Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt


Mensagem do
Presidente


 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2022


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice > Educação 



EBA entregou diplomas de final de curso

2009-01-27
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

Jovens foram incentivados a continuar a “aprender”


Realizou-se no passado dia 25 a cerimónia de entrega de diplomas aos formandos da Escola Profissional Beira Aguieira (Pólos de Mortágua e Penacova) que concluíram o seu ciclo de formação.
Foram 115 os diplomados que terminaram a sua formação de 3 anos na Escola, em vários Cursos: Técnico de Turismo/Profissionais de Informação e Animação Turística, Operador de Informática, Técnico de Gestão e Recuperação de Espaços Verdes, Técnico de Contabilidade, Técnico Hotelaria/Restauração, Organização e Controlo; Técnico Sistemas de Informação; Sistemas de Informação Geográfica; Técnico de Cozinha e Empregado de Mesa.
Na cerimónia estiveram presentes várias entidades, em representação da Escola, da Câmara Municipal, da Direcção Regional de Educação do Centro e do Instituto de Emprego e Formação Profissional. Esteve também presente o Cônsul de São Tomé em Portugal, em representação da Embaixada, visto que existe um protocolo de cooperação entre a EBA e aquele País, permitindo a jovens são tomenses fazer a sua formação académica e profissional em Portugal.
Na assistência, para além dos recém-formados, estavam os seus pais e familiares, que quiseram assim testemunhar este momento sempre marcante na vida escolar e pessoal de um jovem.
Em representação da gerência da EBA, João Fonseca lembrou aos jovens diplomados que este era um momento importante, mas era ainda só uma etapa de uma caminhada, e que devem estar conscientes das dificuldades acrescidas no mercado de emprego. Frisou, por isso, que a formação contínua, feita ao longo da vida, é a melhor forma de se prepararem e enfrentarem os desafios que vão encontrar.
Afonso Abrantes, Presidente da Câmara Municipal, que encerrou a sessão, começou por felicitar os jovens recém-formados e as suas famílias, por terem alcançado este objectivo. Lembrou os jovens que o diploma é sobretudo “uma ferramenta” à sua disposição que os pode ajudar a vencer no mundo do trabalho, cada vez mais exigente e competitivo, afirmando: “é certo que os tempos são difíceis mas nunca foram fáceis. Nunca nada nos é dado se não formos capazes de o conquistar. E o facto de vivermos uma época economicamente difícil não deve ser nunca motivo para desanimarmos mas antes para ganharmos mais coragem”. “Tendes de estar preparados para fazer sempre o melhor possível”, acentuou.

E salientou que para muitos dos jovens este momento não é um ponto de chegada mas de partida para a vida activa. “Não vão encontrar de imediato a realização dos vossos sonhos, mas tenho a certeza que aqueles que forem abnegados, que não se acomodarem, que tenham espírito de sacrifício, mais facilmente alcançarão a meta desejada”.
Dirigiu palavras especiais para os jovens africanos que estudam na EBA, e particularmente para a comunidade são tomense, a mais numerosa, destacando a forma exemplar como sempre souberam integrar-se na comunidade mortaguense.

Este ano assinalam-se 20 anos sobre a criação do Ensino Profissional em Portugal

Este ano assinalam-se 20 anos de Ensino Profissional em Portugal. Afonso Abrantes, recordou que, enquanto deputado na Assembleia da República e membro da Comissão de Educação, participou na discussão da legislação que esteve na base da criação do Ensino Profissional e esteve igualmente ligado à criação da Escola Profissional Beira Aguieira. A EBA foi criada em 1990, tendo sido mesmo uma das primeiras escolas profissionais a nível nacional.
“Agrada-me ver, passados 20 anos, que é a própria sociedade que vê o ensino profissional como uma necessidade absoluta, e que o próprio Estado tenha incluído nas Escolas Secundárias a criação de cursos profissionais. É evidente que nós precisamos de jovens que façam formação superior, mas precisamos também de jovens qualificados para o saber-fazer. O que é importante é que seja formação séria, que prepare de facto os nossos jovens para a vida activa”.
Felicitou, a finalizar a sua intervenção, a EBA, a sua Direcção Executiva e Pedagógica, pela coragem que revelaram em não deixar morrer este projecto e pelo trabalho que desenvolvem no dia-a-dia. Para todos os presentes deixou a seguinte mensagem: “É nas dificuldades que é preciso mais força, coragem e empenho”.



Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Município assegura Creche gratuita a partir deste ano letivo2022-09-13
Município entregou jogo didático sobre as “Invasões Francesas” a alunos do Agrupamento de Escolas 2022-06-03
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Festa de Natal da Escola Básica veio até à “Vila Natal”2019-12-17
Homenagem a Sophia de Mello Breyner Andresen. Crianças do Ensino Básico assistiram ao espetáculo “Para Ti, Sophia”, numa produção da ACERT.2019-05-09
Semana Europeia do Desporto Escolar em Mortágua 2022-09-30
Câmara Municipal reuniu com restaurantes aderentes ao XIII Fim de Semana da Lampantana2022-09-29
Novo Reservatório reforça abastecimento de água às povoações da Sobrosa e Vila Meã da Serra2022-09-26
Lançado concurso para a nova Praça de Táxis 2022-09-26
Município fixa IMI na taxa mais baixa e devolve totalidade da participação no IRS. Famílias com filhos beneficiam ainda de dedução em sede de IMI 2022-09-26


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade