Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Nova habitação. Município transferiu casal idoso que vivia numa “casa” sem o mínimo de condições, para um apartamento no Bairro de Habitação Social do Município.

2016-01-19
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

Um casal de idosos viu a sua vida dar uma volta de 180º em apenas 24 horas. Foi-lhes dito que iam deixar a casa onde viviam e mudar para uma casa nova, com melhores condições.

A vida foi madrasta para este casal de idosos, com os acidentes de trabalho do marido, os problemas de saúde de ambos, que não deixaram sonhar por uma vida melhor, nomeadamente uma casa com as condições básicas de espaço, segurança e conforto.

Nos últimos dias, devido à chuva intensa que caiu, o casal viveu dias de grande aflição, pois a água caia dentro das divisões e temiam que acontecesse o pior.

O aspeto exterior da casa escondia a degradação de todo o interior, com fissuras nas paredes, humidade, estruturas em risco de ruir. Talvez por isso nunca ninguém deu relato da situação, fosse de forma verbal ou oficiosa.

Uma casa sem as condições mínimas em termos de salubridade, nomeadamente uma casa de banho. Uma escada estreita e íngreme, sem corrimão, constituía um perigo a cada passo. A lareira era outro perigo e só por milagre não aconteceu uma tragédia, nomeadamente de incêndio ou intoxicação com fumos.

Mas tudo mudou no passado dia 12. Os Serviços Sociais da Câmara, em articulação com a Divisão de Obras Particulares, vistoriaram a casa e consideraram a situação uma emergência social e a exigir uma resolução imediata. Num espaço de 24 horas, o Município mobilizou funcionários e viaturas para recolherem os haveres do casal e proceder à mudança no próprio dia.

“Eu vivia no inferno e agora vivo no céu”

Foram estas as palavras de “Maria” quando entrou na nova casa. Ainda não acreditava que aquela era agora a sua casa, enquanto os seus olhos a lacrimejar percorriam as divisões espaçosas e arejadas, os móveis, as camas, a casa de banho. E foi até à varanda, com vista para o campo. Tudo tão diferente da dura e crua realidade que conheceu durante tantos anos! As suas lágrimas eram de alegria, emoção e alívio.

E não se cansava de agradecer às pessoas que ali estavam a ajudar, dizendo que vieram “ salvá-los”.

Sobretudo nestes primeiros dias de instalação, o casal vai ter um acompanhamento constante, bem como o apoio domiciliário da Santa Casa da Misericórdia de Mortágua, a nível de refeição, lavagem da roupa. A Câmara Municipal vai também analisar a situação económica do casal para ver se há hipótese de beneficiarem de outros complementos sociais de apoio, além da pensão (baixa) que auferem.

 

A Câmara honrou a sua mais nobre missão

O Presidente da Câmara lembra que o direito a uma habitação é um direito consagrado na Constituição da República Portuguesa e que tal direito pressupõe uma habitação condigna, que respeite a dignidade da pessoa humana. “Não podemos aceitar que em pleno século XXI haja pessoas a viver nestas condições habitacionais, naturalmente que a Câmara se tivesse tido conhecimento desta situação concreta, já teria intervido mais cedo”

E salienta a importância da comunidade, nomeadamente os vizinhos, darem conhecimento destas situações às entidades, nomeadamente à Câmara Municipal ou à Junta de Freguesia, para que se possa prevenir e dar o encaminhamento adequado. Ao que acrescenta: “os familiares devem também assumir as suas responsabilidades”.

Segundo o Presidente da Câmara, a indiferença é o pior inimigo da solidariedade e alertar para estas situações é um “dever de cidadania “.E salienta o papel que pode ser desempenhado por redes locais de solidariedade e pelo voluntariado social.

Júlio Norte destaca, por outro lado, a importância do apoio domiciliário que é prestado pelas Instituições de Solidariedade Social do concelho e o trabalho desenvolvido no âmbito da Rede Social, que tem permitido atenuar ou resolver muitas situações complexas.

“Acho que a Câmara cumpriu aqui o seu dever, no meu entender são ações deste género que dignificam a missão do autarca e do Poder Local. Eu como Presidente da Câmara estou muito feliz por saber que este casal, depois de já ter sofrido tanto na vida, pode agora desfrutar de alguma tranquilidade e felicidade nesta fase derradeira da sua vida. É para isso que o Município cá está e trabalha, para que as pessoas que vivem neste concelho sejam felizes”.

 

 


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Mundiais de Pista. Ciclista Iúri Leitão sagrou-se Vice-Campeão do Mundo na prova de eliminação.2021-10-25
Primeira reunião do Executivo Camarário2021-10-22
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade