Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Conselho Municipal de Segurança fez balanço da “Época Oficial de Fogos”

2006-02-02
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua
O Conselho Municipal de Segurança de Mortágua esteve reunido no passado dia 27 de Janeiro. Nesta reunião, realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho, foi feito um balanço da actividade municipal de protecção civil e de combate a incêndios na finda “Época Oficial de Fogos”.
Em 2005 Portugal viveu uma situação de seca anormal e preocupante, com condições meteorológicas extremamente favoráveis à eclosão e propagação de incêndios, com valores de precipitação bastante baixos e períodos de seca prolongados, muitas vezes associados a ventos fortes. O que originou uma situação extraordinária em todo o país, a que não escapou a Região Centro, incluindo o concelho de Mortágua. Essas condições excepcionais fizeram com que se verificassem incêndios de alguma dimensão ainda antes da chamada “época oficial de fogos”, que decorre de 1 de Julho a 30 de Setembro. Foram os casos de dois grandes incêndios ocorridos no dia 28 de Fevereiro, em Santa Cristina e Vale de Paredes. Durante a “época oficial de fogos”, 79,5% do concelho esteve sujeito a risco de incêndio superior a “Elevado”, realçando-se o período de 8 a 15 de Julho, em que consecutivamente durante 7 dias, o índice de perigo de incêndio foi “Máximo”. Os dois maiores incêndios de 2005, ocorridos em Linhar de Pala, nos dias 19 de Julho e 17 de Setembro, registaram-se em dias de risco “Muito Elevado”.
Em consequência da conjugação desses factores adversos, o número total de ocorrências (23) excedeu a média dos últimos catorze anos e a área ardida (1527,4 ha) foi superior ao somatório de igual período. Perante a situação climatérica verificada, o Serviço Municipal de Protecção Civil decidiu prolongar as medidas especiais de prevenção até 15 de Outubro, ou seja, para além do período crítico. Esse dispositivo municipal de vigilância florestal envolveu brigadas móveis, no total 16 pessoas, que patrulharam a floresta 24 horas sobre 24 horas. No combate, para além dos meios humanos e materiais, foi também utilizado o Aeródromo Municipal. No que diz respeito às causas, a maior parte tem origem desconhecida, sendo no entanto de registar, que pelo menos 4 ocorrências tiveram início junto a linhas de transporte de energia eléctrica, o que poderá ter sido a causa provável da sua ignição.
A necessidade das preocupações relativamente a este problema dos incêndios florestais se estender a todo o ano e não apenas ao chamado período crítico, é uma das conclusões do relatório anual, já que a tendência é para termos verões mais precoces e prolongados, como se viu este ano. Por isso mesmo, este ano, caso as condições climatéricas sejam idênticas ao ano passado (seca), o dispositivo municipal de vigilância florestal poderá estar de prevenção mais cedo.


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Mortágua foi palco do espetáculo comunitário “O Caldo – Contar de Ouvido”2021-10-06
Concerto comemorativo dos 125 anos da Filarmónica de Mortágua2021-09-29
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade