Mortágua comemorou 25 de Abril com perfomance artística de homenagem à Terceira Idade

Data: 2015-04-28
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


 

Um maravilhoso e surpreendente espetáculo de rua realizado no Parque Verde, seguido de uma sessão de Fogo de Artificio, assinalou a comemoração de mais um aniversário do 25 de abril.

Nem a chuva afastou as muitas pessoas que quiseram associar-se à comemoração da data, assistindo a um espetáculo de grande beleza estética e poética, construído de sensações e emoções.

O Parque Verde transfigurou-se, vestindo-se de uma instalação artística que surpreendeu toda a gente, mais parecendo rodeados de um mundo mágico.

A perfomance “Passagem” uma criação do grupo PIA – Projetos de Intervenção Artística, conta a história de quatro velhos viajantes que caminham por entre um universo de objetos suspensos, onde através das memórias do passado, que lhes embrulharam a vida, encontram o início de uma nova jornada, emergindo do esquecimento e da rotina.

O público ia circulando de história em história, acompanhando os atores, o que torna este espetáculo também diferente do ponto de vista da observação do espectador e da apropriação do espaço público.

É um espetáculo visual e sensorial que vive da caracterização das personagens, dos rostos, das expressões e emoções que transmitem, “porque o corpo é uma linguagem universal”.

Não será exagero dizer que todos se sentiram tocados por aquelas personagens, porque elas representam uma realidade de tantos idosos, a solidão, o isolamento, a falta de vontade de viver. Mas a cena final (dança) pretende mostrar que é possível (re)encontrar a esperança e felicidade, através da partilha, de novas amizades, e que Terceira Idade não tem que ser sinónimo de limitações, mágoas e memórias.

Este espetáculo foi exibido pela primeira vez em Macau e já passou por vários países, como Espanha, Grécia, Polónia e Montenegro, com grande aceitação do público.

“Se hoje podemos estar aqui todos juntos, se somos livres, se temos o livre acesso à educação, se temos o Poder Local, isso devemos a abril!” – Presidente da Câmara, José Júlio Norte

No final do espetáculo o Presidente da Câmara, José Júlio Norte, dirigiu algumas palavras aos presentes para evocar e lembrar a importância de se continuar a celebrar abril e os eus valores.

Júlio Norte referiu que nesta noite “todos somos capitães e camaradas”, não há cores, nem políticas, mas os mesmos valores e ideias. Estavam ali todos juntos num exercício de celebração e de cidadania, para relembrar aquela madrugada “que nos retirou as mordaças e nos deu a liberdade de poder tomar decisões livremente”.

Uma data que não pode ser nunca esquecida, frisou, afirmando “que hoje mais do que nunca, é necessário relembrar abril e os seus valores, desde logo a liberdade”.

Nestes tempos de dificuldade e de algumas desesperança, é preciso não desistir, não baixar os braços, e pelo contrário, continuar a lutar e a acreditar que é possível um Portugal melhor e mais justo. “Também isso é reviver abril!”, disse.









Este artigo veio de www.cm-mortagua.pt
https://www.cm-mortagua.pt