Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Mortágua integra projeto de cooperação transfronteiriço que quer promover as rotas das Invasões Napoleónicas

2019-07-10
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

Decorreu hoje, no Museu Militar do Bussaco, a apresentação pública do projeto NAPOCTEP, um projeto de cooperação transfronteiriço que visa promover o legado histórico, de Portugal e Espanha, relacionado com as Invasões Napoleónicas.

A cerimónia de apresentação contou com a presença de um conjunto de autoridades e representantes culturais de Portugal e Espanha, entre eles o presidente da CIM Região de Coimbra, José Carlos Alexandrino, o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro, o presidente da Câmara Municipal de Mortágua, José Júlio Norte, o presidente da Câmara Municipal de Penacova, Humberto Oliveira, o diretor do Museu Militar do Bussaco, Luís Albuquerque, o diretor de Turismo da Junta de Castilla y León, Javier Ramírez e o presidente da Entidade Regional Turismo do Centro, Pedro Machado.

Já ontem a comitiva vinda de Espanha teve oportunidade de visitar alguns locais emblemáticos da nossa região ligados à passagem das Invasões e à Batalha do Bussaco, como o Posto de Comando de Wellington, o Posto de Comando de Crawford, em Sula, o Posto de Comando de Massena, na Moura, o Centro de Interpretação “Mortágua na Batalha do Bussaco”. Foi também visitado o Palace Hotel do Bussaco, que contem painéis em azulejo que representam cenários da batalha, e o convento das Carmelitas Descalças, onde supostamente ficou aquartelado o General Wellington e as suas tropas.

O projeto NAPOCTEP foi recentemente aprovado pelo Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça Espanha-Portugal Interreg POCTEP e visa desenvolver um produto turístico diferenciado e sustentável baseado na rica herança cultural relacionada com as Invasões Francesas.

Pretende valorizar o património cultural da época Napoleónica, através de rotas que estão numa área que abarca a Região Centro de Portugal e as províncias castelhano-leonesas de Espanha, gerando um produto cultural e turístico inovador, atrativo e gerador de atividade económica e emprego. Pretende-se, nomeadamente criar um produto turístico reconhecido; unificar a imagem de marca, sinalética, marketing; criar e ordenar uma agenda de eventos (recriações históricas, mercados, conferências, etc.); integrar Associações Culturais, Universidades, Empresas, e promover o produto nos mercados nacionais e internacionais.

O projeto terá uma duração prevista de dois anos, com um investimento total de 711 mil euros e um apoio FEDER que ascende a cerca de 533 mil euros.

A CIM Região de Coimbra será a líder do projeto que conta com a participação de parceiros portugueses (Entidade Regional de Turismo do Centro, CIM Beiras e Serra da Estrela e Associação para o Desenvolvimento Turístico e Patrimonial das Linhas de Torres Vedras) e espanhóis (Fundación Siglo para el Turismo y las Artes de Castilla y León, Fundación Santa María la Real del Patrimonio Histórico, Sociedad Mercantil Estatal para la Gestión de la Innovación y las Tecnologías Turísticas SEGITTUR e Fundación Finnova).

O objetivo é criar uma série de rotas napoleónicas numa área que inclui a região Centro de Portugal (Beiras e Serra da Estela) e as províncias castelhano-leonesas do Oeste (Salamanca, Zamora, Valladolid, León e Ávila).

O presidente da Câmara Municipal de Mortágua, afirma que este projeto representa o início do processo de internacionalização da rota do Bussaco e da sua integração nos “Napolen Destinations” do Conselho da Europa.  

Um projeto que permite criar um novo vetor de desenvolvimento turístico do concelho e da região centrado nas rotas napoleónicas, associando e potenciando outros pontos de interesse e visita, como a natureza, o património, a gastronomia.

Júlio Norte salienta a cooperação entre os dois países, Portugal e Espanha, em torno de um objetivo comum, a valorização do património histórico e cultural que une os dois países. “Vivemos num mundo global e o desenvolvimento da nossa região, à semelhança do que se passa com muitas das empresas que temos no nosso concelho, que são exportadoras quase a 100%, tem de ser encarado também, e cada vez mais, a uma escala global”.

 


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Mortágua foi palco do espetáculo comunitário “O Caldo – Contar de Ouvido”2021-10-06
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade