Mais de 25 mil pessoas visitaram a Festa da Juventude/Feira das Associações

Data: 2011-08-16
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


Terminadas as festas 2011 é tempo de balanço final. Calcula-se que mais de 25 mil pessoas visitaram a XXI Festa da Juventude/XIII Feira das Associações, uma afluência considerável se atendermos ao contexto económico actual.

Tal como tínhamos previsto, as festas foram crescendo de noite para noite, e culminaram no dia 14 com uma das maiores enchentes de público dos últimos anos, estimando-se a presença de cerca de 7500 pessoas. O facto de ser o último dia, véspera de feriado, os espectáculos de palco, que incluíam a Gala Internacional de Folclore e a seguir a actuação do popular artista José Cid, contribuíram sobremaneira para essa multidão de pessoas que superlotou a Praça do Município. De facto, o concerto de José Cid foi o ponto alto das noites, atraindo várias gerações de público. O cantor interpretou os grandes sucessos da sua já longa carreira artística, o público cantou, dançou, num ambiente de verdadeira festa popular.


Deve-se referir que o facto das entradas serem gratuitas é um factor importante no contexto actual de dificuldades que vivem as famílias, nomeadamente para as famílias numerosas, que doutro modo seriam privadas de aceder a todos os dias de festa e de poder ver estes artistas e grupos. Há aqui também um aspecto social que não pode ser negligenciado.
Além disso, contribui para uma maior afluência de visitantes, o que se reflecte no maior movimento nas tasquinhas e consequentemente na receita obtida palas associações. O dinheiro que as pessoas haviam de gastar nas entradas acabam por gastar nas tasquinhas, beneficiando as associações.

Ao longo dos cinco dias de festa o público pôde assistir a um cartaz de espectáculos muito equilibrado, para diferentes públicos, gostos e faixas etárias, mas com um denominador comum, a sua qualidade, tendo sido mais um factor de atracção de muitos visitantes.
As festas foram, mais uma vez, um ponto privilegiado de encontro e convívio dos mortaguenses, dos residentes e dos que trabalham no estrangeiro, que já se habituaram a programar as suas férias em função desta semana festiva.
O Presidente da Câmara Municipal refere que “as festas, ao longo destes anos, têm servido para criar um espírito de união, fraternidade e solidariedade entre os mortaguenses, sendo hoje um projecto da sociedade local, toda.”

Para além deste cariz festivo e de partilha de uma identidade comum, o Presidente da Câmara destaca ainda o impacto positivo deste evento na economia local, no comércio e serviços. “De facto, nestes dias de festa regista-se um incremento considerável na actividade económica do concelho, porque há uma grande transação de bens e milhares de visitantes que deixam cá o seu dinheiro, o que é extremamente importante nos dias que correm. E também é importante para as nossas associações, porque a receita que obtém nas festas permite-lhes desenvolver os seus projectos e actividades”.

Terminados as festas 2011, o Presidente da Câmara manifesta público agradecimento às 31 associações que participaram nas festas, bem assim às pessoas que estiveram mais directamente envolvidas na organização, reconhecendo e enaltecendo o trabalho, a dedicação e o esforço de todos, que contribuíram, mais uma vez, para que as festas continuem a ser um cartaz de afirmação e promoção do concelho, destacando ainda a forma cívica como decorreram as festas de uma maneira geral.



“A todos o nosso Muito Obrigado”.



Última actualização em 16-08-2011










Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt