Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt


Mensagem do
Presidente


 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2022


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice > Cultura 



Marcos Históricos - Batalha do Bussaco. Mortaguenses assistiram à representação de “Renascer” - 1º ato.

2022-08-29
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

 

 

A Praça do Município foi palco no passado dia 27 do 1º ato da peça “Bussaco: da Invasão à Constituição”, que retrata os tempos vividos pelas gentes de Mortágua após a Batalha do Bussaco. Com o título “Renascer”, este espetáculo está integrado na programação cultural em rede dos “Marcos Históricos: Invasões Francesas - a encruzilhada do Bussaco”, um projeto que une os Municípios de Mortágua, Mealhada e Penacova no âmbito desta temática.

A representação da peça esteve a cargo do Teatro Experimental de Mortágua, que convidou ainda alguns jovens para se associarem ao elenco, com encenação de Sandra Henriques e produção da Associação Escolíadas. No total estiveram em palco 16 atores, entre crianças, jovens e adultos.

Este primeiro ato não tem falas, sendo construído quase na sua totalidade por movimento, som e luz, e algumas projeções de imagens e pequenos textos que ajudam a contextualizar a época e o ambiente histórico.

Sandra Henriques, a encenadora da peça, refere que este primeiro ato retrata o regresso às aldeias após a batalha e a partida dos franceses. O regresso a casa das pessoas, dos soldados que não morreram em combate. "Nesta peça quisemos focar-nos sobretudo nas populações, nas gentes de Mortágua, é uma ficção baseada em factos e relatos da época, sobre o que as pessoas terão presenciado, vivido e sofrido. Mas é também o regresso da esperança, o renascer das cinzas, simbolizado no reencontro do soldado português com a sua familia e no batismo do filho recém-nascido. Daí o título “Renascer” deste 1º ato”.

A Vereadora da Cultura, Ilda Matos, agradeceu a participação do Teatro Experimental de Mortágua e de todos os envolvidos na peça, a sua dedicação e empenho nos ensaios e na representação, e sublinhou a importância de se evocar e enfatizar o drama das populações do concelho, todo o horror de uma guerra, bem como a bravura que demonstraram, quer combatendo os exércitos napoleónicos quer suportando as agruras causadas pela guerra. Normalmente, disse, “é dado mais enfoque à visão militar, ao confronto dos exércitos no terreno, e fica esquecido o outro lado da guerra, que tem a ver com as populações, o que viveram e sentiram antes e depois da batalha, a sua resistência e luta pela sobrevivência”. As pessoas fugiram para a serra, para a floresta, levando os poucos bens que tinham, e quando regressaram às suas aldeias encontraram um cenário de destruição, saque, e tiveram de enfrentar a fome, o frio e a incerteza dos dias. Recomeçar do zero.

No final há uma mensagem de esperança, simbolizado no nascimento de uma criança em plena guerra, que terá ocorrido numa aldeia do concelho no dia 26 de setembro (véspera da Batalha do Bussaco), segundo registo paroquial da época.

A peça é composta por 3 atos, decorrendo os próximos no dia 3 em Penacova (Mirante Emídio da Silva, às 21h30) e no dia 18 na Mealhada (Cineteatro Messias, às 17h30). No dia 24 de setembro haverá a apresentação integral dos 3 atos, no Luso.

O projeto "Marcos Históricos: Invasões Francesas - a Encruzilhada do Bussaco", integra a programação cultural em rede dos Municípios de Mortágua, Mealhada e Penacova, sendo este último Município a entidade líder do mesmo. A Batalha do Bussaco é o mote para esta programação cultural em rede, que associa a História, a Cultura e o Património, tendo por objetivo promover um produto turístico diferenciador, com base no património cultural, na herança comum, na identidade e vivências das suas populações, e envolvendo nesse processo dinamizador as pessoas, os agentes culturais e as Associações dos três territórios.

 

 


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Assinado protocolo de adesão da Marmeleira à Rede “Aldeias de Portugal”2022-05-31
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
“Tantos modos de ser carta” na Biblioteca Municipal 2019-11-26
Município atribui nome de Branquinho da Fonseca para patrono da Biblioteca Municipal2019-02-19
Semana Europeia do Desporto Escolar em Mortágua 2022-09-30
Câmara Municipal reuniu com restaurantes aderentes ao XIII Fim de Semana da Lampantana2022-09-29
Novo Reservatório reforça abastecimento de água às povoações da Sobrosa e Vila Meã da Serra2022-09-26
Lançado concurso para a nova Praça de Táxis 2022-09-26
Município fixa IMI na taxa mais baixa e devolve totalidade da participação no IRS. Famílias com filhos beneficiam ainda de dedução em sede de IMI 2022-09-26


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade