Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Município levou 650 idosos à Região Oeste

2009-07-13
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

No já tradicional “Passeio dos Idosos”

Teve lugar no passado dia 9 de Julho mais um Passeio dos Idosos, proporcionado pelo Município de Mortágua. Este foi já o 26º Passeio dos Idosos organizado pela Câmara Municipal e teve como destino a Região Oeste, com visita a Nazaré, São Martinho do Porto, Dunas de Salir do Porto, Foz do Arelho, Óbidos, Peniche e Cabo Carvoeiro.

Foram cerca de 650 os idosos que participaram nesta iniciativa que faz parte de um programa mais abrangente designado “Viver Mais. Viver Feliz”, que contempla um conjunto de projectos e acções dirigidos à população idosa do concelho, sendo uma das vertentes a animação, convívio e lazer, contribuindo para uma vida mais activa e saudável dos idosos.

A vila piscatória da Nazaré foi o primeiro ponto de paragem, que proporcionou um passeio ao longo da marginal e ruas do centro. Alguns idosos ainda tiveram tempo de subir ao Sitio, a pé ou de teleférico, a parte alta donde se avista toda a cidade e praia e onde terá começado o povoamento original da Nazaré.


Seguiu-se uma passagem ao longo da airosa praia de São Martinho do Porto e Dunas de Salir do Porto. Aproximava-se a hora do almoço. O extenso areal da Lagoa de Óbidos, junto à Foz do Arelho, foi o local escolhido. A maioria dos idosos optou pelos farnéis que trazia de casa, partilhados por todos, outros pelos vários restaurantes e bares à beira-mar, tipo mini-Docas.

O próximo ponto de paragem era a vila histórica de Óbidos, famosa pelo seu património, o seu Castelo, as suas típicas casas de cores vivas, as suas ruelas, a sua ginjinha, o seu artesanato. Visitaram-se as tasquinhas, as lojas de artesanato, as Igrejas de Santa Maria de Óbidos e São Pedro, e compraram-se recordações para trazer para casa. Alguns idosos mais afoitos e com mais mobilidade, subiram à muralha, que circunda toda a Vila e proporciona uma vasta panorâmica em redor. Nesta altura estava a ser montada a Feira Medieval, um dos muitos eventos que animam a Vila. Mas a viagem ainda não estava terminada.


No roteiro seguiu-se Peniche, famosa pela sua sardinha, o seu porto de pesca, o seu Forte. Uma breve passagem pelo interior da cidade deu para ver a forte ligação comercial da cidade e das gentes locais ao mar. A pouca distância dali estava o último ponto de visita, o famoso Cabo Carvoeiro, que oferece uma imagem grandiosa da força e beleza do mar. Mantendo uma distância de segurança, os idosos ficaram surpreendidos com as espantosas formações rochosas desenhadas pela erosão das ondas ao longo do tempo. Destaca-se um dos rochedos, conhecido por Pedra da Nau, poiso habitual dos corvos marinhos e gaivotas. Ninguém ficou indiferente aquela paisagem, ao mesmo tempo espectacular como temerosa, dada a altura do promontório e a força do mar batido.
Ao longe via-se a Ilha das Berlengas, visitável de barco. Eram cerca de 19 horas, estava na hora de regresso a casa.

Para muitos idosos estes passeios permitem conhecer locais que doutro modo dificilmente teriam oportunidade de conhecer. “Não conhecia Óbidos, gostei muito de ver o Castelo e aquelas coisas antigas, e também gostei de ver Peniche e o Cabo Carvoeiro”, contava-nos Maria Isabel Lourenço, 62 anos, natural de Vale de Ovelha. Foi o terceiro passeio em que participou: “o ano passado fomos a Santiago de Compostela, em Espanha, também gostei bastante”.


José Marques, 72 anos, natural de Riomilheiro, começou a participar logo que se reformou. Para ele é difícil dizer qual foi o melhor passeio. “São todos diferentes mas todos bons. O Passeio de hoje também foi muito bonito, gostei de ver Óbidos e o Castelo, uma pessoa fica admirado como é que faziam aquelas construções”.
Mas o Passeio é também um momento de convívio e animação :”é o convívio que a gente tem e já que não gozei a vida quando era novo temos que gozar agora. Só temos que agradecer à Câmara Municipal esta oportunidade que nos oferece”, diz José Marques.

Mabília Ferreira, 71 anos, natural do Azival, já participou em quatro passeios: “ Fui ao Gerês, à Quinta da Malafaia, a Santiago de Compostela e agora aqui. Foi tudo fantástico. É um dia de alegria, de convívio, é um dia bonito”, diz.

Clarinda Rodrigues, 76 anos, natural de Santa Cristina, já conhecia estes locais: “já cá tinha vindo noutro Passeio dos Idosos. Desde que a Câmara organiza não temos faltado, eu e o meu marido”. No seu caso, está habituada a viajar pelo País e até já foi ao estrangeiro, mas reconhece que para alguns idosos estes passeios são uma oportunidade única: “faz-lhes bem, porque se não fossem estes passeios não saíam de casa, não conheciam nada. E acrescenta: ”vamos aqui todos animados, fizemos boa viagem e vimos coisas que gostámos”.


O Passeio dos Idosos tem-se realizado de forma ininterrupta desde 1996 e já proporcionou aos idosos visitas a diferentes lugares e regiões de Portugal, para além de duas viagens a Espanha. Para o Município, entidade promotora, mais do que uma visita lúdica, trata-se de uma “iniciativa solidária” para com uma geração que não teve as mesmas oportunidades de viajar e conhecer o País e o Mundo como as gerações actuais, não porque não tivessem essa vontade, mas porque simplesmente não tinham possibilidades de o fazer.

“Naturalmente que esta iniciativa não tem idêntico significado para todos os participantes, mas sabemos que foi através desta iniciativa que muitos dos nossos idosos tiveram oportunidade de conhecer diferentes lugares de Portugal e até ir ao Estrangeiro, algo que para eles era inimaginável ou dificilmente realizável, fosse por razões económicas, psicológicas ou de saúde. E portanto este programa permitiu quebrar o ciclo de solidão e isolamento em que viviam alguns idosos, dando-lhes a conhecer novas realidades, novas experiências, novos mundos, aumentando também o seu sentimento de auto-estima e realização pessoal. Esse é o grande mérito da iniciativa e que nos incentivou a continuar com a sua realização ano após ano.

Com este programa e outros que criámos especificamente para a população sénior, estamos a cumprir a nossa missão enquanto autarcas, que é proporcionar mais e melhor qualidade de vida às pessoas que residem neste concelho e contribuir para uma sociedade mais justa, mais fraterna, mais solidária”, refere o Presidente da Câmara Municipal, Afonso Abrantes.






Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Mortágua foi palco do espetáculo comunitário “O Caldo – Contar de Ouvido”2021-10-06
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade