Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt


Mensagem do
Presidente


 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



GNR de Mortágua e Município promoveram acção de sensibilização

2009-11-10
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

Objectivo foi alertar os idosos para o chamado “conto do vigário”

A GNR de Mortágua, em colaboração com o Município de Mortágua, promoveu no passado dia 9 de Novembro, uma acção de sensibilização destinada a alertar os idosos do concelho para os cuidados a ter com os burlões, evitando aquilo que vulgarmente é designado como “conto do vigário”. Cerca de 100 idosos ouviram atentamente os conselhos deixados pelo Tenente Cardoso Colaço, Comandante do Destacamento Territorial de Santa Comba Dão.

Este responsável começou por abordar o perfil destes burlões, que normalmente aparecem muito bem apresentáveis, afáveis, com uma conversa muito convincente e cativante, mas é só aparentemente, uma vez que o seu objectivo é conseguir enganar a pessoa, levando-a a fazer aquilo que não quer.

Normalmente estes burlões fazem-se passar por funcionários de Empresas ou do Estado (Águas, Electricidade, Telefones, Finanças, Segurança Social, etc.), noutros casos por amigos ou conhecidos de um seu familiar que está no estrangeiro. Ou então dizem que a pessoa ganhou um prémio chorudo ou que possuem poderes curativos para os males de saúde ou financeiros da vítima. O que acontece nestas situações: o burlão apodera-se de dinheiro ou outros bens, e desaparece sem deixar rasto.
Nas situações de pessoas que se dizem funcionários de Empresas ou do Estado, um dos conselhos que se dá às pessoas é este: exijam a identificação do dito funcionário (cartão da empresa) e caso tenha o contacto da empresa telefone para a mesma a confirmar se mandou de facto um funcionário executar aquele tipo de serviço.
A pessoa deve ainda evitar dar informações sobre a sua vida a estranhos, principalmente dados pessoais (Bilhete de Identidade, nº de Contribuinte, nº da Segurança Social, códigos do Cartão Multibanco).


A atitude sensata é sempre desconfiar, não facilitar, e sobretudo nunca entregar dinheiro directamente a um estranho.

Foram também dados conselhos nas situações de ausência temporária da residência, como sucede com muitos destes idosos, que habitualmente vão trabalhar para o campo.
Deixar as portas e janelas sempre fechadas, esconder a chave de casa em local afastado da porta de entrada, pedir a um vizinho que vá olhando pela casa, deixar uma luz ligada ou a televisão, são alguns dos conselhos úteis.
Em todas estas situações, se precisar de ajuda, pode ainda ligar para a GNR, através dos nºs 231 927 360 ou 962 095 074.

Segundo nos referiu o Tenente Cardoso Colaço, o grupo dos idosos, pela sua simplicidade e humildade, são um alvo preferencial dos burlões, e adiantou que estas sessões de esclarecimento são importantes na medida em que potenciam o “passa a palavra”: “O que ouviram aqui vão contar aos familiares, aos vizinhos, aos amigos”. Segundo apurámos, esta sessão em Mortágua foi a quarta e até ao momento a que registou maior adesão.

Segundo este responsável, no ano de 2007 registram-se 6 casos de burla (3 a idosos), em 2008 foram 11 casos (4 a idosos) e este ano já houve várias queixas. Estas acções estão a ser desenvolvidas nos seis Postos da GNR que integram o Destacamento Territorial de S.C.Dão, bem como nas Paróquias da mesma área de intervenção, decorrendo no período entre 15 de Outubro e 15 de Novembro.

Nas conversas que mantivemos com alguns idosos, ficou a ideia que a maioria está atenta a estes casos de burla, nomeadamente pelas notícias que vão ouvindo na Televisão. Maria de Lurdes Rodrigues, 73 anos, relatou os muitos telefonemas que recebe em casa a dizerem que ganhou um prémio. “É um desaforo. Eu digo logo ao meu marido para poisar o telefone, que não estamos interessados. Às vezes dizem para estarmos em certo sítio para recebermos um prémio. Nunca vamos, a gente quando quer as coisas vamos ao sítio certo”. Os cuidados estendem-se na abordagem de estranhos. “Normalmente vou à janela ver quem é, se conhecer, desço ou mando entrar, mas se for um estranho não abro o portão”.



Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Mortágua foi palco do espetáculo comunitário “O Caldo – Contar de Ouvido”2021-10-06
Concerto comemorativo dos 125 anos da Filarmónica de Mortágua2021-09-29
Iniciada a construção do Parque Canino junto aos passadiços da ribeira da Fraga2021-09-24
Arrancou novo ano letivo com a maioria dos alunos já vacinados2021-09-20
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade