Crianças receberam “Prenda de Reis” inédita

Data: 2009-01-07
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


Livro editado contém histórias construídas por elas...

Em Dia de Reis as crianças que frequentam as Escolas do 1º Ciclo do Concelho de Mortágua receberam uma prenda especial. Não foram as habituais guloseimas da quadra, mas um livro escrito... por elas próprias!

O livro “Vamos semear uma história”, editado pela Câmara Municipal e com colaboração do Agrupamento de Escolas de Mortágua, tem como tema a preservação da natureza, sendo constituído por três histórias desenvolvidas por todos os alunos do 1º Ciclo.
As três histórias foram construídas cada uma por diferentes grupos de escolas, sendo os textos e as ilustrações da autoria dos alunos.

A ideia de escrever este livro surgiu inserida no Projecto de itinerância da leitura “Baú de Histórias”, promovido pela Biblioteca Municipal de Mortágua. O mote inspirador foi a história “Jaime e as bolotas”, uma história sobre a Natureza que as crianças ouviram no dia da entrega do Baú na sua escola, no ano lectivo anterior. A partir daí foi lançado o desafio às escolas de construírem também uma história dentro da mesma temática. Ao todo foram construídas três histórias originais, tantas quantos os baús de livros que percorrem as escolas.

O presidente da Câmara Municipal, que esteve presente nalgumas escolas a distribuir o livro, disse às crianças: ”esta é a vossa primeira obra literária, porque foram vocês que criaram e imaginaram as histórias”.

Segundo o presidente Afonso Abrantes, o facto das crianças terem sido os autores dos textos é duplamente importante: “Estamos a sensibilizar para a leitura e ao mesmo tempo para a escrita. Todos sabemos que não é uma tarefa fácil nos dias de hoje, com as Novas Tecnologias, promover a escrita. As famílias têm aqui um papel insubstituível, e o Baú de Histórias como outras iniciativas da Biblioteca, também incentivam a leitura em família, que é um hábito que temos que recuperar”.

Outro dos aspectos importantes do livro, realça, é a sua temática, a preservação da natureza: “A sensibilização das crianças e jovens para as questões ambientais, tal como a sensibilização para a leitura, é uma tarefa que deve começar desde a infância, por forma a enraizarem-se hábitos e comportamentos saudáveis. Num concelho como Mortágua, que tem uma imensa mancha florestal, das maiores do País, essa responsabilidade é ainda mais sentida e por isso envolvemos sempre as escolas nas actividades ambientais, porque serão os jovens de hoje os futuros cidadãos e protectores deste valioso património”.

O Presidente da Câmara lembra ainda que este livro é o resultado de um trabalho colectivo, envolvendo Câmara Municipal, Agrupamento de Escolas, Professores, Educadoras, Auxiliares Educativas, para além dos principais actores, as crianças.

O livro foi distribuído por todas as crianças do 1º Ciclo, tendo também sido entregues alguns exemplares pelos Jardins de Infância do Concelho.

O projecto “Baú de Histórias” começou em 2005 e tem como objectivo principal despertar e estimular nas crianças o gosto pela leitura e o contacto com os livros. Consiste literalmente em “baús” carregados de livros que vão circulando pelas escolas do 1º Ciclo e Jardins de Infância do Concelho, aí permanecendo durante cerca de três semanas. Para além de poderem ser lidos nas salas de aula, as crianças têm a possibilidade de levar os livros para casa durante esse tempo.

O “Baú de Histórias” faz assim jus à acção que no século passado foi desenvolvida pelo escritor e poeta mortaguense Branquinho da Fonseca, impulsionador das bibliotecas itinerantes da Fundação Gulbenkian no nosso País, e que contribuiu para que milhares de portugueses tivesse acesso ao livro, ao saber e à cultura.













Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt