Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Biblioteca Municipal de Mortágua comemora 6ºAniversário

2010-02-23

“Contos com o Serafim”

Figura conhecida do grande público, Jorge Serafim, mais conhecido apenas por Serafim, foi o convidado de honra da Biblioteca Municipal de Mortágua, no passado dia 19 (sexta-feira).

“Contos com o Serafim - Levar a Igualdade à Letra”, foi a designação dada a esta iniciativa conjunta da Biblioteca Municipal e do IEBA - Centro de Iniciativas Empresariais Beira Aguieira, inserida no sexto Aniversário da Biblioteca Municipal e também no projecto “Ser ou Não Ser Igual?” do IEBA.

Serafim tornou-se figura popular através do programa de humor da SIC “Levanta-te e Ri”, onde deu a conhecer um humor incomparável transmitido através de uma linguagem marcadamente popular.
Poeta, autodidacta, é também autor de vários livros: “A Ventura”, “A Sul de Ti “ e “Estórias do Serafim”. Como contador de histórias tem percorrido o país de norte a sul e também participado em alguns encontros do género em Espanha, Argentina e Canadá, associando esta arte à promoção do livro e da leitura.

Durante a manhã e a tarde, Serafim desfiou histórias para uma plateia constituída por jovens da Escola Básica 2.3, Escola Secundária e Escola Profissional Beira Aguieira.

À noite foi a vez do público encher a sala infanto-juvenil da Biblioteca Municipal para ouvir mais histórias. Perto de 200 pessoas, crianças, jovens e adultos, renderam-se à magia das histórias, ao sentido de humor, ao toque intimista e pessoal que Serafim dá às suas histórias, que mereceu forte aplauso.

Ao longo das quatro sessões realizadas, um total de 370 pessoas, de todas as idades, assistiram aos “Contos com o Serafim”. Não admira, por isso, que no final estivesse visivelmente cansado. Ao mesmo tempo, confessou, feliz com a presença de tanto público.

Quando se ouve Serafim, esquecem-se as horas e as histórias são como as cerejas...
Serafim vai buscar a fonte de inspiração das suas histórias à sua vida pessoal e a tudo o que o rodeia: “são vivências próprias, é a vida das pessoas no seu dia-a-dia, sou muito observador”. Quanto aos contos, começou por descobri-los na Biblioteca Municipal de Beja, onde trabalhou durante 13 anos. Para além da literatura, conheceu outros contadores e percorreu o mundo em formações e encontros do género. Muitos dos contos que escolhe são estrangeiros: África, Japão, China, América do Sul.

Para Serafim os contos são um valioso repositório de sabedoria, de património oral, de valores, em que para além da fabulação, do imaginário, há sempre um fundo de realidade: “Ajudam a aprender a vida, esclarecem-nos. Através de uma linguagem simples, interagem connosco, criam confrontos, esclarecem as nossas emoções, as nossas dúvidas. É o confronto entre o bem e o mal, o amor e o ódio, a ganância e a humildade, esta lá tudo inserido nos contos. E nesse aspecto eles são muitos ricos”.

Nalguns momentos Serafim referiu-se à influência das novas tecnologias de comunicação na nossa sociedade, que tendem a afastar as pessoas umas das outras, em detrimento da palavra. Mas na sua opinião, os dois mundos são compatíveis. “A Internet é importante nos dias de hoje, mas também é importante a palavra directa. Aqui também há Internet e tivemos uma sala cheia de gente para ouvir alguém contar histórias”, destacou.

Exposição mostra processo de criação de um livro

As iniciativas destinadas a comemorar o aniversário vão continuar até ao final de Março. No próximo dia 27 abre ao público a exposição “A história do conto – como nasce um livro”. A exposição, que tem por base o livro «A História do Zeca Garro», tem por objectivo dar a conhecer ao público em geral (e à comunidade escolar em especial) os diversos passos da produção de um livro, enquanto obra artística e também como objecto. Estará patente ao público até ao dia 25 de Março, na Biblioteca Municipal.


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Mortágua foi palco do espetáculo comunitário “O Caldo – Contar de Ouvido”2021-10-06
Concerto comemorativo dos 125 anos da Filarmónica de Mortágua2021-09-29
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade