Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Recolha seletiva. Mortágua com 7 “ilhas ecológicas” e mais 59 ecopontos

2019-06-28
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

 

 

O concelho de Mortágua passou a contar com ecopontos subterrâneos para recolha seletiva e indiferenciada de resíduos urbanos, também conhecidos pela designação de “ilhas ecológicas”.

Os novos equipamentos foram inaugurados hoje, dia 28, com a presença do presidente do Conselho Diretivo da Associação de Municípios da Região do Planalto Beirão (AMRPB), Mário Loureiro, Secretario Executivo, José Portela, presidente da Câmara Municipal, Júlio Norte, e técnicos daquela Associação.

As sete “ilhas” estão distribuídas pela zona urbana de Mortágua e Vale de Açores, e situadas em locais estratégicos  e de fácil acessibilidade para todos os utilizadores.

Cada “ilha” é constituída por quatro reservatórios, para resíduos domésticos indiferenciados, cartão/papel, plástico/metal e vidro, possuindo maior capacidade que os tradicionais contentores. No caso do papel e das embalagens, essa capacidade é de 5000 litros, e do vidro é de 3000 litros.

Além da maior capacidade, estes equipamentos permitem uma melhoria em termos de higiene pública, uma vez que os resíduos são colocados no subsolo, beneficiando a paisagem urbana.

Mais 59 ecopontos de superfície

O investimento total associado a estes equipamentos é de 188.559,00 euros, cabendo ao Município de Mortágua uma comparticipação de 63.046,76 euros, equivalente a 15% daquele investimento. No que respeita aos ecopontos de superfície, foram atribuídos mais 59 conjuntos ao município de Mortágua, sendo o investimento total de 90.131,94 euros, cabendo também ao Município idêntica comparticipação.

Este investimento faz parte integrante de uma operação candidatada pela Associação aos fundos comunitários do POSEUR (Programa Operacional para a Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos). A operação representa um investimento total de 21 milhões de euros, já depois de ter sido reprogramada face aos prejuízos dos incêndios de 2017.

Esse investimento abrange o aumento da capacidade instalada, nomeadamente ecopontos enterrados, semi-enterrados e de superfície, a aquisição de 20 viaturas para recolha e transporte, modernização e beneficiação da Central de Triagem de resíduos de embalagens provenientes dos 19 municípios da AMRPB no âmbito da recolha seletiva, a beneficiação da Estação de Transferência de resíduos de embalagem, situada em Vouzela, um Plano de Sensibilização Ambiental a promover em toda a região, com a garantia de entrega gratuita de um ecoponto modular em todos os lares, como forma de incentivar a recolha seletiva.

A operação contempla um investimento de 4 milhões de euros para os ecopontos enterrados, num total de 188 baterias, além de 1545 ecopontos de superfície e 77 ecopontos semi-enterrados, permitindo a quase duplicação da cobertura anteriormente existente.

Mortágua com elevada capitação (kg por habitante) em termos de recolha seletiva

Mário Loureiro, presidente do Conselho Diretivo da AMRPB, referiu que a Associação aproveitou este investimento na recolha seletiva para fazer também uma intervenção ao nível dos resíduos indiferenciados. “Para que não tivéssemos uma recolha moderna na parte seletiva e os contentores antigos nos resíduos indiferenciados. Assim há uma uniformização de equipamentos, com vantagem em termos de aspeto visual, qualidade ambiental, e sinergias em termos de redução de custos”, explicou.

O presidente da Câmara Municipal, Júlio Norte, sublinha a importância deste investimento e da aposta da AMRPB na recolha seletiva, contribuindo para o aumento da reciclagem e valorização dos resíduos. “Mortágua já é um dos concelhos do Planalto Beirão com capitação mais elevada de recolha de lixo seletivo. É algo que nos deixa muito orgulhosos, porque significa que as nossas populações se preocupam com a conservação da natureza, o ambiente e a poupança de recursos”. E acrescenta: “Estes novos equipamentos são um forte contributo para reforçar esse posicionamento, mas temos de continuar o trabalho de sensibilização, nomeadamente nas escolas e junto dos jovens”.

Júlio Norte destaca os ganhos em termos ambientais e paisagísticos que resultam deste investimento: “evitam-se os problemas dos odores, dos resíduos depositados fora dos contentores, há uma qualificação do espaço público, que não deixa de ser importante”. Adianta ainda que os ecopontos já existentes nos locais de implantação dos novos equipamentos, serão aproveitados e relocalizados em novas zonas onde haja menos cobertura deste serviço.

As sete ilhas ecológicas estão localizadas nos seguintes locais:
. Rua da Escola - Vale de Açores
. Alameda João Ferreira Frias Gouveia – Vale de Açores (junto ao Largo da Feira)
. Alameda da Igreja - Mortágua
. Rua Padre Moderno - Mortágua
. Rua Luís de Camões - Mortágua
. Rua da Gandarada - Mortágua
. Vale de Remígio

 

 


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Primeira reunião do Executivo Camarário2021-10-22
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade