Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Município apresenta “boas contas” no final do exercício de 2014

2015-05-15
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

 

O Município de Mortágua evidencia uma situação financeira confortável, tendo encerrado o exercício de 2014 com um saldo de gerência positivo de cerca de 3,8 milhões de euros, revelam os Documentos de Prestação de Contas. Este valor foi agora incorporado no Orçamento deste ano, permitindo definir verbas com mais rigor e a sua alocação a investimentos que estavam programados.

Na análise à execução orçamental é de salientar a elevado grau de execução da receita, que no ano de 2014 atingiu 100,59% relativamente ao orçado, traduzindo-se em valor absoluto em 12.027.400,00 euros. Representou um aumento da taxa de execução em 11,92% relativamente ao ano anterior.

As receitas próprias do Município decresceram, sendo este facto justificado pela diminuição na cobrança de impostos diretos, à exceção do IMI, bem como do decréscimo de taxas e outras receitas extraordinárias. No entanto as receitas fiscais no seu todo tiveram um aumento de 3% na receita total (10,78% para 13,78%) A receita corrente aumentou substancialmente o seu peso em relação à receita total (67,95%), contra 51,04% em 2013. Já o peso da receita de capital é diminuto (4,22%) na receita total.

Da análise dos rácios de receitas, pode-se concluir que o Município no exercício de 2014 teve um superavit de 45,77%, mantendo assim, a capacidade de autofinanciamento. Resultante desta poupança o Município evidenciava no final do exercício um saldo para a gerência seguinte no valor de 3.781.832,87. O Município utilizou 1.861.943,84 de receita corrente para financiar despesa de capital e apresentou uma taxa de cobertura de 78,23% da sua despesa total com receitas próprias.

A despesa efetuada pelo Município ascendeu a 8.250.800,43 euros.

O Município terminou o exercício de 2014 com um saldo para a gerência seguinte que ascende a 3.781.832,87 euros, continuando a evidenciar uma situação financeira estável. Esta poupança que reflete o saldo será investida em grande parte na aquisição de terrenos e na execução das infraestruturas da área de expansão do Parque Industrial.

A análise dos rácios financeiros mostra que a Câmara Municipal tem um elevado grau de autonomia financeira, ou seja, de capacidade de solvência dos seus compromissos. A Câmara Municipal honrou os seus compromissos perante fornecedores com um prazo médio de pagamentos de 13 dias, muito baixo da realidade dos municípios portugueses.

Em 2014 a Câmara não recorreu ao crédito como ainda amortizou dívida e juros no total de 445 mil euros.

O Município continua assim a demonstrar rigor, prudência e responsabilidade na gestão dos dinheiros dos contribuintes, e a revelar uma boa saúde financeira.

Tudo isto num contexto de grandes dificuldades que os municípios hoje enfrentam. Por um lado, a retração da atividade económica e consequentemente diminuição das receitas normais; a redução das verbas provenientes do Estado, e por outro, a necessidade de aumentar as despesas na área social por virtude da situação económica do país.

Na sua apreciação à situação financeira do município e ao trabalho desenvolvido, refere o Presidente da Câmara, José Júlio Norte: “Temos boas contas, apresentámos resultados orçamentais positivos e ainda deixámos um saldo para o ano seguinte de quase 3,8 milhões. Isso é para nós um ponto de honra e acho que os mortaguenses também exigem e merecem que tenhamos esta postura.

E conseguimos estes resultados ao mesmo tempo que realizámos obra, apoiámos as pessoas, as associações e instituições do concelho, lançámos novos programas e iniciativas, entre os quais destacaria o incentivo à natalidade, a Expomortágua; mas é evidente que temos de caminhar com alguma cautela, porque como avisa a sabedoria popular, fácil é gastar. Nós temos de ter sinais reais de que a economia vai crescer de forma sustentada e que há de novo um clima de confiança no país.

O nosso compromisso é a nossa vontade, dedicação, empenho e determinação, em vencer estes desafios difíceis que ainda temos pela frente, e proporcionar condições que permitam dar um futuro aos nossos filhos e netos, o que passa por criar mais emprego, mais oportunidades, de forma que os nossos jovens não precisem de emigrar, como infelizmente tem vindo a acontecer, e se possível consigamos fazer regressar aqueles que tiveram que sair, muitos deles altamente qualificados, e que tanta falta fazem ao desenvolvimento do concelho e do pais“ .

 


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Primeira reunião do Executivo Camarário2021-10-22
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade