Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Convívio das Janeiras da Filarmónica

2010-01-19
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

Realizou-se no passado dia 16 o já tradicional Convívio anual das Janeiras da Filarmónica de Mortágua, que contou com a presença dos Executantes, Familiares, Órgãos Sociais e Entidades Municipais, entre as quais se encontravam o Presidente da Câmara, Afonso Abrantes, e Vereadores Júlio Norte e Ricardo Pardal.
Normalmente este encontro, além de proporcionar o são convívio e fortalecimento dos laços de união de todos aqueles que compõem a família da Filarmónica, é também o momento escolhido para fazer um balanço da época que findou e traçar perspectivas para o novo ano.
Nesse sentido, o Presidente da Direcção da Filarmónica, José Maria Vicente, fez um balanço positivo do ano de 2009, em que se verificaram muitas mudanças: “Volvido um ano de alguma expectativa e ansiedade no virar de página na nossa Colectividade, pudemos hoje todos constatar que se respira confiança e esperança no futuro da música e continuidade da nossa Banda”. Acrescentando ainda: “Não foi um ano fácil!. Muita actividade musical! Um ano de alguma mudança, nova forma de estar na música, outra abertura, novo repertório, nova formação”.
E recordou algumas dessas actividades: Concerto de Natal, Encontro de Bandas, Concerto nas Noites de Verão, animação na Festa da Juventude, Concertos na Póvoa e Quilho, Concerto em Pombal, intercâmbio com Tavira, 2 Workshops, vários serviços religiosos.

Reportando-se à situação actual da Banda referiu que a mesma possui neste momento 44 executantes, dos quais 42 são jovens. A Escola de Música possui 20 alunos no 1ºano e 6 alunos no 2ºano de Solfejo. Um cenário que deixa antever um futuro auspicioso para os próximos anos.
A terminar dirigiu uma palavra de admiração, encorajamento e estímulo aos Pais dos jovens executantes e de agradecimento à Câmara Municipal e Junta de Freguesia de Mortágua pelo apoio regular que dão à Colectividade. Deixou ainda dois apelos, a que aqueles que ainda não são sócios da Colectividade o passem a ser e a uma maior participação nas Assembleias Gerais, aproveitando para informar que no dia 16 de Março haverá apresentação de Contas e eleição dos novos Corpos Sociais.

Coube ao jovem Maestro Ricardo Vicente falar do futuro, apontando os objectivos a prosseguir na Escola de Música e Banda. Ao nível da Escola de Música a aposta é na formação contínua, estando a funcionar desde o início do ano uma turma avançada formada por alunos da Escola de Música mas com parte activa na Banda. Outro objectivo é conseguir cativar mais jovens, criando melhores condições.
Em termos de crescimento musical a aposta é na Formação, o que passa por várias iniciativas, nomeadamente: procurar parceiros para dinamizar o movimento cultural ligado à música no concelho, promover acções de formação diversas, realizar audições e assistir a concertos. No Plano de Actividades para o corrente ano foi dado um grande enfoque a este aspecto da formação, estando previsto, por exemplo, a vinda de professores especializados em tempo de férias ou fins de semana. O ano passado a Filarmónica promoveu vários Workshops de formação, nomeadamente de Percussão, Saxofone, Metais e Madeiras.
O projecto para a Banda, a concretizar num horizonte de dois anos, passa por equilibrar naipes e completar as famílias de instrumentos, renovar o repertório, bem assim a criação de um arquivo digital de partituras e a organização e preservação do arquivo existente.

O Presidente da Câmara Municipal felicitou todos os que estão envolvidos na Banda, sem esquecer os Pais dos jovens executantes, considerando que a sua dedicação e empenho são fundamentais no desenvolvimento da Banda. Lembrou a propósito o papel que colectividades como a Filarmónica desempenham na formação humana, social, cultural e espiritual dos jovens.
Dirigiu palavras elogiosas para o Maestro, considerando que é notório que houve uma mudança muito profunda e positiva da Banda, em termos de abertura e aproximação à comunidade, dinâmica da actividade, renovação. Destacou ainda o espírito de união e de grupo que é patente na Banda, onde apesar das diferenças de idade todos sentem-se como iguais.
A Filarmónica, disse ainda, é uma colectividade com um grande peso na comunidade de Mortágua, cujo trabalho e esforço é reconhecido e merecedor de todo o apoio da Autarquia.
A terminar fez votos para que o trabalho consistente e profícuo que vem sendo feito continue, a Banda mantenha o prestígio a que nos habituou e o novo ano traga muitas e boas novidades.



Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Mortágua foi palco do espetáculo comunitário “O Caldo – Contar de Ouvido”2021-10-06
Concerto comemorativo dos 125 anos da Filarmónica de Mortágua2021-09-29
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade