Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Crianças do Jardim-Escola João de Deus vieram para a rua comemorar o “Dia das Bruxas”

2009-10-30
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

As crianças do Jardim-Escola João de Deus vieram para a rua festejar o Dia das Bruxas (na tradução portuguesa), também chamado Dia de Halloween (adaptação da expressão inglesa “All Hallows Eve”, que significa Dia de Todos os Santos.

Vestidos de negro e mascarados de bruxas, figuras de terror, diabinhos, desfilaram pelas ruas da Vila, lembrando aos transeuntes o significado da data. A comemoração do Dia das Bruxas faz parte do Plano de Actividades anual do Jardim-Escola João de Deus, tendo este ano saído dos muros da escola, mostrando-se à comunidade.

A origem da tradição, conta-se, remonta aos antigos povos celtas do Hemisfério Norte da Europa (Irlanda e Grâ-Bretanha), sendo uma festividade inserida no seu calendário - o festival de Samhain, que evocava o fim do Verão, o início do Ano Novo e das colheitas.
Acreditava-se que na noite de 31 de Outubro para 1 de Novembro, os mortos regressavam ao mundo terreno para reencarnar nos vivos. Para afugentar esses espíritos acendiam fogueiras, dançavam, cantavam, sacrificavam animais e mascaravam-se para não ser reconhecidos.

A tradição terá depois passado para os povos cristãos, que terão sido influenciados por esse costume pagão, vindo a adoptá-lo nas suas festividades, comemorando o Dia de Todos os Santos. Terá sido o Papa Gregório III, em 741, a alterar a celebração da vigília de Todos os Santos, para o dia 1 de Novembro, aproximando a celebração cristã e pagã.

A associação desta data com as bruxas terá acontecido na Idade Média, quando a Inquisição perseguia e queimava na fogueira os suspeitos de feitiçaria.

No século XIX terão sido os imigrantes irlandeses a levar essa tradição para a América, vindo a tornar-se numa festa muito popular, sobretudo nas crianças, que vão bater às portas das casas, dizendo “doce ou travessura” e pregando partidas aqueles que não oferecem nada.

Hoje em dia é festejado em quase todo o Mundo, mas a forma de celebração está longe da raiz celta, sendo vivido mais como divertimento, brincadeira, e sobretudo pelas crianças.



Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Mortágua foi palco do espetáculo comunitário “O Caldo – Contar de Ouvido”2021-10-06
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade