Solidariedade. Município entregou Cabaz de Natal a famílias carenciadas.

Data: 2019-12-17
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


,Cumprindo uma tradição natalícia, o Município procedeu à distribuição de um Cabaz de Natal Solidário por pessoas e famílias carenciadas do concelho. O Cabaz Solidário contemplou 83 pessoas/famílias e teve em consideração as condições socioeconómicas e outras situações de vulnerabilidade social.

Cada Cabaz integrou produtos alimentares básicos, como arroz, massa, leite, azeite, óleo, farinha, bolachas, além dos produtos típicos desta quadra festiva, onde não podia faltar o bacalhau para a Consoada e o Bolo-Rei.

O Presidente da Câmara Municipal, Júlio Norte, refere que este ato, sendo simbólico, reveste-se de especial significado nesta quadra que nos desperta para os valores da partilha e solidariedade, permitindo que estas famílias possam viver esta quadra, e especialmente a Ceia de Natal, com mais algum conforto material e alegria.

“Mais do que pelo conteúdo material, este gesto é importante pela mensagem de solidariedade e esperança que transmite às pessoas”, salienta.

Júlio Norte sublinha que esta iniciativa insere-se nas políticas de apoio social do Município, que sempre se pautou por ser um Município solidário e com fortes preocupações sociais, procurando combater os fatores geradores de pobreza e a exclusão social.  

Nesse sentido, destaca o trabalho desenvolvido pelo Gabinete Social do Município e no âmbito da Rede Social Concelhia, que tem permitido atenuar e em muitos casos erradicar situações de pobreza. “É um trabalho invisível, feito de forma discreta, mas de enorme relevância humana e social”, refere.

Acresce ainda o programa de emergência social “Município Presente” que presta apoio social a pessoas ou famílias que se encontram numa situação temporária ou transitória de fragilidade socioeconómica, e o apoio prestado pelo Centro de Recursos do Município, que presta apoio pontual a nível de alimentos, vestuário, calçado.  

Além dos tradicionais votos de Paz, Saúde e Prosperidade, Júlio Norte formula outro desejo para 2020: “que todos sejamos mais solidários e atentos à situação de quem vive ao nosso lado, porque todos nós podemos fazer algo pelo semelhante, e não só materialmente. Porque, muitas vezes, as pessoas precisam sobretudo de atenção, afeto, carinho. Se todos assim o fizermos, teremos um mundo melhor, somos mais felizes e estamos a dar sentido à nossa própria vida”.

 

 









Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt