétrica de Mortágua, que consome anualmente cerca de 110.000 toneladas de resíduos florestais, à produção de “pellets” destinados ao aquecimento doméstico a partir do aproveitamento de madeiras e subprodutos florestais, às mais recentes formas de aproveitamento da energia do vento proporcionadas pelos aerogeradores instalados no Parque Eólico do Alto do Monção.


Imprimir Imprimir
  

[ voltar Economia Local | índice | Direitos de autor reservados]


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade