Rota das Energias Renováveis em Mortágua

Data: 2021-08-16
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


É a mais recente rota criada pelo Município de Mortágua e tem como fio condutor as energias renováveis.

Mortágua é um concelho modelo e de referência em matéria de utilização de fontes renováveis para produção de energia elétrica, incluindo fontes hídrica, eólica, fotovoltaica, geotérmica e biomassa florestal.

A rota percorre vários pontos como a Barragem da Aguieira, o Parque Eólico do Alto do Monção, a Central Termoelétrica, a Vidraria de Mortágua, a Pellets Power, mas também sistemas ancestrais como o Lagar de Varas de Vale de Mouro e o Moinho de Vento do Meligioso.

A Barragem da Aguieira, inaugurada em 1981, é uma das maiores bacias hidrográficas e um dos principais sistemas hidroelétricos do nosso país.

No Parque Eólico do Alto do Monção, situado na serra de Linhar de Pala, estão instalados 16 aerogeradores (12 no concelho de Mortágua e 4 no concelho vizinho de Tondela), representando uma potência instalada de 32 MW.

A Central Termoelétrica de Mortágua, a funcionar desde 1999, foi a primeira central do país a produzir energia a partir do aproveitamento de biomassa florestal.

A Vidraria de Mortágua e a Pellets Power são duas empresas do concelho cuja atividade se apoia em parques fotovoltaicos de grande dimensão. Na Vidraria de Mortágua encontra-se instalado um dos maiores sistemas de autoconsumo industrial em Portugal com cerca de 1 MW instalado (3500 painéis fotovoltaicos).

Em Março de 2021 a Pellets Power inaugurou a primeira fase do parque fotovoltaico que tem uma capacidade instalada de 1 megawatt (MW), permitindo satisfazer 1/4 das necessidades energéticas de autoconsumo da empresa. A empresa LWC Metal tem instalados cerca de 300 painéis solares fotovoltaicos para necessidades de autoconsumo. A Ceragês tem instalada uma Central Fotovoltaica que permite satisfazer 33,5% das necessidades de autoconsumo da empresa.

Em Mortágua podemos encontrar ainda a utilização da energia geotérmica, nos edifícios do Lar Residencial/CAO (Centro de Atividades Ocupacionais da Santa Casa da Misericordia de Mortágua), no Centro Balmar-Fundação de Beneficência e Cultura, e na Escola Básica 2,3 de Mortágua.

O Lagar de Varas de Vale de Mouro foi já recuperado e refuncionalizado; o moinho de vento do Meligioso foi recentemente adquirido pelo Município e irá ser também objeto de uma intervenção de reabilitação.

Os locais estão sinalizados com painéis informativos com uma breve descrição de cada local e um QR Code que permite obter mais informações sobre cada fonte de energia.

O projeto da Rota das Energias Renováveis foi lançado pela Câmara Municipal de Mortágua com o objetivo de divulgar a panóplia de fontes renováveis para a produção de energia que se podem encontrar no concelho e sensibilizar a população e os visitantes para a sua importância em termos de sustentabilidade ambiental e redução da pegada ecológica.

A rota permite dar a conhecer a diversidade e dinâmica das energias renováveis no concelho, mostrando os benefícios económicos, sociais e ambientais associados à sua utilização.

Pretende-se que esta rota tenha uma forte componente pedagógica e de sensibilização, nomeadamente direcionada para as escolas e os jovens, possibilitando a realização de visitas programadas e guiadas aos vários locais onde estão implantadas as diferentes fontes de energia renovável.

Face às alterações climáticas e ao aumento do consumo de energia, o recurso a fontes de energia renováveis apresenta-se como um questão fulcral para o desenvolvimento económico do país, a preservação do ambiente e a qualidade de vida das pessoas.

 

 









Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt