Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural presidiu às comemorações do Dia do Município

2016-05-10
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

 

O Dia do Município foi comemorado no passado dia 5 de Maio, Feriado Municipal e tradicional dia da romaria ao Cabeço do Senhor do Mundo. Como tem sido habitual, o Município promoveu um programa para assinalar a efeméride, destacando-se a Sessão Solene, realizada no Centro de Animação Cultural, a qual foi presidida pelo Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Eng.º. Amândio Torres.

Na Mesa de Honra tomaram lugar, além do Secretário de Estado, o Presidente da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, o Presidente da Câmara Municipal, o Presidente da Assembleia Municipal e os Vereadores do Executivo Municipal.

Entre a assistência encontravam-se ainda vários Presidentes de Câmara da CIM da Região de Coimbra, Diretor do Centro Distrital de Segurança Social, representante da Direção Regional de Agricultura e Pescas, Presidentes das Juntas de Freguesias, Comandante do GNR de Mortágua, Comandante dos Bombeiros, representantes de Instituições e Associações Locais, além dos mortaguenses que quiseram associar-se a este momento significativo da vida ado Município. A presença dos autarcas da CIM deve-se ao facto de, no mesmo dia, ter-se realizado em Mortágua a reunião do Conselho da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra.

O Presidente da Assembleia Municipal, Afonso Abrantes, na sua intervenção, saudou a presença do Secretário de Estado e prestou-lhe público agradecimento e reconhecimento pela sua ação na decisão de projetos importantes que se desenvolveram no concelho nas áreas em que foi responsável, expressando a sua certeza “de que nestas importantes funções que agora exerce Mortágua pode contar com Vossa Excelência, considerando alguns projetos que se encontram pendentes no Ministério da Agricultura”.

O Presidente da Assembleia Municipal destacou alguns indicadores positivos do concelho, nomeadamente no que diz respeito ao volume de negócio e de exportações das empresas, ao índice de desenvolvimento do concelho, à taxa de desemprego, e tendo como comparação a realidade noutros concelhos do distrito. E ressalvou que esses indicadores são fruto da conjugação de vários fatores, destacando a capacidade das empresas, dos empresários e dos trabalhadores, a capacidade que o Município teve e continua a ter para realizar investimentos públicos e apoiar o investimento privado, em resultado de uma política financeira rigorosa, eficiente e bem programada. E em nome da Assembleia Municipal, reafirmou o compromisso de procurar favorecer os necessários consensos em torno de objetivos e projetos estratégicos para o concelho.

Na sua intervenção, o Presidente da Câmara Municipal, Júlio Norte, agradeceu a presença do Sr. Secretário de Estado, considerando-o como “um Amigo de Mortágua”, destacando toda a sua colaboração ao longo dos anos para a defesa da floresta do concelho, no âmbito das funções públicas que exerceu.

O Presidente da Câmara dedicou uma parte substancial da sua intervenção ao tema da floresta, dada a presença do responsável do Governo por aquela área e a importância estratégica que a floresta tem para a economia do concelho. Frisou que Mortágua é um concelho eminentemente florestal, com predominância do eucalipto, e criticou a posição extremista e radical dos que combatem esta espécie. Ao mesmo tempo manifestou a sua preocupação face à possível revogação do Regime Jurídico das Arborizações e Rearborizações e as suas consequências para a fileira do eucalipto. Segundo Júlio Norte, essa revogação do regime jurídico assenta em pressupostos e assunções erradas. “Esta fileira tem sabido aproveitar os recursos naturais de que dispomos a partir de uma espécie normal, de forma exemplar, responsável e em respeito pelo ambiente”, defendeu.

E lançou o repto aos “teóricos e radicais” para que se desloquem a Mortágua para sentir o que é verdadeiramente a floresta de eucalipto.

Por outro lado, sensibilizou o Secretário de Estado para o projeto Forest for Future, que junta numa parceria, vários municípios, entre os quais Mortágua, além da Universidade de Coimbra e Centro de Inovação e Competências da Floresta (SERQ), tendo no final feito a entrega de um exemplar desse projeto. 

O Presidente da Câmara chamou a atenção para os problemas do Interior do país e a necessidade de se fomentar a coesão do território.

Segundo Júlio Norte, a construção de uma autoestrada que sirva o eixo Coimbra/ Viseu/ Mangualde e a requalificação da Linha da Beira Alta, são dois investimentos decisivos e estratégicos para o desenvolvimento da região.

“Por muito esforço que possamos a fazer e temos feito, só podermos ser competitivos e ombrear em pé de igualdade com as empresas sediadas junto ao mar, quando forem ultrapassadas as assimetrias existentes entre Litoral e o Interior”, vincou.

Segundo Júlio Norte, está na altura de Portugal apostar, definitivamente, em políticas de desenvolvimento que fomentem a criação de riqueza, que por sua vez, é sinal de crescimento económico.

Júlio Norte referiu que o Município está a cumprir aquele que é um dos seus principais desígnios, a criação de riqueza /emprego, e adiantou que o Município já aprovou o Plano de Pormenor de Ampliação do Parque Industrial, procedeu à aquisição de cerca de 200 mil m2 de terreno e lançou o concurso para a execução da 1ª fase da infraestruturação, representando um investimento da ordem de 1, 5 a 2 milhões de euros.

A finalizar a sua intervenção, Júlio Norte reafirmou o empenho e compromisso do Município de lutar “por um concelho cada vez mais competitivo, dinâmico e atrativo, para investir e para viver”.

O Secretário de Estado agradeceu o convite para estar presente no Dia do Município e afirmou que conhece o concelho desde os anos 80, e ao longo dos anos pôde apreciar a mudança que se foi operando na ocupação florestal do concelho. Referiu números, 80% do território é ocupado com povoamentos florestais e cerca de 97% de eucalipto, sendo um dos concelhos com maior taxa de arborização de Portugal Continental e simultaneamente um dos que mais depende economicamente da floresta.

Amândio Torres destacou que a sustentabilidade da área florestal do concelho deve-se essencialmente a dois fatores: a operacionalidade e eficácia do sistema municipal de proteção da floresta, afirmando que se trata de um exemplo a nível nacional, e ao facto da floresta gerar rendimento. “Em Mortágua os agentes económicos são três em um: são produtores florestais, que arborizam e cuidam da sua floresta, são comerciantes, que compram e vendem material lenhoso, e são finamente operadores de exploração florestal. Melhor combinação não existe, certamente”.

O Secretário de Estado lançou o desafio ao Município de pensar e idealizar uma Sociedade de Gestão Florestal, cujo objetivo passaria por organizar proprietários, aumentar a produtividade e a rentabilidade de quem se dedica profissionalmente à fileira florestal. A figura está prevista no programa de Governo, e neste momento não há nenhuma criada em Portugal, e segundo aquele responsável do governo, “Mortágua é um centro de excelência para iniciar esse processo”, devido à sua superfície arborizada e ao peso económico da floresta.

Relativamente à Barragem do Lapão, outro dos assuntos levantados pelo Presidente da Câmara na sua intervenção, referiu: “Contamos a breve prazo poder ter um encontro com a Câmara Municipal, porque neste momento estamos a analisar a matriz para a decisão”. E acrescentou: “Temos de olhar para este problema com duas visões, a da racionalidade de uma intervenção e fundamentalmente a segurança de bens e pessoas”.

A Sessão Solene ficou ainda marcada pela distinção de funcionários do Município com a Medalha de Bons Serviços e a entrega de dois Louvores, a título póstumo, a dois funcionários do Município; a entrega da Medalha de Ouro de Mérito Municipal à empresa Elisa Nobre de Almeida, Unipessoal, Lda; e o lançamento da nova apresentação do livro “O Pelourinho de Mortágua”, da autoria do Dr. Assis e Santos.


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Mundiais de Pista. Ciclista Iúri Leitão sagrou-se Vice-Campeão do Mundo na prova de eliminação.2021-10-25
Primeira reunião do Executivo Camarário2021-10-22
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade