Assinado auto de consignação da empreitada de “Requalificação do Centro de Saúde de Mortágua”

Data: 2017-01-20
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


 

Foi assinado o Auto de Consignação da Empreitada de “Requalificação do Centro de Saúde de Mortágua”. A empreitada, promovida pela Câmara Municipal de Mortágua, foi adjudicada à empresa CIPECA – Representação de Materiais e Equipamentos para a Construção, Lda., pelo valor de 100. 672, 46 euros (IVA incluído).

O Município de Mortágua e a Administração Regional de Saúde do Centro I.P. (ARSC) celebraram um protocolo de cooperação técnica e financeira para a execução da obra, nos termos do qual caberá ao Município assegurar a comparticipação de 15% no investimento a realizar, correspondente à verba que seria da responsabilidade da Administração Central. A parte restante será financiada pelo Programa Operacional Regional do Centro 2020.

A empreitada visa a execução de obras de conservação e beneficiação do edifício do Centro de Saúde, que se traduzirão na melhoria geral das instalações e do bem-estar dos utentes.

Com esta intervenção pretende-se travar o processo de degradação da estrutura e prolongar a sua durabilidade, corrigindo algumas deficiências e patologias existentes, sobretudo ao nível da cobertura, como seja melhorar o sistema de impermeabilização e evitar as infiltrações, que causam danos nas instalações e equipamentos. Prevê-se, nomeadamente, a retirada da atual cobertura em fibrocimento, dando cumprimento à legislação específica sobre esta matéria.

A intervenção contempla ainda a repintura integral do edifício e muros exteriores, remodelação da iluminação envolvente, reabilitação das coberturas de acesso, e melhoria do conforto térmico (AVAC e águas quentes sanitárias).

O prazo de execução da empreitada é de 75 dias contados da data da consignação.

O Presidente da Câmara Municipal, José Júlio Norte, esclarece que a gestão e manutenção do Centro de Saúde é uma responsabilidade exclusiva do Ministério da Saúde. No entanto, considera que o Município não podia deixar de fazer este esforço e participar nesta obra, porquanto os mortaguenses merecem ter um serviço de saúde de qualidade, com condições de conforto e bem-estar.

Júlio Norte considera fundamental que os Utentes, os Profissionais de Saúde e os Funcionários possam ter as melhores condições de atendimento e de trabalho, respetivamente. E lembra: “A saúde é o bem fundamental que nós temos e não pode ser encarada de um ponto de vista meramente economicista”.

 

 









Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt