Linha da Beira Alta. Obras de modernização da linha vão abranger a Estação de Mortágua.

Data: 2020-04-01
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


Investimentos a executar incluem vários melhoramentos na zona de Mortágua ao nível da superestrutura da via, infraestruturas, sinalização e telecomunicações.

A Infraestruturas de Portugal (IP) lançou um novo concurso para modernizar o troço Pampilhosa - Santa Comba Dão, na Linha da Beira Alta, cuja empreitada tem um preço base de 80 milhões de euros. A intervenção integra o plano de investimentos Ferrovia 2020.

Segundo a Infraestruturas de Portugal (IP), a necessidade de promover um novo concurso público para a Empreitada de Modernização do Troço Pampilhosa – Santa Comba Dão da Linha da Beira Alta e de Construção da Concordância da Mealhada, deriva de no procedimento anterior, concluído em novembro, todas as empresas ou consórcios interessados terem apresentado “propostas acima do preço base de concurso, pelo que não foram consideradas”.

O lançamento do novo concurso de empreitada, publicado no Diário da República, nº40, 2º Série, de 26 de Fevereiro, teve que ser “reajustado à oferta de mercado disponível”, sendo o prazo para execução da obra previsto de 810 dias, cerca de dois anos e três meses.

Investimentos na Via, Estações, Apeadeiros, Túneis e Pontes

A Infraestruturas de Portugal acrescenta que a empreitada “mantém os objetivos e trabalhos definidos inicialmente”, no âmbito do Troço Pampilhosa – Santa Comba Dão, a saber:

  • Intervenção em 34 km de via;
  • Substituição integral da superestrutura de via com utilização de travessas monobloco polivalentes em betão e carril 60 E1;
  • Alteração do layout da Estação de Mortágua para cruzamento de comboios de 750 metros de comprimento e otimização das condições de exploração;
  • Remodelação da Estação de Mortágua e apeadeiros, incluindo alteamento, alargamento e prolongamento de plataformas, edifícios e acessibilidades;
  • Construção de infraestruturas de suporte à componente de sinalização e telecomunicações;
  • Adaptação das instalações fixas de tração elétrica e implementação de RCT+TP;
  • Reabilitação/reforço de túneis (10) e pontes (8);
  • Supressão de passagens de nível (Luso e Mortágua) e construção de desnivelamentos.

Já a obra da chamada “Concordância da Mealhada” inclui, entre outras, a construção de uma ligação direta eletrificada entre a Linha do Norte e a Linha da Beira Alta, a norte da estação da Pampilhosa, com 3,2 km de extensão e um viaduto ferroviário com cerca de 1,2 km.

A IP frisa que com a conclusão da intervenções de modernização da Linha da Beira Alta “prevê-se alcançar uma redução de mais de 120 milhões de toneladas de CO2 [dióxido de carbono] até 2026 e ao mesmo tempo aumentar em cerca de 20% o número de comboios a circular por ano e de 26% do número de toneladas/ano transportadas por esta linha”, que é a principal ligação ferroviária à Europa.

 

 









Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt