Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Obra do conceituado artista Odeith. Mural artístico pretende mostrar diferença entre arte urbana… e vandalismo

2019-06-26
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

A arte urbana chegou também a Mortágua. Uma pintura mural que retrata a célebre “Batalha do Bussaco” passou a ilustrar um talude na entrada nascente de Vale de Açores, no final do viaduto.

A obra é da autoria de Odeith (nome artístico), um renomado e multipremiado artista a nível nacional e internacional, com obras realizadas em todo o Mundo. Natural da Damaia (Amadora), Sérgio Odeith fez um percurso de evolução no grafiti, aprendeu, desenvolveu e criou um estilo próprio, sendo hoje considerado um dos melhores artistas do mundo na arte dos graffiti.

Em Portugal é autor de inúmeras obras, algumas das quais retratam figuras de relevo nacional, como Fernando Pessoa, Amália Rodrigues, Eusébio, Vasco Santana, Carlos Paredes, Zeca Afonso, Nicolau Breyner, entre outras. Entre as figuras de dimensão mundial que já retratou pode-se enumerar o cantor Louis Armstrong, o ativista Martin Luther King, o pugilista Muhammad Ali. No estrangeiro, podemos encontrar obras da sua autoria em lugares como Austrália, Estados Unidos, Europa, Dubai, Israel, América do Sul. “Já fiz tantas obras que já não me lembro de todos os lugares onde se encontram”, conta.

Los Angeles, Charleston, Lexington, Louisiana, Kentucky, Carolina do Sul, são alguns dos locais nos Estados Unidos onde já deixou a sua marca. No seu currículo contam-se também obras executadas para grandes marcas comerciais, como Coca-Cola, Samsung, Shell, Microsoft. Para o canal História recriou a visão apocalíptica do “Fim do Mundo”.

Muitas das suas obras recorrem à técnica da ilusão ótica, à dimensão tridimensional, um trabalho a que é dado o nome de arte “anamórfica” ou anamorfose. Uma técnica que combina ângulos, linhas e sombras para dar o efeito extraordinário do híper-realismo, a impressão das imagens estarem em movimento ou a saltarem das paredes.

Segundo o artista, a arte urbana veio para ficar. “É uma coisa que com o tempo se foi tornando popular, há 20 anos atrás era impensável alguém ser convidado para pintar uma parede de um edifício, um comboio. Os artistas começaram também a construir um tipo de arte mais elaborado, mais criativo”.

Durante a execução do trabalho, que durou uma semana, o artista teve oportunidade de ver a reação do público. “As pessoas quando aqui passavam faziam gestos de aprovação, paravam para ver, tiravam fotos. Esse reconhecimento é o mais importante para o artista”, diz.

O desafio lançado ao artista pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Mortágua (CPCJ) teve um objetivo pedagógico, o de sensibilizar os jovens para o que é verdadeiramente arte urbana ou “street art” e mostrar que por detrás dela existe técnica, estudo, mensagem e enquadramento na paisagem envolvente. Quando assim não acontece, estamos perante mera poluição visual e ambiental. Sendo feitas em edifícios públicos, sem autorização, traduzem-se ainda num ato de puro vandalismo, configurando um crime público punido por lei. Enquanto a arte urbana valoriza o espaço público, os autores de “rabiscos” e “pixagens” limitam-se a sujar paredes, a causar danos no património, sendo necessário esclarecer que nada disso é arte.

No mural agora executado, além do trabalho artístico e criativo, há que mencionar os elementos simbólico e cultural, associados à representação de uma parte importante do passado e da memória coletiva dos Mortaguenses (a passagem das Invasões Napoleónicas no concelho).

 


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Primeira reunião do Executivo Camarário2021-10-22
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade