Município de Mortágua aderiu ao Plano de Ação para a Promoção da Atividade Física, no âmbito da orientação da Organização Mundial de Saúde

Data: 2018-06-18
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


 

O Município de Mortágua assinou, no passado dia 4 de junho, o protocolo de adesão ao Plano de Ação Mundial Para a Promoção da Atividade Física, promovido pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O protocolo de cooperação foi assinado com a Direção-Geral de Saúde e a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC), numa cerimónia que contou com a presença do Ministro da Saúde, Adalberto Campos, Diretor-Geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, e Presidente do Conselho Diretivo da ARS Centro, Rosa Reis Marques.

Assinaram este protocolo 41 municípios, sendo a maioria da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, onde se integra o Município de Mortágua.

Com a adesão a este protocolo, o Município de Mortágua assumiu o compromisso de implementar estratégias que promovam estilos de vida mais saudáveis na população, contribuindo, desta forma, para alcançar o objetivo da OMS que, sob o mote “Pessoas Mais Ativas Para Um Mundo Mais Saudável”, definiu a meta de ver aumentada em 15%, até 2030, a prática da atividade física em todo o mundo.

O Plano estabelece quatro objetivos e recomenda 20 ações políticas que, combinadas, visam criar sociedades mais ativas através da criação e promoção de programas, oportunidades, espaços e lugares que promovam a atividade física, para pessoas de todas as idades, das mais diversas formas, sejam caminhadas, ciclismo, desporto, recreação ativa, dança e diversão, em função das capacidades das pessoas.

Está provado que a prática regular de atividade física contribui para a prevenção e tratamento das doenças crónicas não transmissíveis tais como doença cardíaca, acidente vascular cerebral, diabetes, cancro da mama e cancro do cólon. Também ajuda a prevenir a hipertensão, excesso de peso e obesidade e contribui para a saúde mental, melhoria da qualidade de vida e bem-estar.

Apesar disso, o mundo está a tornar-se menos ativo. À medida que os países se desenvolvem do ponto de vista económico, os níveis de inatividade aumentam. Em alguns países, podem atingir os 70%, devido às mudanças nos meios de transporte utilizados, aumento do uso de tecnologias, valores culturais e urbanização.

Não agir no sentido de aumentar os níveis de atividade física levará ao aumento dos custos, com um impacto negativo nos sistemas de saúde, no ambiente, no desenvolvimento económico, bem-estar da comunidade e qualidade de vida.

O Presidente da Câmara Municipal de Mortágua, Júlio Norte, felicitou a iniciativa e afirmou o empenho do Município para que também em Mortágua este objetivo da OMS venha a ser uma realidade, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos mortaguenses. “A atividade física e o desporto acarretam benefícios para a saúde e bem-estar, que são evidentes. Atualmente vemos que as crianças e os jovens passam muito tempo agarrados aos computadores, aos dispositivos móveis, em detrimento de estilos de vida mais ativos e saudáveis. É uma situação que nos deve fazer refletir, tendo aqui os Pais um papel crucial em termos de sensibilização. Por outro lado, a esperança média de vida aumentou, o que é positivo, mas isso implica que também nos preocupemos com o envelhecimento ativo. A atividade física regular é importante para todos e deve tornar-se um hábito no nosso dia-a-dia.”, sublinha.









Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt