Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt


Mensagem do
Presidente


 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2022


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice > Desporto 



Rali de Mortágua voltou à terra e aos troços que fizeram parte do Mundial.

2015-09-24
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

Milhares de pessoas assistiram ao desenrolar da prova.

 

No regresso do Rali de Mortágua à terra batida, onze anos depois, a dupla Pedro Meireles/Mário Castro sagrou-se vencedora da edição deste ano, disputada nos dias 18 e 19 de setembro.

A prova, organizada pelo Clube Automóvel do Centro, em parceria com o Município de Mortágua, foi pontuável para o Campeonato Nacional de Ralis, além do Campeonato FPAK Ralis do Centro e Critério Regional do Centro.

A prova começou com a habitual Super-Especial, disputada à noite e num circuito entre a EN234 e as rotundas de Vale de Açores, que normalmente serve de aperitivo para o grande dia da competição.

À Super-Especial assistiram milhares de pessoas, incluindo milhares de forasteiros, que não quiseram perder um espetáculo diferente, uma prova disputada à noite, na qual os pilotos procuram sempre dar algum espetáculo para delírio dos espectadores.

No dia seguinte disputaram-se as restantes seis classificativas, com dupla passagem, Aguieira, Rigueiras e Tojeira. Três troços novos e o regresso à terra batida, com um maior grau de dureza e de exigência para pilotos e máquinas, comparativamente ao alcatrão. Os troços da Aguieira e da Tojeira tinham a particularidade de serem troços que foram palco nos anos 90 do Campeonato do Mundo de Ralis, também conhecido por TAP/ Rali de Portugal. Muitas pessoas recordavam-se desses míticos troços e desses tempos em que vinham pessoas de todo o lado, até de Espanha, para ver o Rali em Mortágua.

Tudo isso criava alguma expectativa nas pessoas e nos amantes deste desporto relativamente a este regresso às origens, aos pisos de terra. Parece que aposta foi ganha e o desafio ultrapassado, pois ao longo da prova viram-se milhares de pessoas,

Falando dos protagonistas, José Pedro Fontes foi o mais rápido na 1ª, 2º e 3ª classificativas; Pedro Meireles na 4ª, Ricardo Moura na 5ª, Carlos Vieira na 6ª e Ricardo Moura na 7ª. Pedro Meireles acabou por beneficiar da maior regularidade ao longo da prova, conseguindo assim o triunfo no Rali de Mortágua, na estreia do seu novo carro em pisos de terra.

É de destacar a presença de uma dupla mortaguense neste Rali, o que acontece pela primeira. Leonardo Coelho (piloto) e Filipe Gomes (navegador), participaram no Critério Regional do Centro, ao volante de BMW 325IX e classificaram-se em 3º lugar neste campeonato.

No final da prova os comentários que recolhemos dos pilotos eram muito favoráveis, quer em termos de escolha do terreno quer dos troços, em especial os dois mais extensos (Aguieira e Tojeira).

Pedro Meireles preferiu destacar o comportamento do carro do que propriamente a vitória no Rali. “Mais importante do que o resultado foi a experiência que ganhámos e o conhecimento que tivemos do carro. Estamo-nos a adaptar ele, no entanto ganhar é sempre bom e moralizador”.

Relativamente aos troços, destacou os dois troços mais extensos, da Aguieira e Tojeira: “ São muito interessantes, tem vários tipos de piso, vários tipos de ritmo, e portanto são desafiantes e dão muito gozo”.

Carlos Martins estava radiante com o segundo lugar alcançado: “Estamos muito contentes, correu bem. Andei o Rali todo com um problema de caixa e chegar ao fim e com um segundo lugar é um bónus muito grande”. Sobre os trilhos opinou: “São troços de condução pura, ali não há conhecimento possível, é notas e condução, são mesmo troços espetaculares”.

O terceiro classificado Ricardo Moura gostou muito do rali mas lamentou o azar na passagem pelo troço da Aguieira em que tivemos de apanhar com o rasto do pó deixado pelo José Pedro Fontes e perdemos algum tempo. “ Para nós, muito sinceramente, é como se fosse uma vitória. Se tudo corresse normalmente nós poderíamos ter ganho o Rali”.

À hora prevista de chegada dos primeiros concorrentes à Praça do Município, onde estava instalado o pódio, muitas centenas de pessoas aguardavam para assistir à consagração dos vencedores, ao mesmo tempo para ver os carros e pilotos mais de perto, e tirar fotografias.

Aproveitando a cerimónia de entrega dos troféus e a presença do numeroso público, o Presidente da Câmara Municipal, Júlio Norte, quis agradecer a presença de todos os pilotos, navegadores e demais elementos das equipas e felicitou os vencedores. Felicitações que foram extensivas ao Clube Automóvel do Centro e ao Diretor da Prova, pela excelente prova realizada, que conseguiu aliar espetáculo e elevada segurança. A este propósito destacou o comportamento excecional do público, dizendo, “Eu pude testemunhar isso nos sítios onde estive a assistir ao Rali”.

Dirigiu agradecimentos à GNR e aos Bombeiros Voluntários de Mortágua, pelo apoio a nível da segurança, bem como ao pessoal do Município, pelo apoio na logística do rali.

Relativamente ao novo figurino da prova, do asfalto para a terra, manifestou a sua satisfação por saber que o mesmo regista maior agrado entre os pilotos e ao mesmo tempo terem considerado que os troços eram bonitos e competitivos. E confidenciou: “Tivemos aqui troços em terra maravilhosos e com todo o respeito pelos fâs do alcatrão, acho que o Rali em terra é mais espetacular”. Uma escolha que na sua opinião também agradou ao público, exemplificada nas milhares de pessoas que estiveram espalhadas pelos vários troços do Rali.

Já em jeito de balanço final, Júlio Norte referiu que a prova foi um êxito em termos desportivos, além de que não houve problemas de segurança, sendo este aspeto o mais importante quer para o Município quer para o Clube organizador.

O Presidente do Clube Automóvel do Centro, Vítor Silva, fez um balanço positivo da prova e mostrou-se satisfeito pelo Clube ter superado este novo desafio, mais trabalhoso e exigente, que é um rali em terra. “Foi também um repto que nos foi lançado pelo Senhor Presidente da Câmara e acho que estamos todos de parabéns, porque tivemos aqui um excelente Rali”.

E manifestou o desejo do CAC de continuar com esta prova, até porque, adianta, Mortágua tem excelentes troços em terra para rali, em quantidade e qualidade.

O Diretor da Prova, Carlos Santos, estava também satisfeito com o balanço do evento em termos de segurança. “O público reuniu uma boa dose de bom senso e de uma forma geral esteve bem colocado no terreno”.

Por outro lado, destacou os vários meios envolvidos no terreno, desde a GNR, Bombeiros Voluntários, que disponibilizaram meios terrestres e aquáticos, o Centro Operacional de Comando da Proteção Civil, instalado junto ao Aeródromo (Parque de Assistência). Neste posto da Proteção Civil esteve em permanência o Comandante Operacional Municipal e o Comando dos Bombeiros. Estiveram ainda colocadas equipas médicas no terreno, que deram uma garantia de socorro com qualidade, caso fosse necessário.


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
XCO Irmânia / Taça da Associação de Ciclismo da Beira Alta. Bruno Sancho venceu em casa.2022-09-06
Apresentação Oficial do Rali de Mortágua. “Mortágua Arena” promete ser a grande atração da edição deste ano. 2022-04-22
Ciclismo. Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados apresentou plantel e equipa técnica, e dá continuidade ao legado de Pedro Silva. 2022-01-31
Rali de Mortágua: Bruno Magalhães vence e Ricardo Teodósio é campeão nacional2021-11-08
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Semana Europeia do Desporto Escolar em Mortágua 2022-09-30
Câmara Municipal reuniu com restaurantes aderentes ao XIII Fim de Semana da Lampantana2022-09-29
Novo Reservatório reforça abastecimento de água às povoações da Sobrosa e Vila Meã da Serra2022-09-26
Lançado concurso para a nova Praça de Táxis 2022-09-26
Município fixa IMI na taxa mais baixa e devolve totalidade da participação no IRS. Famílias com filhos beneficiam ainda de dedução em sede de IMI 2022-09-26


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade