Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Feira das Sopas e Petiscos, na Felgueira, atraiu mais de duas mil pessoas ao certame

2015-04-01
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

 

Mais de duas mil pessoas visitaram a Feira das Sopas e Petiscos que se realizou nos dias 28 e 29, no Pavilhão Multiusos da Felgueira, organizada pela Associação local. O evento, que juntou gastronomia, artesanato e animação, constituiu um sucesso assinalável, atraindo visitantes de vários pontos do concelho e da região.

Os visitantes tinham à sua disposição 9 tipos de sopas, confecionadas por particulares e por Associações Locais. Sopas com diferentes texturas, mais pesadas ou mais leves, sabores e ingredientes, umas à base de legumes, outras à base de carne ou peixe, e ainda outras que eram uma verdadeira surpresa.

No cardápio constava sopa de cenoura, sopa de peixe, caldo verde, sopa de alho francês, sopa de feijão verde, sopa da pedra, sopa da Avó Gina, sopa à Lavrador e Sopa à Músico. As pessoas podiam adquirir kits de 3 sopas, mais pão e oferta de malga de barro, ou kit de 4 sopas, mais pão e oferta de duas malgas, ficando ainda habilitadas a participar na eleição da melhor sopa.

Algumas das sopas constituíam uma novidade, como a sopa da Avó Gina: “ é uma sopa de origem transmontana e típica de natal. Os principais ingredientes são bacalhau, grão de bico e pão torrado”, contou-nos Clara Benfeita, da Assoc. Gandarense. A prova de que as pessoas se deixaram conquistar pelo sabor, é que as sopas esgotaram nos dois dias.

No primeiro dia realizou-se um concurso de sopas. Um júri composto pelo Vereador Paulo Oliveira, pelo Presidente da Direção da Assoc. Felgueirense, Rui Inácio, e pela Secretária da Junta de Freguesia do Sobral, Ana Rosa, teve a difícil tarefa de eleger as três melhores sopas. Foram distinguidas a sopa de pedra (Assoc. Vale de Paredes), a sopa de peixe (Roseta Pereira) e a sopa à Lavrador (Assoc. Sobrosa), por esta ordem de classificação.

O público também elegeu a melhor sopa, votando numa das sopas incluídas no kit adquirido. A escolha recaiu na sopa de peixe, confecionada por Roseta Pereira, residente na Felgueira.

Os vencedores receberam um troféu simbólico (colher de pau) e um prémio.

Outra parte da feira era dedicada aos petiscos, havendo também aqui uma grande variedade de sugestões, como pataniscas de bacalhau, moelas, ossos, iscas, orelha, salgadinhos, rojões, lombo assado, caracóis, chouriça assada, entre outras.

Para que a refeição fosse completa, havia ainda as sobremesas, onde se incluíam bolos caseiros, filhoses com mel, crepes, além de variadas bebidas e do café.

Além da gastronomia, estiveram presentes 23 bancas com artesanato diverso, sendo também um fator de animação da feira, ao mesmo tempo dando possibilidade aos artesãos e criadores de promoverem e venderem os seus artigos.

Não faltaram também momentos de animação durante os dois dias, com atuações de artistas e grupos musicais e de dança (Paulo Dias, Flora do Mondego, Magda Sofia, grupo de zumba da Cogit´arte). A animação da tarde de domingo contou com a actuação do Coral Juvenil Silvia Marques e da sua Classe Infantil, integrado no programa Festival da Primavera, que vai prolongar-se ao longo do mês de abril e inicio de maio, por várias localidades do concelho.

Rui Inácio, Presidente da Direção da Associação Felgueirense, referiu que o balanço do evento é muito positivo para uma primeira edição, quer em termos de afluência de expositores quer de visitantes. “A adesão foi muito boa e para primeira vez não se pode exigir mais, porque para nós seria também um desafio um pouco complicado. Acho que foi a primeira vez que se fez um evento deste género no concelho, mas correu muito bem e agora há que pensar na próxima edição, procurando corrigir ou melhorar alguns aspetos”.

Segundo Rui Inácio, este evento comprova as potencialidades do pavilhão. “ É um espaço multifuncional que oferece excelentes condições para acolher os mais variados eventos, não só desportivos, mas também outro tipo de atividades, como feiras e espetáculos”. O pavimento do pavilhão estava coberto com uma alcatifa, criando um ambiente mais acolhedor e mais cómodo para circular.

Quanto ao tema da Feira, Rui Inácio refere que não havia no concelho um evento direcionado para um produto que faz parte essencial da nossa gastronomia e da dieta mediterrânica. “As sopas são naturais, feitas com produtos da terra, e deve-se incentivar ao seu consumo”.

Na logística do evento estiveram envolvidas cerca de 50 pessoas, sendo de realçar ainda a colaboração da população que ajudou na cedência de alguns materiais.

  

O Presidente da Câmara Municipal marcou presença no segundo dia do evento, uma vez que no dia anterior esteve a participar no XXII Congresso da Associação Nacional de Municípios Portugueses.

Júlio Norte enalteceu o dinamismo e a irreverência mais uma vez demonstrados pela Associação, bem como o espírito de união e entreajuda das pessoas da Felgueira, que tornaram possível organizar um evento com esta envergadura. E considerou o evento como um “grande exemplo do que deve ser o associativismo” e “a confirmação de que não é só na sede do concelho que se fazem eventos de qualidade”.

Referiu que quando as iniciativas têm qualidade as pessoas deslocam-se de um limite ao outro do concelho, sendo disso exemplo a presença das associações da Sobrosa e de Cercosa no certame. E felicitou a Associação da Felgueira pelo êxito alcançado logo na primeira edição da Feira, deixando o incentivo para que continuem o excelente trabalho que têm desenvolvido.

 


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Mortágua foi palco do espetáculo comunitário “O Caldo – Contar de Ouvido”2021-10-06
Concerto comemorativo dos 125 anos da Filarmónica de Mortágua2021-09-29
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade