Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Ensino Profissional - Escola Beira Aguieira entregou diplomas de formação a 129 alunos

2006-11-09
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua


Em cerimónia realizada no passado dia 4, no Teatro Club, a Escola Profissional Beira Aguieira, com sede em Mortágua, entregou diplomas a 129 formandos de vários cursos que concluíram com êxito a sua formação.

Os diplomados eram dos Cursos de Técnico de Turismo/ Profissionais de Informação e Animação Turística; Técnico de Sistemas de Informação e Técnico de Cinofilia, ministrados em Mortágua, e ainda aos Cursos de Técnico de Cozinha, Empregado de Bar, Empregado de Mesa e Técnico de Hotelaria/ Restauração, Organização e Controlo, do Pólo de Penacova.

O Auditório do Teatro Club encheu-se de público, com a presença além dos formandos, dos pais, familiares e amigos, que quiseram testemunhar este dia marcante na vida pessoal e académica dos recém-diplomados.

Neta cerimónia marcaram presença a Direcção da Escola, para além de diversas entidades convidadas, entre as quais o Presidente da Câmara Municipal, Dr. Afonso Abrantes, o Coordenador da Área Educativa de Viseu, Dr. Adelino Aido e o Cônsul de São Tomé e Príncipe, Dr. José Joaquim Diogo. A presença do Cônsul, em representação da Embaixada de São Tomé, deveu-se ao facto de alguns dos jovens diplomados serem oriundos de São Tomé.

“A vossa formação, os vossos conhecimentos, fazem falta em São Tomé e Príncipe”, afirmou o representante da Embaixada, que dirigiu ainda palavras de agradecimento e reconhecimento à EBA pela maneira como os estudantes são tomenses são acarinhados e apoiados.

Em representação da entidade proprietária da Escola, o Dr. João Fonseca referiu-se aos desafios que as escolas profissionais atravessam no actual contexto da oferta formativa e do mercado de trabalho, para dizer que as escolas profissionais têm de ser estruturas dinâmicas, que acompanham o mercado de oferta e procura de trabalho, adaptando-se e reconvertendo-se ás mudanças que vão acontecendo no Mercado. O futuro da EBA, afirmou, passa por oferecer cursos de alta empregabilidade, com inclusão de práticas efectivas de qualidade, exigência e excelência, que dificilmente possam ter a concorrência doutro tipo de ofertas de formação.

O Coordenador da Área Educativa de Viseu, que ali representou a Direcção Regional de Educação do Centro, deu os parabéns aos formandos e à Escola e felicitou a acção da Câmara Municipal no apoio que dá à Instituição e à Formação dos jovens.

A formação, disse, é uma realidade que resulta da globalização e da exigência mundial. “Só com uma população activa qualificada é possível fazer evoluir o nosso País”, enfatizou.

O Presidente da Câmara, depois de felicitar todos os formandos, incentivou-os a continuar a aprender, a trabalhar, a evoluir. “ Não se pode chegar a este ponto e ficar à espera que alguém nos bata à porta. Um diploma é uma ferramenta de trabalho que vos pode ajudar a vencer no mercado de trabalho, sendo certo que vão encontrar um mercado de trabalho muito exigente e competitivo”. Nesse mercado, salientou, “só os qualificados é que têm um lugar garantido”. Deixou ainda uma palavra de simpatia para os jovens são tomenses que frequentam a EBA, destacando a forma exemplar como se têm integrado na comunidade local e esta os tem recebido. Para dizer a propósito, “ temos também a obrigação de ajudar a formar e a desenvolver este país, para que estes jovens não precisem, no futuro, de vir para Portugal para obter uma formação”. Terminou com palavras de incentivo e felicidades para todos os formandos e respectivas famílias ali presentes.

A existência de um corpo docente estável, a qualidade do ensino ministrado e o acompanhamento do percurso dos formandos, quer durante a formação quer no período pós-formação, são alguns dos princípios que têm norteado e preocupado a Direcção da Escola e que explicam a boa imagem e reputação que tem no exterior.

A Escola Beira Aguieira foi fundada em 1990 e desde então já formou mais de 700 jovens em diversas áreas.

A missão da Escola é a preparação técnica e pedagógica de profissionais de nível intermédio, nas mais diversas áreas, tendo como objectivo final e fundamental a inserção na vida activa. Ao mesmo tempo, oferecendo cursos em áreas especializadas, o projecto pretende contribuir para a fixação de jovens quadros e o desenvolvimento da região onde está implantada.


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Primeira reunião do Executivo Camarário2021-10-22
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade