Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



David Vaz bisou na Maratona BTT de Mortágua. Mais de 300 atletas participaram no evento.

2016-03-21
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

 

David Vaz, da equipa Gnauk Kitchen Design/King Gates/Blisq Creative, foi o vencedor absoluto da Maratona BTT de Mortágua, realizada no passado dia 20. Foi o segundo triunfo consecutivo na prova, do atual Vice-Campeão Nacional de Maratonas e 2º da Taça de Portugal em 2015.

A prova, organizada numa parceria do Velo Clube do Centro e Município de Mortágua, contou à partida com cerca de 320 atletas, masculinos e femininos, e de vários escalões de competição. A prova estava divida em duas distâncias, a Meia-Maratona com 35 Km e a Maratona com 60 Km, com diferentes graus de exigência, nomeadamente em altimetria.

A partida da prova teve lugar na Praça do Município, pelas 9h00, seguindo-se um percurso que foi comum até aos 30 Km, passando pelo Barril, Vale de Paredes, Felgueira, Vila Gosendo, Vila Nova, Barril, Coval e Mortágua (Vila) Neste percurso destacou-se a descida do Cabeço do Senhor do Mundo.

Na zona do Coval deu-se a separação entre a Meia-Maratona e a Maratona. Os primeiros seguiram em direção à Praça do Município, enquanto os da Maratona cortaram para o Parque Verde, seguindo-se Vale de Açores, Póvoa, Povoinha, Vale de Remígio, Monte de Lobos, Vila Boa, Falgaroso da Serra, Macieira, Palinha, Moitinhal, Gândara e Mortágua.

Por causa da chuva que caiu nos dias anteriores, os atletas encontraram um piso pesado e com lama nalgumas zonas, o que obrigou a reduzir a velocidade e a tomar precauções redobradas, o que não impediu algumas quedas, mas sem consequências de maior. No entanto, como disseram muitos bttistas no final, o BTT é mesmo assim, tem os seus obstáculos, imprevistos, a sua dureza, tudo isso faz parte da adrenalina e prazer da prática do BTT.

O primeiro atleta da Meia-Maratona a chegar à meta foi Rúben Marques (Centro Pneus Reta do Campo Viseu), com o tempo de 1h34.03, seguido de Rafael Nunes, da mesma equipa com 1h37.27, e Jonny Carrione (Fullwear – RP TEAM, COM 1H38.01. Nos Femininos a mais rápida foi Cátia Alves (AMBikes Team Pro), com 2h23.42, seguida de Natália Silva (Centro Pneus Reta do Campo Viseu), com 2h35.05 e Filipa Rodrigues (Viseu 20001/ BTT 100 Rumo/ Go 4 Mobility), com 2h38.26.

Na Maratona David Vaz não deu hipótese à concorrência e completou o percurso em 2h32.14, seguido de João Gomes (Individual) com 2h49.50 e Jorge Santos (Ride My Bike) com 2h40.51.

Nos Femininos a vencedora foi Marina Leitão (Vasconha BTT Vouzela), com 3h.26.06., seguindo-se Liliana Almeida (Viseu 2001/BTT 100 Rumo/Go 4 Mobility), com 3h33.06, e Margarida Pinto (Ser e Parecer Pro Bike Team), com 4h01.02.

David Vaz afirmou que desde o início impôs um forte ritmo, mas vencer a prova não fazia parte dos seus planos. “Felizmente consegui ganhar, mas o meu objetivo era sobretudo treinar e preparar a Taça de Portugal”.

Marina Leitão, vencedora feminina na Maratona rainha

(60km), afirmou que foi uma “vitória sofrida”, devido ao cansaço que resulta da carga de treinos semanal, e felicitou a boa organização. “É já a quinta ou sexta vez que participo na Maratona de Mortágua e a organização nunca falha. Para mim é uma prova que está ao nível da Taça de Portugal”.

De uma forma geral, os atletas mostraram-se agradados com a organização, os trilhos, as marcações, e o apoio ao longo da prova.

Alguns atletas participaram pela primeira vez na prova de Mortágua e manifestaram a sua satisfação. “Foram uns colegas que já costumam participar que me aconselharam e decidi vir experimentar. Não estou nada arrependido, pelo contrário, estou muito satisfeito. Uma prova muito bem organizada, com bons trilhos, bonitas paisagens, e para o ano estamos cá outra vez, sem dúvida alguma”.

Foram entregues troféus aos vencedores absolutos da Meia-Maratona e Maratona, aos três primeiros classificados da Geral, aos três primeiros classificados de cada categoria, bem como à equipa mais numerosa. Nesta prova estiveram em ação várias equipas de Mortágua: Anicolor Mortágua, Cascalheira Bike Team, ACRDF/Labialfarma e 3ª Parte de Mortágua (equipa com mais atletas em prova).

O jovem mortaguense Francisco Gomes (Cascalheira Bike Team) destacou-se ao vencer na categoria de Cadetes (Meia-Maratona).

Após a chegada à meta, os atletas rumaram até às Piscinas Municipais, para um retemperador banho, e posteriormente para o restaurante “O Recanto” onde foi servido o almoço.

Pedro Silva, Presidente da Direção do Velo Clube do Centro, mostrou-se satisfeito com o balanço final da prova, salientando que o mais importante foi não haver incidentes graves.

A organização da prova envolveu cerca de 100 pessoas na logística, nomeadamente controle de cruzamentos, abastecimentos, secretariado e outros apoios no terreno, sem esquecer todo o trabalho prévio na preparação da prova.

“São precisos muitos meios e um grande grupo de trabalho para ter uma maratona com esta qualidade e com este número de participantes”, refere Pedro Silva. Número que poderia ter sido maior se o tempo tivesse dado uma ajuda. “Esta semana de chuva prejudicou um bocado as inscrições. Creio que se tivéssemos tido uma semana de sol como foi a anterior, não tenho dúvidas que teríamos aqui mais de 400 participantes”. De qualquer maneira, o balanço que faz é positivo: “Tivemos aqui 320 participantes, o que é muito bom para uma maratona deste tipo, em termos de média. No ano passado tivemos quase 700 atletas, mas estava integrada na Taça de Portugal”.

No terreno, o evento contou com a colaboração do Município, Agrupamento de Escuteiros, Bombeiros Voluntários de Mortágua e várias Associações Locais, além de amigos e colaboradores do Velo Clube do Centro.

O Presidente da Câmara Municipal, Júlio Norte, salienta que a Maratona BTT de Mortágua é já muito conhecida e conceituada entre os praticantes da modalidade, atraindo sempre centenas de praticantes. “É um excelente cartaz de divulgação e promoção das potencialidades do concelho, dando a conhecer os muitos e bons trilhos que existem para a prática do BTT, que vão desde os trilhos junto às ribeiras e à albufeira, aos trilhos em plena floresta e na serra”.

E destaca ainda a Albufeira da Aguieira, que é procurada anualmente por milhares de canoístas de todo o mundo, sendo o concelho de Mortágua, por via disso, falado e conhecido a nível global.

A valorização da paisagem e dos recursos naturais, enquanto fator de atração de visitantes e de animação económica do território, é uma aposta do Município. O projeto de requalificação e valorização das margens da Ribeira da Fraga, já aprovado, é disso exemplo.

 


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Mortágua foi palco do espetáculo comunitário “O Caldo – Contar de Ouvido”2021-10-06
Concerto comemorativo dos 125 anos da Filarmónica de Mortágua2021-09-29
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade