Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Biblioteca Municipal promoveu Jantar Literário

2006-03-02
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua
Na comemoração do seu 2º Aniversário


O jornalista Carlos Pinto Coelho foi o convidado especial de um Jantar Literário que a Biblioteca Municipal promoveu no passado dia 1 de Março, inserido nas comemorações do seu segundo aniversário de funcionamento.



O programa teve início às 18h30, com um encontro com o jornalista, na Biblioteca Municipal, durante o qual fez uma apresentação do seu livro de fotografias - “A Meu Ver”. Esta apresentação, para o público em geral, foi acompanhada com a projecção de algumas das fotos constantes do livro, comentadas pelo autor. Antes do seu início, o Coral Juvenil Sílvia Marques brindou o convidado e o público com alguns números do seu reportório.
Jornalista de profissão, Carlos Pinto Coelho desempenhou as funções de repórter do Diário de Noticias, Director Executivo da Revista Mais, Director-Adjunto de Informação e, depois, Director de Programas da R.T.P. A partir de 1994 foi autor e apresentador do programa cultural diário de TV “Acontece”, experiência que depois estendeu à Rádio (TSF), a partir de 1998, com o programa “Agora...Acontece!”.
Fotógrafo apaixonado, mas – insiste - amador, realizou já, desde 1992, cerca de 40 exposições em todo o país e no estrangeiro. É autor do livro “A Meu Ver”, que reúne dezenas de fotos captadas em países da Europa, África, Ásia e América, acompanhadas de textos inéditos de figuras da via pública portuguesa, como José Saramago, Miguel Sousa Tavares, Sérgio Godinho, Mário Cláudio, Oscar Lopes, entre outros.


Pelas 20 horas teve início o Jantar Literário, subordinado ao título “Almeida Garrett – Viagens na Cozinha Portuguesa”, que decorreu no Centro de Animação Cultural. A iniciativa despertou bastante interesse, a ver pelo número de inscritos, cerca de 80, que esgotaram a capacidade da sala. Para um dia de semana e tendo em conta que houve pessoas que já não conseguiram inscrever-se, dada a limitação do espaço, a adesão não poderia ter sido melhor.
O jantar foi animado com a participação do Dr. Paulino Mota Tavares, um investigador e especialista em história gastronómica. Tem várias obras publicadas sobre gastronomia, incluindo um livro com o título que deu mote ao jantar. Este historiador levou os presentes numa viagem pelos saberes e sabores dos textos garrettianos, mostrando assim a forte ligação entre as tradições literária e gastronómica. O Dr. José Machado Lopes e a Drª. Noémia Machado Lopes, trajados à época, dramatizaram textos e recriaram o ambiente do século XIX.
Este não foi um jantar normal. Sendo um jantar “literário”, a confecção e apresentação da ementa procurou combinar as duas artes, a gastronomia e a literatura. O lugar nas mesas era identificado a partir do nome de obras de escritores do Romantismo. A ementa era composta por pratos, aperitivos, sobremesas, bebidas e digestivos referenciados nas obras de Garrett: as favas estufadas, a vitela assada, o arroz doce, o licor de ginja, o Vinho do Porto, os chás, etc. A cada iguaria ou bebida estava associada um texto alusivo. Realizado pela primeira vez, o Jantar Literário constituiu um serão muito agradável e uma magnífica organização da Biblioteca Municipal. Não é todos os dias que se pode usufruir, de uma só vez, de alguns dos maiores prazeres da vida, como são uma boa refeição, uma boa literatura e uma boa conversa. E à volta de uma mesa as conversas têm outro sabor...

“Esperava-nos com efeito, em casa do nosso bom hóspede, nos régios paços de Afonso Henriques, um esplêndido jantar, a que assistiram quase todos os cavalheiros da terra. Não quero dizer as notabilidades, por ser palavra peralvilha a que tenho invencível zanga. As iguarias, de legítima escola portuguesa, não menos saborosas e delicadas por aparecerem estremes de sautés e salmis estrangeirados... Foi largo e alegre o jantar.”
Almeida Garrett – in “Viagens na minha Terra”


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Rali de Mortágua vai decidir o Campeão Nacional de Ralis.2021-10-26
Mundiais de Pista. Ciclista Iúri Leitão sagrou-se Vice-Campeão do Mundo na prova de eliminação.2021-10-25
Primeira reunião do Executivo Camarário2021-10-22
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade