Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Mortágua comemorou os 45 anos do 25 de abril com programa cultural

2019-04-30
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

Um espetáculo cénico multidisciplinar e a atuação de um grupo de Canção de Coimbra, marcaram as comemorações do 25 de Abril em Mortágua. 

O Município de Mortágua assinalou os 45 anos do 25 de abril com um programa cultural que constou de dois momentos, um cénico e artístico, e outro musical. Os dois espetáculos tiveram lugar na noite de 24 para 25, no Pavilhão Municipal. Inicialmente os espetáculos estavam para ser realizados na rua, mas devido às condições atmosféricas, foi necessário recorrer a um espaço coberto e adequado à montagem da estrutura cénica, de grandes dimensões.

O espetáculo “InSomnio”, apresentado pela Companhia Teatro do Mar, versa sobre o sono e o sonho e junta teatro físico, acrobacia aérea, vídeo e música. O público assistiu a um espetáculo intenso, forte, centrado na linguagem corporal e visual.Uma cama gigante serve de palco a uma performance sobre o sono e o que o invade: as insónias.

Com paisagens de silêncio e plenitude, é uma busca de reconhecimento e equilíbrio entre o corpo e o espírito, o peso e a leveza, a escuridão e a luz, o esquecimento e a memória. Um espetáculo sobre a exposição da imensa beleza da fragilidade humana e a efemeridade da existência.

Este espetáculo surgiu no âmbito do ciclo "Coimbra Região de Cultura", promovido pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra.

Após este espetáculo seguiu-se a atuação do Grupo Fidelis, que interpreta temas da Canção de Coimbra. Formado por Jorge Rodrigues (voz), natural de Mortágua, Paulo Bessa (viola) e Basílio Fernandes (guitarra portuguesa), interpretou temas clássicos da canção de Coimbra, que foram cantados por autores como Zeca Afonso, Adriano Correia de Oliveira, Edmundo Bettencourt, Ângelo Araújo. Foram ainda interpretados dois temas instrumentais de Carlos Paredes. A atuação finalizou com a famosa Balada da Despedida do 6º Ano Médico de 1958" (Coimbra tem mais encanto), da autoria de Fernando Machado Soares.

Antes do tema final, o presidente da Câmara Municipal, Júlio Norte, dirigiu algumas palavras alusivas à comemoração dos 45 anos do 25 de abril, e prestou homenagem a toda uma geração de homens e mulheres, militares, movimentos académicos, intelectuais, músicos, políticos e ativistas, que lutaram contra a ditadura e fizeram de Portugal um país livre e democrático. “ É graças a esses homens e mulheres que hoje estamos aqui, a respirar a liberdade”.

Júlio Norte afirmou que a “Revolução dos Cravos” foi um momento marcante da nossa história, que pôs fim a mais de quatro décadas de opressão, perseguição e censura. “Quem viveu aquele dia não esquece, foi um momento de grande emoção e alegria coletiva. E quando recordamos hoje, essa emoção, essa alegria da liberdade, vem ao de cima”.

Júlio Norte afirmou que o 25 de abril de 1974 “é uma data que todos devemos ter presente, que não pode ser esquecida”, e que é necessário transmitir a mensagem às gerações mais novas, que não viveram esse acontecimento, e por essa razão, não o valorizam tanto, “que se hoje vivem num ambiente de liberdade, essa liberdade foi arduamente conquistada, com luta e sofrimento”, e que lhes cabe agora defender, preservar e renovar esse legado de liberdade e democracia perante a ameaça dos novos populismos e extremismos.

O espetáculo finalizou com um “eferreà”(hino académico) e vivas ao 25 de Abril.

«Esta é a madrugada que eu esperava
O dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
E livres habitamos a substância do tempo»

Sophia de Mello Breyner Andresen, in ‘O Nome das Coisas’

 


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Primeira reunião do Executivo Camarário2021-10-22
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade