Município promoveu Turismo Inclusivo na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL)

Data: 2022-03-23
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


 

 

Mortágua deu-se a conhecer na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que decorreu de 16 a 20 de março, na Fil.

O Município de Mortágua esteve integrado no stand da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, que promoveu os 19 municipios que compõem este território. O stand da CIM-RC ocupou uma área de 600m2, sendo a participação subordinada ao tema: “Caminhos e Sabores da Região de Coimbra”.

Durante os quatro dias do evento, os visitantes que passaram pelo Balcão do Município de Mortágua tiveram acesso a diverso material promocional de Mortágua, divulgando a sua oferta turistica ao nível de Natureza, Trilhos Pedestres e de BTT, Património, Gastronomia, Vinhos, Tradições e Pessoas.

No dia 18 houve uma apresentação dedicada ao Município de Mortágua no espaço central do stand, com a presença do Presidente da Câmara e Vereadores do Executivo, que incluiu a apresentação de um novo vídeo promocional de Mortágua e a divulgação da Escola de Cães-Guia de Mortágua (única a nível nacional), numa perspetiva de Turismo Inclusivo. O momento contou com a presença da Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, do presidente da Direção da ABAADV, João Fonseca, do presidente da Direção da ACAPO (Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal), Rodrigo Santos, além de técnicos da ABAADV.

O presidente da Câmara Municipal, Ricardo Pardal, referiu que a apresentação de Mortágua na BTL quis mostrar aquilo que identifica e ao mesmo tempo diferencia o território de Mortágua, sendo a Escola de Cães Guia para Cegos um excelente exemplo, na medida em que está situada no concelho de Mortágua e é única a nível nacional. “Quisemos divulgar uma instituição que é única a nível nacional, que muito nos orgulha, e simultaneamente despertar e sensibilizar as pessoas para a temática do turismo inclusivo, ou seja, de um turismo acessível a todos independentemente das suas condições físicas ou mentais, permitindo, por exemplo, que as pessoas portadoras de deficiência visual possam usufruir de experiências turísticas, visitar locais em tempo de férias, conhecer o nosso país, como qualquer outro cidadão”. “É importante pensarmos e estarmos atentos a esta questão do turismo numa perspetiva inclusiva”.

Ricardo Pardal destacou a aposta da CIM numa promoção integrada de todo o território da Região de Coimbra: “mostra a força, a diversidade e a riqueza da nossa região. E que há espaço para promover o que é de todos nós e o que é de cada um, e que no final é a região onde estamos inseridos que sai a ganhar com esta união e cooperação”.

 

 









Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt