Biblioteca Municipal celebrou aniversário com espetáculo “20 Dizer” do Trigo Limpo Teatro ACERT

Data: 2018-03-08
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


A Biblioteca Municipal de Mortágua celebrou 14 anos ao serviço da comunidade, promovendo a leitura e o livro, a informação e o conhecimento, a cultura e o lazer. A comemoração teve o seu ponto alto no passado dia 2, com o espetáculo poético-musical “20 Dizer”, uma produção do Trigo Limpo Teatro Acert.

José Rui Martins e Luísa Vieira partilharam o palco num exercício de comunicação, explorando a musicalidade da palavra e a simplicidade de dar voz a seduções emotivas. Um espetáculo que celebrou a palavra dita e musicada, a palavra que não tem pátria, geografias sociais, fronteiras. Poesia ambulante? Música à solta? Tão somente, palavras e sonoridades cruzadas por um duo que naturalmente teatraliza situações e paixões sinceramente expressas.

Este espetáculo já conta com várias edições e vai sendo readaptado. A mais recente versão é o espetáculo “20 Dizer que estou contigo”, que o Teatro Limpo teatro Acert vai levar a algumas localidades da região que foram atingidas pelos incêndios de 15 de outubro. “As pessoas desta região viveram uma tragédia que as afetou bastante. Mas nestes momentos, às vezes, mais do que o dinheiro, os bens materiais, as pessoas precisam de palavras, afetos, sentir as mãos e a proximidade dos outros”, explicou José Rui Martins.

O ator e também Diretor da ACERT destacou as afinidades e memórias que, desde há muito, ligam o Teatro Limpo teatro Acert a Mortágua, nomeadamente através do TEM – Teatro Experimental de Mortágua, além dos inúmeros espetáculos já aqui realizados.    

O Presidente da Câmara Municipal, Júlio Norte, marcou presença na atividade comemorativa e saudou o público, que encheu o auditório da Biblioteca, referindo que tal é um sinal de vitalidade, de que a cultura está viva e há público interessado na cultura. Deixou também uma palavra de apreço e reconhecimento para o Trigo Limpo teatro Acert, na pessoa do seu Diretor e grande impulsionador, José Rui Martins, pelo contributo que tem dado à promoção e ao desenvolvimento cultural na região.

O público assistiu a um espetáculo de grande qualidade, intimista e afetivo, que celebrou a força e beleza das palavras, dando espaço à leitura poética e à teatralização dos sentimentos.

Integrada na Rede Nacional de Leitura Pública, a Biblioteca Municipal de Mortágua disponibiliza um conjunto de recursos e serviços orientados para o desenvolvimento de competências individuais e sociais, contribuindo para elevar o nível de educação e de cultura da comunidade onde está inserida, e para uma cidadania ativa e esclarecida.

Os utentes têm ao seu dispor milhares de títulos que constituem o acervo bibliográfico, jornais e revistas, e um Fundo Local dedicado a temas do concelho e autores locais. Outros meios de informação e comunicação (audiovisuais e Internet) estão também ao alcance dos utentes, para fins didáticos ou lúdicos.

Com o objetivo de promover a leitura, a Biblioteca Municipal promove regularmente outras atividades, como tertúlias literárias, palestras, passeios literários, apresentações de livros e autores, workshops de formação (contadores de histórias, escrita criativa, animação para a leitura, entre outros), exposições, Feira do Livro. Ao longo destes 14 anos tem sido preocupação envolver os diferentes públicos e grupos etários, assumindo-se a Biblioteca como um equipamento cultural para toda a comunidade.









Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt