Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
novembro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice > Desporto 



Caminhada por “terras da Irmânia” juntou cerca de 80 participantes

2008-04-30
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua
Um percurso cheio de história e cultura

A primeira caminhada “Por Trilhos de Terra e Água”, promovida pelo Município de Mortágua, realizou-se no passado dia 25 de Abril, Feriado Nacional.
Cerca das 8h30 os cerca de 80 participantes inscritos começaram a chegar ao Parque Verde, o local da concentração. Dadas as boas-vindas, os participantes puseram-se a caminho, seguindo pelo Caneiro (Coval), Caparrosinha, Pinheiro e Marmeleira, onde terminava a etapa da manhã. Na localidade de Pinheiro houve uma breve paragem para lembrar uma ilustre figura nascida nesta terra: Martins e Abreu (1861-1944). Foi Professor, Escritor, Político, Autarca, um acérrimo defensor dos ideais republicanos, da liberdade, um homem revoltado contra as injustiças e a favor dos pobres e desprotegidos. Não só em Portugal como no Brasil, para onde emigrou. Aqui lutou contra a escravatura dos negros, tendo sido obrigado a fugir para não ser morto.

Chegados à aldeia da Marmeleira havia mais surpresas à espera. O Moinho de Água da Sra. da Ribeira, recuperado pela Junta de Freguesia e de novo a funcionar. Os participantes puderam ver as mós a produzirem farinha. Percorreu-se a aldeia da Marmeleira, terra rica em património, com grandes e vistosas casas antigas, a sua bela Igreja Matriz, datada de 1797. Ao fundo da Rua Principal destaca-se na paisagem um enorme edifício moderno: o Centro Balmar, equipamento de apoio social à Infância e Terceira Idade, obra recente e de grande alcance social para a freguesia e concelho. Mas o objectivo não era visitar esta obra social, mas sim o Espaço Museológico, situado na parte sobranceira deste, instalado no Centro Cultural da localidade. Este espaço foi organizado pelo Rancho Folclórico e Etnográfico “Os Irmânicos”, sendo uma recolha de artefactos domésticos, mobílias, utensílios da lavoura e ofícios, que se utilizavam antigamente, e que testemunham o labor, os sacrifícios, a vida simples de outrora. De todo o conjunto exposto sobressai a recriação completa e rigorosa , exterior e interior, de uma casa antiga, bem como de uma eira.



Pelo caminho parou-se junto à casa onde viveram Basilio Lopes Pereira, António Lopes de Araújo e Serafim Lopes Pereira, três irmãos. O primeiro, mais velho, fundou nesta localidade, em 1908, a Escola Livre da Irmânia, com o objectivo de fomentar a instrução pública e a cultura, que eram inacessíveis à maior parte da população, nesse tempo. A Escola possuía uma Biblioteca Popular, Secções de Estudos Gerais, Agricultura e Esperanto, Música e Canto, Arte de Representar, Filantropia, entre outras, tendo desaparecido com a instalação e consolidação do regime do Estado Novo.

Basílio Lopes Pereira fundou o Jornal Sol Nascente, em 1912, na Marmeleira, e foi Administrador do Concelho de Mortágua. Republicano e Anti-Fascista, integrou os movimentos da Frente Popular Portuguesa e da Conjunção Republicana Pró-Democracia. Esteve deportado em Cabo Verde e preso nas cadeias de Aljube e Caxias, acusado por ser um firme opositor à Ditadura. O seu irmão António, esteve ligado ao movimento revolucionário de 26 de Agosto de 1931, que acabou por fracassar. Foi preso e deportado para Timor, onde não chegou por se ter evadido em Port-Said. O seu irmão Serafim esteve também preso, juntamente com ele, na Penitenciária de Coimbra, sob a mesma acusação de ser opositor ao governo constituído.

A realização do percurso da “Irmânia” neste dia, 25 de Abril, teve justamente essa intenção simbólica, de homenagear e lembrar figuras importantes de Mortágua que nasceram ou viveram na região da “Irmânia” e que na primeira metade do século XX se bateram pela liberdade, contra a opressão, a injustiça, e sacrificaram as suas vidas pelos ideais em que acreditavam.
Estava na altura de voltar ao Parque de Lazer da Nossa Senhora da Ribeira para o almoço partilhado. O lema era “cada um traz o seu e come do de todos”, e ninguém se fez rogado. Pelos bancos e mesas que equipam aquele parque, estenderam-se os comensais e os farnéis, com toda a gente a partilhar o que trouxe de casa. As surpresas ainda não tinham terminado. Faltava a animação. Um grupo de amigos, Celso Portugal, José Alberto Rosa (Presidente da Junta de Freguesia da Marmeleira) e Miguel Dias, deram voz a canções de Zeca Afonso, entre outros temas, lembrando o significado verdadeiro deste dia de feriado, o 25 de Abril.


As horas iam passando e pouca gente estava com disposição de partir. A sombra dos choupos, plátanos e oliveiras, a ribeira, o relvado, todo aquele ambiente natural e tranquilo, convidada a ficar por ali, mas havia uma segunda etapa para cumprir. O regresso fez-se por Marmeleira, Caparrosa, Caparrosinha, Vale de Açores e novamente Parque Verde. Um dia muito agradável, uma excelente organização, um convívio fantástico e a mostrar que há uma Mortágua desconhecida a descobrir!

As caminhadas que o Município esta a organizar, são quatro até ao final do ano, foram criadas com o intuito de promover a prática desportiva em contexto de natureza, associando-lhe a vertente histórico-cultural, dando a conhecer por exemplo acontecimentos históricos, personalidades, tradições, o património, ao mesmo tempo fomentando a interacção social e o convívio.
A próxima Caminhada tem lugar nos dias 11 e 18 de Maio, com o percurso das Quedas d`Água das Paredes.


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Rali de Mortágua: Bruno Magalhães vence e Ricardo Teodósio é campeão nacional2021-11-08
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01
Joaquim Silva foi Rei da Montanha e das Metas Volantes no GP Abimota 2021-06-07
Ciclismo. Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua) vence Classificação das Metas Volantes na Volta a Albergaria2021-05-31
Mortágua acolheu Estágio Nacional de Karaté Shukokai2021-11-24
Lançamento do jogo “Napoleão - O princípio do fim”. Projeto envolve 13 municipios da Rede Temática das Invasões Temáticas em Portugal.2021-11-23
Escola Municipal de Natação de Mortágua participa no Circuito Municipal de Escolas de Natação 2021-11-22
Infraestruturas de Portugal executou obras de conservação na rede viária nacional que serve o concelho (EN234, EN334-1 e EN228)2021-11-16
Serviço de recolha de resíduos específicos 2021-11-15


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade