XI Feira do Pão na Marmeleira foi mostra de sabores, saberes e tradições

Data: 2022-06-21
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


Inserida no projeto “Aldeias de Portugal”, realizou-se nos passados dias 18 e 19 de junho, a XI Feira do Pão, na aldeia da Marmeleira, mais concretamente no parque de lazer da Srª da Ribeira.

A Feira do Pão foi retomada este ano, após dois anos de interregno devido à pandemia covid-19, tendo regressado ao seu local de origem (Srª da Ribeira), e agora enquadrada no projeto Aldeias de Portugal, na sequência da recente atribuição do título de “Aldeia de Portugal” à Marmeleira. A edição deste ano apresentou um programa mais abrangente e diversificado, incluindo gastronomia, mostra de artesanato, produtos tradicionais, oficinas, arraial tradicional, animação de rua e caminhada.

No espaço da feira funcionaram várias oficinas de artes e ofícios, em que os visitantes eram convidados a experimentar, desde olaria, cestaria, costura (confeção de sacos de pano para o pão), fabrico de masseiras, até à construção de colmeias e de hotéis de insetos (sensibilização para a Sustentabilidade Ambiental). Nestes dois dias foi também possível ver o moinho da Srª. da Ribeira a funcionar e assistir a todo o processo de moagem do cereal. No espaço do Núcleo Museológico “Raízes e Memórias” funcionou a Oficina do Pão, com o amassar e o cozer do pão em forno de lenha.

Do programa constou ainda uma caminhada, no domingo de manhã, por trilhos da Irmânia.

A Feira do Pão envolveu na sua organização um conjunto de entidades da freguesia, como Junta de Freguesia da Marmeleira, Centro Cultural da Marmeleira, Núcleo Museológico “Raízes e Memórias”, Centro Cultural e Recreativo da Ferradosa, Associação “Os Ribeirinhos” de Caparrosinha, Fábrica da Igreja, além da Câmara Municipal e Adices (Associação de Desenvolvimento Local), que são parceiros do projeto “Marmeleira – Aldeia de Portugal”.

A preservação e promoção dos sabores, saberes e tradições locais, o envolvimento da comunidade, das pessoas, das associações, o convívio, estiveram bem evidenciados neste evento cultural e social, em consonância com o espírito e a identidade das “Aldeias de Portugal”.

 

 









Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt