Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Exposição Coletiva “3 Mundos na Arte” reúne Pintura, Escultura e Fotografia

2019-11-06
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

Foi inaugurada no passado dia 5 a Exposição Coletiva “3 Mundos na Arte” que reúne trabalhos de Armando Martinez (Escultura), Eduardo Ortún (Pintura) e Barbara Nicolai (Fotografia). Os três artistas estiveram presentes no momento inaugural, a que se associaram algumas dezenas de pessoas.

O Dr. Machado Lopes fez a apresentação dos dois artistas galegos presentes nesta Exposição e destacou as obras que ambos têm espalhado por vários países, museus, coleções particulares, além das exposições individuais e coletivas. Referiu que Eduardo Ortún e Armando Martinez são “duas referências dignas de nota no campo das Artes”, “dois Mestres inventivos” que mercê da sua transcendente dinâmica, descoberta e criatividade, deixam a impressão digital gravada na tela e na pedra até aí informes, num encanto figurativo ou estilizado, em milagre (que os há...), milagre de fina subtileza e narrativa, em simbiose quase litúrgica”.

Teresa Branquinho, Técnica do Município, fez a apresentação biográfica de Barbara Nicolai, nascida na Alemanha, mas a residir há cerca de um ano em Mortágua.

O Vice-Presidente da Câmara, Paulo Oliveira, saudou a presença dos artistas e do público, e recordou que Armando Martinez e Eduardo Ortùn estão pela segunda vez em Mortágua a expor os seus trabalhos. Destacou, em particular, Armando Martinez, uma vez que este tem duas esculturas instaladas em espaços públicos de Mortágua, ambas com um forte simbolismo.

Quanto a Barbara Nicolai, referiu que é já uma cidadã e artista mortaguense, pois vive atualmente em Mortágua, sendo uma mais valia contar com a sua criatividade e sensibilidade artística.

Deixou ainda um agradecimento ao Dr. Machado Lopes, e à sua esposa, Noémia Lopes, que além de serem dois amigos de Mortágua, são também presença assídua e colaboradores nas atividades culturais do Município.

Armando Martinez, Escultor galego, tem a sua obra espalhada ao longo duma ativa carreira internacional, estando presente com um largo número de obras públicas em diversos países, nomeadamente em Espanha, Portugal, Itália e Escócia.

No nosso país tem já uma considerável e reconhecida presença em jardins e praças, numa clara demonstração da sua energia comunicativa e de um sentido de convivência, que tem produzido frutos no estreitamento de laços entre Portugal e a Galiza.

A escultura de Armando Martínez é uma síntese de classicismo e romantismo. Ama as curvas, as formas envolvidas e meramente sugeridas. “A linha curva é romantismo, sensualidade, pede para ser tocada e acariciada, ao passo que uma linha reta é algo frio, matemático. E a escultura é sempre para tocar, acariciar”, refere.

Nunca detalha rostos, se bem que se envolve constantemente com a figura humana e com o nú, que estiliza e simplifica.

Em Mortágua tem dois trabalhos expostos, a saber, o Monumento de Homenagem ao Emigrante, e a Escultura de Homenagem aos Peregrinos, localizados, respetivamente, na rotunda do Emigrante e adro da Igreja Matriz de Mortágua.

Eduardo José Ortún, de origem riojana e residente na Galiza, foi Engenheiro Naval e Funcionário Superior da Organização das Nações Unida para a Agricultura e Alimentação (FAO). Passou pelos estaleiros de Viana do Castelo (onde contribuiu no inovar da frota bacalhoeira), pelo Chile, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Brasil, Estados Unidos da América. Iniciou-se no mundo da pintura e na modalidade de aguarela, em finais dos anos 60, quando se encontrava a estudar na Universidade de Washington, Seattle (USA). A esta época pertencem cerca de 60 obras que se encontram repartidas em coleções particulares por diversos países como Espanha, América Latina e Estados Unidos.

De regresso a Espanha, na década de 80, pinta paisagens a óleo sobre tela e madeira e nos anos 90 o tema mais frequente é a Natureza Morta. Centenas de obras desta época encontram-se disseminadas por Espanha, Itália e Portugal.

A partir de 2001 ocorre uma mudança total na sua pintura, com estilo absolutamente pessoal e colorista, como se pode observar na sua obra atual, em que os motivos são sobretudo paisagens. “ Nada do que está aqui pintado existe. É uma pintura que sai da minha mente, são imagens gravadas na minha imaginação”, diz.

Barbara Nicolai nasceu numa pequena vila alemã junto ao Mar Báltico, alguns anos após a II Guerra Mundial, em condições difíceis.

No seu percurso educativo, encontrou uma série de bons professores que, desde cedo, a despertaram para o mundo da arte. Aprendeu muito sobre arte, artistas e história da arte. Era uma criança introvertida e calma, dedicada à leitura. Muitos adultos apoiavam a sua paixão oferecendo-lhe livros, que lhe proporcionaram acesso a um vasto conhecimento e a uma visão geral da cultura e história europeias.

Frequentou uma escola pública com alunos de diferentes partes do globo, onde desenvolveu competências gerais, mas valiosas, sendo a que considera mais importante a capacidade de ver as coisas ‘de cima’ e ‘ligar os pontos’.

A sua forma de captar a realidade, através da fotografia, mostra um gosto pela estética minimalista, pelos jogos de sombras, reflexos, sobreposições, texturas, que desafiam o espetador a fazer a sua própria leitura. E evidencia também a sensibilidade, a criatividade e a personalidade da artista.

A Exposição está patente ao público até ao dia 30 de Novembro.


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Mortágua foi palco do espetáculo comunitário “O Caldo – Contar de Ouvido”2021-10-06
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade