Morcul organizou Festa Tropical no Parque Verde

Data: 2010-07-27
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


A Morcul - Associação Jovem de Mortágua promoveu no passado dia 23 uma Festa Tropical, que teve lugar na Praia Fluvial, inserida no evento das “Noites de Verão”. O espaço encontrava-se decorado com adereços típicos de um ambiente tropical: iluminação de archotes, folhas de palmeira, pranchas de surf. No bar, que recriava as famosas palhotas existentes junto às praias, as bebidas de eleição eram as caipirinhas, as margueritas, os mojitos, os cocktails e em geral bebidas muito refrescantes.
Muitos jovens fizerem questão de usar dress code tropical, eles vestidos com as conhecidas camisas estampadas e de cores vivas, elas vestidas de branco e com colares de flores ao peito. Animaram o ambiente e deram um ar de glamour tropical, condizente com o espírito da festa.

Mas não há festa tropical sem música e dança. O primeiro momento de animação esteve a cargo da classe de Aeróbica de Mortágua, orientada pela Prof. Marisa Batista. Alguns dos presentes foram convidados a entrar no ritmo, juntando-se à classe, formada apenas por mulheres.
Seguiu-se a actuação dos “Paralelos do Ritmo”, um trio de Mortágua formado por José António, Celso Portugal e Miguel Dias, que interpretou temas de música popular portuguesa e música africana. A banda cubana Sondeuisa trouxe os sons e ritmos quentes da música latino-americana, com boleros românticos, cha-cha-cha, guarachas, salsas, merengues entre outros. Muita gente não resistiu a um pé de dança. A partir da meia-noite ouviram-se as batidas da música electrónica aos comandos dos DJ´s Pedro Diaz e DJ BA. Na zona do Parque Verde, contígua ao rio, estava instalada uma zona chill-out para descontrair e relaxar.

Haviam ainda zonas dedicadas às pinturas faciais e execução de tererés, a cargo de Cláudia Almeida e Ana Rita, respectivamente, ambas naturais de Mortágua. Tiveram uma grande procura, sobretudo do público mais jovem. Noutra zona o público era desafiado a dançar o “Limbo”, dança originária das Caraíbas. Um jogo de futebol amigável Portugal-Brasil, ao final da tarde, no Campo Polidesportivo do Parque Verde, foi o ponto de partida para uma noite que se aguardava com grande expectativa. O que veio a confirmar-se em pleno. Ao longo da noite várias centenas de pessoas passaram pela Praia Fluvial, movidas pela curiosidade mas também a vontade de passar uma noite diferente. A Praia Fluvial, com o ar fresco do rio e a sua envolvência natural, foi aliás a escolha certa para uma noite muito “caliente”, que convidava a sair de casa.

A iniciativa foi um sucesso e surpreendeu pela positiva, deixando o público bastante agradado. É de saudar e enaltecer estes jovens de Mortágua que se organizaram e mobilizaram para proporcionar uma noite animada e sobretudo diferente à população, mostrando que são capazes de desenvolver iniciativas muito válidas e interessantes.

Esta foi a segunda iniciativa promovida pelo MORCUL. A primeira foi a “Festa da Revolução”, inserida no aniversário do 25 de Abril, que contou com a presença de bandas de garagem de Mortágua e DJ`s locais.
A MORCUL pretende actuar nas áreas da cultura, desporto, informação e acção social, afirmando-se pela diferença, a inovação e a ousadia das suas propostas e acções. Divulgar e potenciar as capacidades e a criatividade dos jovens de Mortágua, é um dos objectivos da novel Associação. E já mostrou que quer ser diferente, fazendo a diferença!










Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt