Montarias do Centro

Data: 2008-02-19
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


Em Mortágua abateram-se seis javalis

Saldou-se num êxito a Montaria ao Javali levada a efeito no passado dia 16, em Mortágua, registando-se o abate de seis exemplares, um dos quais de grande porte. A Montaria de Mortágua foi organizada em parceria pela Associação de Caça e Pesca de Mortágua e Câmara Municipal de Mortágua e integrou as “Montarias do Centro”, uma iniciativa promovida pela Região de Turismo do Centro.
Na perseguição aos javalis estiveram 75 monteiros, de vários pontos da região, apoiados por quatro matilhas. A fiscalização esteve a cargo de uma equipa do Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente da GNR. O quartel-general da montaria, digamos assim, esteve montado nas instalações dos Bombeiros Voluntários, onde foi servido o “Taco”, sorteadas as Portas e dadas as instruções aos monteiros pelo director da montaria.
A mancha a montear situou-se numa zona denominada Lobatos, na Freguesia do Sobral, envolvendo uma parte adjacente à Albufeira da Aguieira. Eram cerca das 11 horas quando os monteiros puseram-se a caminho em direcção ao local indicado para a caçada. Foram quatro horas de espingarda em riste, concentração e perspicácia, à espera que algum bicho saltasse do mato afugentado pelo latido dos cães. Resultado final, seis javalis abatidos e outros tantos que conseguiram furar o cerco. Curiosamente todos fêmeas, com pesos a variar entre os 30 e os 50 Kg, à excepção de um deles, já com um peso de respeito, a rondar os 90 Kg. Cerca das 15h30 era dado fim à Montaria e os monteiros começaram a regressar ao local da partida, aonde muitos curiosos se deslocaram para ver de perto os animais e ouvir os relatos da caçada. Os caçadores de Mortágua estiveram em plano de evidência, pois todos os animais foram abatidos por monteiros residentes no concelho. Coube a Carlos Gonçalo, natural de Monte Lobos, a sorte de abater o javali de maior envergadura e logo uma estreia absoluta. “Se fosse um troféu bom ficava com ele como recordação, mas como não é macho não me interessa”, contou.
Depois de tanto tempo de espera paciente, o estômago já dava horas e todos os monteiros se juntaram à mesa para o Almoço-Convívio, que contou com a presença do Presidente da Região de Turismo do Centro, Presidente da Câmara Municipal de Mortágua, Presidente da Federação de Caça e Pesca da Beira Litoral, entre outras individualidades. No final procedeu-se ao leilão dos animais abatidos, que renderam um total de 720 euros, tendo um dos exemplares ficado para a Associação de Caça e Pesca de Mortágua.

Associação de Caça e Pesca de Mortágua presta homenagem ao Dr. José Manuel Alves


Durante o Almoço-Convívio foi evocada a memória do ex-Presidente da Região de Turismo do Centro, Dr. José Manuel Alves, que faleceu em 2006, aos 44 anos de idade, ainda no exercício daquele cargo. A Associação de Caça e Pesca de Mortágua não esqueceu a sua amizade e o forte contributo que sempre deu às Montarias do Centro e aproveitou para prestar-lhe uma singela homenagem. O Presidente da Câmara Municipal, Afonso Abrantes, em nome da Associação de Caça e Pesca de Mortágua, fez a entrega de uma lembrança (placa de bronze) ao Presidente da Federação de Caça e Pesca da Beira Litoral, que por sua vez a fará chegar às mãos da viúva do ex-Presidente da Região de Turismo do Centro.
O Presidente da Câmara também associou-se à homenagem, destacando as qualidades humanas do Dr. José Manuel Alves: “um homem de bom coração, um amigo, mas também um entusiasta das Montarias do Centro, nas quais fazia aliás questão de marcar sempre presença ao lado dos restantes monteiros”.
“É uma daquelas pessoas boas que nos deixa saudade, para ele vai a nossa profunda admiração e gratidão ”, frisou.
Também em sua homenagem a Região de Turismo do Centro irá realizar este ano a 1ª Gala José Manuel Alves, onde serão distinguidos a Melhor Montaria, Melhor Matilha, Melhor Troféu e Melhor Mancha.









Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt