Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Município de Mortágua recebeu o testemunho da “Rota Eco-Escolas”, assumindo o compromisso por uma mobilidade sustentável

2016-02-23
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

Em cerimónia realizada no passado dia 19, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o Município de Mortágua recebeu a passagem de testemunho da Rota das Eco-Escolas. Este ano a Rota das Eco-Escolas denomina-se ”Rota dos 20”, porque o projeto comemora 20 anos de existência e decorre simultaneamente em 20 regiões (18 distritos do continente e as 2 regiões autónomas).

O Programa Eco-Escolas procura induzir estratégias de intervenção na comunidade, baseadas na identificação de problemas e na busca de soluções que visem um dia-a-dia mais sustentável.

A iniciativa “Rota Eco-Escolas”, coordenada pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) / Programa Eco-Escolas coloca o enfoque no tema da mobilidade sustentável e visa alertar a comunidade escolar para a importância de uma mobilidade mais segura, eficiente e inclusiva, através do envolvimento das crianças e jovens, professores, assistentes e auxiliares, encarregados de educação e município.

A Câmara Municipal de Mortágua é parceiro, juntamente com o Agrupamento de Escolas de Mortágua, no projeto Eco-Escolas.

O Presidente da Câmara Municipal de Mortágua, Júlio Norte, recebeu da Vereadora da Câmara Municipal de Lamego, Andrea Santiago, a passagem do testemunho, constituído pela Bandeira, Livros e Pergaminho. A Escola de Hotelaria e Turismo do Douro, sediada em Lamego, que esteve representada na cerimónia pela Coordenadora do projeto Eco Escolas neste estabelecimento de ensino, Mónica Silva, e dois alunos, passou a bandeira e os testemunhos para o Agrupamento de Escolas de Mortágua, que encerrou o percurso da “Rota dos 20” a nível do distrito de Viseu.

Na cerimónia marcaram ainda presença o Diretor do Agrupamento de Escolas de Mortágua, Rui Parada da Costa, a Coordenadora do Conselho Eco-Escolas no Agrupamento de Escolas, Profª Gabriela Pereira, entre outros representantes do corpo docente e não-docente.

Os “Testemunhos da Rota” contêm quatro elementos: o “Pergaminho”, onde cada Eco-Escola elenca pelo menos uma sugestão e um compromisso para a melhoria da mobilidade, uma “Bandeira”, assinada por todos os intervenientes no Programa Eco-Escolas do distrito, um “Livro das Escolas”, onde cada escola coloca mensagens sobre o que é para si ser Eco-Escola e um “Livro dos Municípios”, que se destina a recolher ideias, sugestões e mensagens sobre o projecto e sustentabilidade.

No final da entrega simbólica da bandeira Eco-Escolas, teve lugar a assembleia participativa em que os representantes de cada turma, dos vários graus de ensino do Agrupamento de Escolas de Mortágua (do 4º ao 12ºano), apresentaram as suas propostas e sugestões para uma mobilidade sustentável no concelho de Mortágua. Entre as propostas apresentadas estão a melhoria de acessibilidade aos serviços públicos por parte de pessoas com mobilidade reduzida, a criação de ciclovias, a eliminação de barreiras arquitetónicas nos passeios.

O Presidente da Câmara Municipal de Mortágua, Júlio Norte, deu as boas vindas aos alunos do Agrupamento de Escolas, à Vereadora da Câmara Municipal de Lamego e aos representantes da Escola de Hotelaria e Turismo do Douro, e afirmou que era com ”enorme gosto” que tinha à sua frente uma assembleia constituída por jovens.

Júlio Norte saudou o mérito da iniciativa Eco-Escolas e disse aos jovens que estavam na “casa da democracia”, porque é ali que decorrem as assembleias municipais e se debatem os assuntos mais importantes da vida do Município. E incentivou os alunos a participarem na construção de um mundo melhor, nomeadamente na defesa da natureza e do ambiente, e de um modo geral, a estarem atentos ao mundo que os rodeia e a envolverem-se nas questões de cidadania.

Júlio Norte lembrou aos jovens que nem sempre na vida vão conseguir atingir os seus ideais, realizar os seus sonhos, e disse-lhes que acima de tudo “o mais importante é que definam objetivos na vida”. Ao que acrescentou: “O que estão aqui a viver é uma boa experiência, faz também parte da formação da vossa vida, porque não é só na escola que adquirem essa formação, é também na comunidade e no mundo que nos rodeia”.

Júlio Norte lembrou aos jovens que um dia serão eles a ocupar lugares de responsabilidade, seja no Executivo ou na Assembleia Municipal, e a comandar os destinos do concelho.

A Vereadora da Câmara Municipal de Lamego, Andrea Santiago, falou da experiência da passagem da rota Eco -Escolas pelo seu Município, e destacou as preocupações ambientais e ecológicas que o projeto promove na comunidade escolar. Afirmou que era importantes os alunos porem em prática os conhecimentos que adquirem na escola através deste e doutros projetos, mas também transmitirem essas boas práticas aos colegas, pais e outros familiares. “Passem a mensagem, porque não é só importante vocês reciclarem, mas também ensinarem os que vos rodeiam a reciclar”, disse.

O Diretor do Agrupamento de Escolas de Mortágua, Rui Parada, destacou o grande envolvimento da comunidade escolar (alunos, professores e funcionários), em parceria com o Município, neste projeto, e que culminou com a atribuição da bandeira Eco-Escolas, no ano passado. E destacou o trabalho que tem sido desenvolvido na escola, no âmbito deste projeto, ao nível da reciclagem, da separação de resíduos e da consciencialização para um mundo mais sustentável, de um ambiente melhor. “Vocês são agentes fundamentais não só nestas ações concretas, nas também para transmitir, levar a palavra, de que é preciso cuidarmos do ambiente, termos boas práticas, não só na escola mas em todos os locais e em todas as áreas onde estamos inseridos”, disse.

O Agrupamento de Escolas de Mortágua aderiu em 2014 ao projeto Eco-Escolas e desde então tem desenvolvido varias atividades de sensibilização e promoção de boas práticas ambientais, como a separação e reciclagem de resíduos. No âmbito desse projeto obteve já dois prémios, um pela reciclagem de resíduos elétricos e outro pela criação de hortas bio, na categoria de hortas verticais.

A bandeira Eco-Escola, o Pergaminho e os Livros, vão agora circular pelas três escolas do concelho, Centro Educativo, EB 2.3 e Escola Secundária, deixando também a sua mensagem e assinatura.

Após a leitura e entrega das propostas e sugestões dos alunos para uma mobilidade mais sustentável, o Município de Mortágua assumiu o compromisso de estudar e analisar as mesmas, sendo que algumas delas já estão contempladas no Plano de Atividades do Município.

 


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Mundiais de Pista. Ciclista Iúri Leitão sagrou-se Vice-Campeão do Mundo na prova de eliminação.2021-10-25
Primeira reunião do Executivo Camarário2021-10-22
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade