Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
novembro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice > Cultura 



Poesia sensorial na Biblioteca Municipal

2008-01-17
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

Descobrir o prazer da leitura

A Biblioteca Municipal de Mortágua acolheu no passado dia 11 (sexta-feira) um Workshop de Poesia Sensorial que teve como público-alvo alunos do 12ºano da Escola Secundária Dr.João Lopes de Morais, de Mortágua. Esta actividade foi dinamizada no âmbito do Programa de Itinerâncias de Promoção da Leitura da Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas, que tem como objectivo incentivar os hábitos de leitura.

Durante cerca de uma hora, o autor, Paulo Condessa, interpretou à sua maneira poemas de vários autores e do próprio para tentar mostrar aos alunos toda a riqueza sensorial que encerra um texto, um poema, uma palavra, todo um mundo de sensações que está para além da chamada leitura puramente técnica, racional ou intelectual, da simples compreensão e absorção de conteúdos.
“O que nós somos também é feito a partir do que sentimos e de como estamos, e não só daquilo que podemos chamar o saber externo. É fundamental aprender a ouvir o nosso corpo, as nossas sensações, fazer uma leitura que permita às pessoas desenvolverem-se mais, encontrarem-se mais dentro da sociedade, partilharem mais, auto-reconhecerem-se, darmo-nos melhor uns com os outros”, diz.

As palavras são como portas que se abrem para novos mundos, interiores e exteriores. Mundos de imagens, sons, cheiros, sabores, sensações, que nos remetem para o mundo, para a natureza, para a sociedade. A partir de alguns poemas o autor transportou os jovens numa viagem pelo interior do coração, de uma caixa, em que cada um tentou imaginar o que vê, o que há lá dentro. Os alunos não foram meros espectadores, também foram actores em alguns momentos, partilhando experiências sensoriais através de sugestões de leitura.
“Se estivermos com atenção a ler ou a ouvir um texto fazemos essa viagem interior, que é diferente para cada pessoa e essa diferença é realmente interessante”. O mesmo poema, o mesmo texto, pode ser sentido e vivido de maneiras completamente diferentes, dependendo do estado em que se está, do dia, da história de vida de cada um.

A leitura como um mundo de muitas portas...

Segundo o autor “toda a literatura é um espelho em que nos revemos ou projectamos. É o nosso écran, para nós podermos ver o que temos cá dentro, é uma forma de pôr cá fora aquilo que está cá dentro, quer quando somos nós a escrever ou outra pessoa. Isso ajuda a pessoa a desenvolver-se ou a reconhecer-se ou não em determinadas coisas”, explica.

Paulo Condessa destaca que o acto de ler e escrever deve ser um prazer, um hobby e não uma coisa obrigatória. Explicando “ desde a escola somos socializados de que ler e escrever é uma obrigação. É preciso tirar esse peso e mostrar que essas actividades também podem servir para uma pessoa se divertir, sentir ou para o que ela quiser”. Acrescentando que” uma pessoa desenvolve muito mais as suas capacidades se não se sentir obrigado”. Libertem a mente, soltem o imaginário, não tenham medo do ridículo, é a mensagem do autor.

Paulo Condessa é formado e pós-graduado em Ciências da Comunicação. Trabalhou durante alguns anos em Marketing e Publicidade, mas decidiu deixar essa área e enveredar por esta nova faceta, como autodidacta, desenvolvendo um método original de trabalho a que deu a designação de “orquestra de palavras”.



Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
“Tantos modos de ser carta” na Biblioteca Municipal 2019-11-26
Município atribui nome de Branquinho da Fonseca para patrono da Biblioteca Municipal2019-02-19
Orquestra Clássica do Centro, acompanhada por Rafaela Monteiro, proporcionou espetáculo memorável2018-12-04
Mortágua acolheu Estágio Nacional de Karaté Shukokai2021-11-24
Lançamento do jogo “Napoleão - O princípio do fim”. Projeto envolve 13 municipios da Rede Temática das Invasões Temáticas em Portugal.2021-11-23
Escola Municipal de Natação de Mortágua participa no Circuito Municipal de Escolas de Natação 2021-11-22
Infraestruturas de Portugal executou obras de conservação na rede viária nacional que serve o concelho (EN234, EN334-1 e EN228)2021-11-16
Serviço de recolha de resíduos específicos 2021-11-15


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade