Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt


Mensagem do
Presidente


 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
agosto 2022


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Mercadinho de Natal trouxe doçarias, decorações e artesanato à Praça do Município

2021-12-14
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

 

A Praça do Município recebeu no passado dia 12 o já tradicional Mercadinho de Natal, organizado pela Comissão de Finalistas da Escola Secundária, e com a colaboração do Município de Mortágua.

Estiveram presentes mais de duas dezenas de expositores, com as suas bancas de venda, onde os visitantes podiam encontrar os bolos e doces típicos da época, artigos de decoração, bem como artigos de artesanato, de fabrico manual e executados com materiais diversos, nomeadamente pedra, gesso, barro, tecido, madeira, metais, entre outros.

Ao longo do dia o espaço foi animado com atuações musicais de jovens (Joana Loureiro, Luís Pedro, Lourenço Gomes), artistas (Magda Sofia) e Grupos locais (Coral Juvenil Sílvia Marques e Filarmónica de Mortágua), atuações de dança (Zumba), animação de rua (Teatro Experimental de Mortágua).

Na banca da Comissão de Finalistas, os bolos e crêpes fizeram sucesso: “Há pessoas que levam bolos inteiros, mas também vendemos sortidos de diferentes bolos. Está a correr bem, já vendemos as filhoses todas e os restantes bolos também têm tido muita procura”, contou Gabriela Gomes. “As pessoas como sabem que somos finalistas, que a banca é para angariação de fundos para a viagem de finalistas, até deixam ficar o troco, com o intuito de nos ajudarem”.

O casal Zélia Coelho e António Coelho, residentes no Coval (Mortágua) são presença assídua no Mercadinho. “Eu comecei a fazer artesanato a partir da reciclagem de papel e cartão, fui uma forma de ocupar o tempo livre. Inicialmente era só para ter em casa ou para oferecer a pessoas amigas”, contou Zélia Coelho. Incentivado pelo que via fazer, António Coelho descobriu também a sua veia artística: “Ele também quis ajudar mas não era bem isto que queria, até que um dia lhe ofereceram uma peça de xisto e ele achou aquilo interessante e quis experimentar fazer. Entretanto as coisas foram evoluindo, tomámos o gosto por este tipo de trabalho, e hoje percorremos as feiras que se realizam na região”.  

Manuela Carvalho é outra das presenças habituais. “Participo todos os anos, desde o primeiro Mercadinho”. Os trabalhos de rendas e bordados dão agora primazia às peças tradicionais da quadra, como os presépios, os anjos, os gnomos, os bonecos de neve, além das toalhas, napperons e panos com motivos natalícios. “Normalmente inspiro-me em imagens que vejo, depois dou o meu toque pessoal, faço alterações ao meu gosto”. A criatividade leva a combinar a utilização de tecido com outros produtos, como as bolotas, amêndoas ou avelãs, que servem para criar as figuras do presépio.

Celeste Melo, de Macieira, trouxe trabalhos que combinam tecido e cimento. “São peças decorativas, dão para pôr os guarda-chuvas, vasos com flores, arranjos florais, para várias utilidades. É tudo uma questão de gosto e imaginação”, explicou.

O evento teve a preciosa ajuda das condições do tempo, o famoso “sol de inverno”, que convidou as pessoas a sair de casa e a vir dar um passeio em familia até ao Mercadinho, com a expetativa de encontrar algo de interessante ou original, para si ou para oferecer como presente de Natal, ou simplesmente viver o ambiente natalício.

O presidente da Câmara Municipal manifesta satisfação pela forma como decorreu o evento, desde logo em termos do cumprimento das regras e recomendações em contexto covid. “O comportamento das pessoas foi exemplar”.

Ricardo Pardal deixa um agradecimento aos expositores, aos jovens e grupos locais que animaram o evento, bem como aos jovens finalistas pela excelente organização: “ É importante que sintam esta confiança e responsabilidade sobre eles, porque os vai ajudar na sua preparação para a vida, no seu crescimento como cidadãos”.

Ricardo Pardal salienta que o evento constituiu ainda “uma boa oportunidade de divulgar o trabalho dos nossos artesãos e de promover os nossos produtos locais”. 

E explica que que este ano, dada a situação pandémica na população jovem, foi decidido cancelar as diversões para os mais novos: “A Autarquia auscultou a autoridade local de saúde que recomendou a não realização dessas atividades, nomeadamente os insufláveis, e nós em consonância decidimos pelo seu cancelamento. Vamos ter esperança que no próximo ano já esteja tudo normal, e possamos proporcionar às nossas crianças os momentos de diversão que elas tanto gostam. Porque o Natal é das crianças, são elas a verdadeira magia do Natal”.

 


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Município agradece a todos os que participaram e colaboraram na Mortágua Viva`20222022-08-17
Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados brilhou na Volta a Portugal 2022-08-16
Abertura oficial da “Mortágua Viva”2022-08-10
João Matias bisa e dá segunda vitória àTavfer-Mortágua-Ovos Matinados na Volta a Portugal2022-08-08
“Mortágua Viva”: dias de festa que marcam o ritmo do concelho2022-08-04
Município de Mortágua aderiu a programa que capacita trabalhadores do setor do turismo2022-06-17
Município entregou jogo didático sobre as “Invasões Francesas” a alunos do Agrupamento de Escolas 2022-06-03
Assinado protocolo de adesão da Marmeleira à Rede “Aldeias de Portugal”2022-05-31
Apresentação Oficial do Rali de Mortágua. “Mortágua Arena” promete ser a grande atração da edição deste ano. 2022-04-22
Município promoveu Turismo Inclusivo na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) 2022-03-23


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade