Adjudicadas empreitadas de beneficiação

Data: 2009-07-17
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


E.M. entre Barracão e Espinho e C.M. Mortazel - Tojeira

O Municipio de Mortágua adjudicou, no passado dia 1 de Julho, a empreitada de beneficiação da E.M. Barracão - Soito - Cruzamento de Espinho. A empreitada está orçada em 202.600 euros, sendo o prazo de execução de 30 dias.

Os trabalhos que integram o caderno de encargos da empreitada compreendem a beneficiação / reforço do pavimento, alargamento da via em mais um metro e execução de bermas e valetas, em toda a sua extensão, 6 Km.

Com esta intervenção várias povoações da freguesia de Espinho verão melhorada a sua ligação à EN234 (via Barracão), em termos de comodidade e rapidez, designadamente Anceiro, Quilho, Vila Meã da Serra, Sobrosa, Azival, Soito, Espinho, Castanheira, Vale de Mouro e Pomares.

A Câmara Municipal adjudicou também a empreitada de beneficiação de arruamentos e caminhos municipais em Monte de Lobos, orçada em 74.500 euros.
A empreitada de beneficiação diz respeito à Rua do Fundo do Povo e Rua do Apeadeiro - Vale de Remígio e Caminho Municipal entre Monte de Lobos - Várzea - Vale de Remígio.


Acesso à Tojeira vai ser pavimentado

No passado dia 15 de Julho a Câmara Municipal adjudicou a empreitada de pavimentação do C.M. entre Mortazel e Tojeira. A empreitada, com uma extensão de cerca de 5 Km, está orçada em 153.720,00 euros e tem um prazo de execução de 30 dias.

Esta intervenção vai permitir que todos os veículos e durante todo o ano, possam deslocar-se até à Tojeira, aldeia pitoresca e local de Lazer e Romaria, o que não era possível até ao momento. Desta forma pretende-se criar condições de maior atracção de visitantes, sejam locais ou turistas, potenciar uma maior fruição dos equipamentos e condições naturais ali existentes, e quem sabe até atrair novos moradores.

A aldeia da Tojeira dispõe já de um parque de merendas e há pouco tempo foi objecto de vários melhoramentos executados pela Câmara Municipal, a nível de infraestruturas básicas e urbanização. A Capela de Nª Sra. do Bom Sucesso e zona envolvente sofreram também obras de conservação e beneficiação.

“A pavimentação do acesso principal à aldeia é o corolário lógico da intervenção urbanística que realizámos na aldeia. Em primeiro lugar tivemos que melhorar as condições dentro da aldeia e zona envolvente, porque faltavam infraestruturas básicas, equipamentos de apoio, e sem darmos essas condições seria mais difícil atrair visitantes que quisessem passar aqui algumas horas do dia ou um fim de semana. Essas condições já existem e este é o momento indicado para beneficiar o acesso à aldeia”, explica o presidente do Município, Afonso Abrantes, que acredita que a melhoria do acesso vai trazer mais gente à aldeia.











Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt