Mortágua esteve presente na “Corrida da Mulher”

Data: 2009-06-04
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


A correr por uma causa solidária

Um grupo de mulheres de Mortágua marcou presença na Corrida da Mulher, realizada em Lisboa no passado dia 31 de Maio e na sua quarta edição.

Foi a segunda participação neste evento, mais uma vez organizada pelo Grupo de Apoio de Mortágua da Liga Portuguesa Contra o Cancro e que contou com o apoio da Câmara Municipal e Junta de Freguesia de Mortágua.

Este ano o grupo era formado por 67 mulheres, de vários estratos etários e diferentes lugares do concelho. Uma parte do grupo era repetente na iniciativa, mas a maioria participou pela primeira vez, todas movidas pela mesma vontade e pelo mesmo ideal de contribuir com a sua presença para uma causa solidária.

A adesão das mulheres mortaguenses foi significativa, ultrapassou todas as expectativas. Este ano o número de mulheres inscritas quase duplicou e ainda ficou muita gente em lista de espera, o que constitui motivo de felicitação e um incentivo para uma participação ainda maior no próximo ano.
!.

A Corrida da Mulher é uma iniciativa desportiva de cariz marcadamente solidária, revertendo o valor da inscrição (11 euros) para a Liga Portuguesa Contra o Cancro, mais concretamente para a luta contra o Cancro da Mama. Um dos objectivos é a compra de aparelhos de rastreio do Cancro da Mama.

A corrida, um percurso de 5 Km, teve início às 10 horas na zona de Santos, terminando junto à Torre de Belém.

No final o grupo concentrou-se em frente aos jardins dos Jerónimos para um almoço de confraternização antes do regresso a casa. Com a alegria e satisfação de ter participado numa jornada a favor da Vida, de ter contribuído para que muitas mulheres possam ser ajudadas em termos de prevenção e cura do Cancro da Mama.

O cancro da mama é a principal causa de morte entre as mulheres em Portugal e anualmente surgem cerca de 4500 novos casos. Uma em cada onze mulheres tem a probabilidade de vir a ter cancro da mama mas este é curável em 90% dos casos se for detectado precocemente.










Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt