Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt


Mensagem do
Presidente


 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2022


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice > Educação 



Escola Básica 2.3 comemorou Dia Escolar da Não-Violência e da Paz

2008-01-31
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua
Sob o lema “respeitar as diferenças”

A Escola Básica 2.3 de Mortágua associou-se ao Dia Escolar da Não-Violência e da Paz, que se comemorou a nível nacional no passado dia 30, tendo escolhido como tema o respeito das diferenças entre as pessoas. Entre as iniciativas levadas a cabo contou-se a inauguração da Exposição “Como vêm os Cegos”, patente no Salão Polivalente da Escola. Nesta Exposição os alunos podem ficar a conhecer quem foi Louis Braille, o criador da escrita para cegos, mas também contactar com livros e objectos produzidos para ler em BraiIle.

Esta Exposição foi inaugurada pelo Presidente Câmara Municipal, a convite da Escola, tendo estado presentes no acto os representantes do Conselho Executivo da Escola Básica 2.3, Professores e Alunos. A Dra. Maria Teresa Silva Maia, Licenciada pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, professora de escrita Braille e invisual desde os 16 anos, foi a convidada especial.

Durante a Exposição os alunos puderam nomeadamente comparar o tamanho de um livro normal de estudo de Inglês ou de História, e o número de volumes necessários para ler o mesmo livro em Braille, que os deixou muito surpreendidos. Nalguns casos são necessários nove volumes de Braille para um único livro de escrita normal. A Exposição vai continuar patente no Polivalente da Escola até ao próximo dia 12 de Fevereiro.

O Presidente da Câmara, Afonso Abrantes, felicitou a Escola Básica 2.3 e os seus responsáveis por se terem lembrado de assinalar este dia e especialmente pela temática escolhida, considerando a iniciativa uma ideia feliz e muito importante para sensibilizar os jovens de hoje para a construção de um mundo mais justo e melhor, “porque é também pelo respeito das diferenças que chegamos à Paz”.
“Não há paz se não houver respeito das diferenças de ideias, pensamentos, religiões, maneiras de ser e estar no mundo, como hoje infelizmente vemos acontecer em várias regiões do Globo”, frisou.

O Presidente da Câmara referiu-se particularmente ao respeito das diferenças das pessoas portadoras de deficiência física, como os invisuais, afirmando que “estas têm também um grande contributo a dar à sociedade e nós temos a obrigação de dar a nossa parte para que elas se realizem como pessoas”.
“Os meus parabéns à organização, há coisas simples que têm às vezes mais valor que coisas mais vistosas e grandiosas, este é um bom exemplo. Espero que este dia se continue a comemorar com novas temáticas, sempre com este objectivo de formar homens e mulheres cada vez mais conscientes e responsáveis, para que sejamos capazes de espalhar esta mensagem da Paz à nossa volta ”, finalizou.

A Dra. Maria Teresa Silva Maia afirmou que é com este tipo de iniciativas “que se constrói a riqueza da tolerância, da compreensão, que antes de ser de todos os povos e de toda humanidade, tem que ser de cada um de nós e para cada um de nós”.

Lançamento do livro “Um Olhar sobre os Nobel da Paz”

A comemoração do Dia Escolar da Não-Violência e da Paz terminou com o lançamento do livro “Um Olhar sobre os Nobel da Paz”, na Biblioteca Municipal, da autoria da Prof. Paula Cristina Marques. Licenciada em Ciências Religiosas pela Universidade Católica Portuguesa, é desde 2006 docente da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica na Escola Básica 2.3 de Mortágua. O livro tem prefácio de D. Tomaz Silva Nunes, Bispo Auxiliar de Lisboa e Presidente da Comissão Episcopal da Educação Cristã.


A apresentação do livro esteve a cargo da Dra. Maria Teresa Silva Maia, que caracterizou o livro como sendo de fácil leitura, leve, lúdico e pedagógico, que deixa portas abertas para quem queira saber mais sobre os laureados e a temática da obra.

São seis os Nobel da Paz referenciados no livro: Tenzin Gyatso (Dalai Lama), Ximenes Belo, Wangari Muta Maathai, Muhammad Yunus, o Banco Grameen (Banco especializado na concessão de microcrédito a pessoas pobres), para além do próprio Alfred Nobel, o criador do Prémio.

A Dra. Maria Teresa Silva Maia destacou o facto dos Nobel da Paz citados na obra serem provenientes de vários credos, raças, culturas e nacionalidades, homens e mulheres, o que confirma a universalidade do trabalho a favor da Paz. E são laureados por promoverem a Paz em diversos domínios, na luta contra a pobreza, defesa dos direitos humanos, defesa do Ambiente, o que significa que a Paz não se resume apenas à ausência de guerra.

A autora dedicou este livro aos alunos que passaram pela sua mão ao longo dos anos, aos quais tem procurado dar a conhecer estes testemunhos de paz. Quanto à escolha das cinco personalidades Nobel da Paz citadas na sua obra, explicou que o critério seguido foi “tratarem-se de pessoas vivas e nossas contemporâneas, à excepção do Alfred Nobel, que é apenas referido para os alunos perceberem a origem do Prémio. As restantes pessoas são referências concretas nos nossos dias, que eles vêem na Televisão, lêem nos Jornais”.
Segundo Paula Marques é mais difícil cativar os jovens para a Paz com discursos meramente teóricos, afirmando que os jovens aprendem e compreendem melhor a mensagem da Paz quando têm rostos e referências objectivas, como o Dalai Lama, Ximenes Belo e outros.
A publicação de novo livro sobre outros Nobel da Paz, segundo pudemos apurar, é uma hipótese com elevada possibilidade de concretização.





Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Município assegura Creche gratuita a partir deste ano letivo2022-09-13
Município entregou jogo didático sobre as “Invasões Francesas” a alunos do Agrupamento de Escolas 2022-06-03
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Festa de Natal da Escola Básica veio até à “Vila Natal”2019-12-17
Homenagem a Sophia de Mello Breyner Andresen. Crianças do Ensino Básico assistiram ao espetáculo “Para Ti, Sophia”, numa produção da ACERT.2019-05-09
Semana Europeia do Desporto Escolar em Mortágua 2022-09-30
Câmara Municipal reuniu com restaurantes aderentes ao XIII Fim de Semana da Lampantana2022-09-29
Novo Reservatório reforça abastecimento de água às povoações da Sobrosa e Vila Meã da Serra2022-09-26
Lançado concurso para a nova Praça de Táxis 2022-09-26
Município fixa IMI na taxa mais baixa e devolve totalidade da participação no IRS. Famílias com filhos beneficiam ainda de dedução em sede de IMI 2022-09-26


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade