Geminação Mortágua e Wormeldange

Data: 2004-06-21
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


Mortágua e Wormeldange oficializaram geminação

Indo ao encontro da vontade expressa pela comunidade mortaguense radicada em Wormeldange, foi formalizada no passado dia 5 de Junho, oficialmente, a geminação entre os Municípios de Mortágua e Wormeldange. Para participar nos festejos de geminação deslocou-se aquela Vila do Grão Ducado do Luxemburgo, uma embaixada de Mortágua, integrando a Câmara Municipal, Filarmónica e Bombeiros. A comitiva mortaguense integrava o presidente da Câmara Municipal, Afonso Abrantes, o vereador João Fonseca, o presidente da Direcção da Filarmónica, José Maria Vicente, o Comandante dos Bombeiros, Joaquim Gaspar, Nelson Filipe, em representação da Direcção dos Bombeiros, entre outros elementos. No total, com bombeiros e executantes da Filarmónica, a embaixada era constituída por 83 pessoas.
Ás cerimónias assistiram dezenas de emigrantes, mortaguenses e outros portugueses que trabalham na região do Moselle, na cidade do Luxemburgo e noutras localidades. Os portugueses têm uma forte presença neste pequeno país, cerca de 50 mil pessoas, o equivalente a 10% da população total do Grão-Ducado. Concretamente em Wormeldange, cerca de 30% da população local é portuguesa e desta cerca de 80% é oriunda de Mortágua.
Ao encontro de geminação, que decorreu entre 4 e 7 de Junho, foram associadas as comemorações do centenário dos Bombeiros e Filarmónica de Wormeldange.
No dia 4 a Filarmónica de Mortágua realizou à noite um concerto no Centro Cultural de Wormeldange, perante a presença de muitos portugueses que aplaudiram, emocionada e entusiasticamente, a banda de Mortágua. Antes, o presidente da Câmara Municipal de Mortágua e o Burgomestre Erny Demuth, presidiram à inauguração da nova sede da União Desportiva Portuguesa.
O programa da geminação incluiu ainda visitas de âmbito cultural, destacando-se no dia 5 a visita a Schengen, a célebre localidade onde foi assinado o “Acordo de Schenhen”, que pôs fim ás fronteiras entre os estados-membros da União Europeia.
Sendo Wormeldange um dos principais centros de produção vitivinícolas de todo o país, não podia faltar uma visita ás caves cooperativas de Poll Fabaire, onde se engarrafam alguns dos famosos vinhos produzidos na região, com destaque para os “crémont”. Foi também visitado o Museu do Vinho, em Ehnen.
Na tarde do dia 5, realizou-se então a cerimónia oficial de geminação, que para além das entidades máximas dos dois municípios, contou com a presença do Ministro da Saúde, Carlo Wagner, conselheiros municipais, Bombeiros e Filarmónica de Mortágua e Wormeldange.
No seu discurso, o presidente Afonso Abrantes agradeceu a forma tão hospitaleira como a comitiva mortaguense foi recebida e tratada e expressou o seu desejo de que este acto seja apenas o ponto de partida para novas formas de cooperação. No final realizou-se nas instalações da Câmara de Wormeldange uma reunião de trabalho, tendo-se já acertado que uma delegação de Wormeldange deverá deslocar-se a Mortágua, em finais de Julho ou princípio de Agosto, do próximo ano, dando assim continuidade ao processo agora iniciado.
No dia 6, à tarde, realizou-se um desfile de corpos de bombeiros de toda a região, que incluiu um simulacro, junto ao rio Moselle. Neste desfile incorporaram-se também as representações da Câmara Municipal, Bombeiros e Filarmónica de Mortágua, bem assim altas individualidades do país, ministros, deputados e representantes máximos dos bombeiros do Grão-Ducado.
O regresso deu-se ao outro dia de manhã, havendo ainda tempo para uma breve visita à capital, para conhecer os magníficos edifícios da praça financeira, a parte velha da cidade, a catedral e outros monumentos. A chegada ao Aeroporto Sá Carneiro, no Porto, aconteceu pelas 15h30 horas e a Mortágua por volta das 18 horas.
























Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt