Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
novembro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice > Cultura 



TEM promoveu Encontro de Cantadores de Janeiras. Manter viva tradição antiga e fortemente enraizada na comunidade.

2015-01-05
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

 

 

Realizou-se no passado dia 2 o Encontro de Cantadores de Janeiras, organizado pela Teatro Experimental de Mortágua, já na sua 26ª edição. As pessoas que acorreram ao Centro de Animação Cultural, palco do evento, assistiram a um sarau e convívio animado, que fez esquecer os rigores do frio que se sentia no exterior.

Os grupos de cantadores foram o Rancho «Os Camponeses» do Freixo, Rancho Folclórico e Etnográfico de Vale de Açores, Grupo de Cordas de Mortágua e Teatro Experimental de Mortágua.

“Os Camponeses» do Freixo entoaram “Santos Reis, Santos Coroados”, “Se tendes nove chouriças”, e finalizaram com o tema que habitualmente fecha a sua apresentação, intitulado “ Nós somos do Freixo”.

 O Rancho Folclórico e Etnográfico de Vale de Açores interpretou três cantares ao Menino (“Entrai, Entrai Pastorinhos”, “Cantar ao Menino”, “Ainda agora aqui cheguei”), um cantar de Boas Festas e um cantar de devoção (Ó anjos cantai comigo).

Os dois grupos folclóricos fizeram-se acompanhar de alguns instrumentos musicais tradicionais, como acordeão, cavaquinho, bombo, viola, entre outros.

O terceiro grupo a subir ao palco foi o Grupo de Cordas de Mortágua, que apresentou um repertório de temas populares e clássicos, como “O Sino de San Ghjuva” (tema italiano), Dança Húngara nº 5, de Brahms, “Carlos Galego” (música espanhola), “Alegremente”, um medley de músicas populares portuguesas. Foram ainda tocados dois temas em estreia absoluta, “Pizzicato” (de João Anjo, compositor de Coimbra) e Suite Jazz nº 2, uma valsa de Shostakovich. Dirigido pela Maestrina Soraia Marques, o grupo instrumental (Viola e Bandolim) apresentou-se em palco com 14 elementos, alguns dos quais tiveram a sua primeira atuação em público.

No final, como tem sido tradição, o Teatro Experimental de Mortágua convidou os restantes grupos a subir ao palco para interpretar em conjunto a canção “Aleluia”, que é a adaptação de um conhecido tema, mas com letra original.

O Presidente da Câmara Municipal, José Júlio Norte, que se encontrava entre a assistência, foi chamado ao palco para proferir algumas palavras, e referiu que “o Encontro de Janeiras é uma boa forma de começar o ano”, pela mensagem de paz, amizade e fraternidade que está associada à tradição.

Júlio Norte felicitou o TEM por continuar a promover a iniciativa, ano após ano, contribuindo para a preservação de uma bonita e secular tradição. Aproveitou a ocasião para agradecer publicamente ao TEM a sua ida ao Luxemburgo, onde apresentou dois espetáculos junto da comunidade portuguesa e mortaguense em particular, destacando o calor humano com que o TEM foi recebido e o sentimento de proximidade à sua terra que os nossos conterrâneos viveram, através dessa presença do TEM.

Em nome do Município, exprimiu gratidão ao TEM e à sua Direção, não só por preservar esta tradição das Janeiras, “mas por tudo o que tem feito em prol da cultura e do desenvolvimento de Mortágua”.

Não terminou sem deixar votos de que 2015 seja um bom ano, desejando muitas felicidades para todos.

António João Lobo, Presidente da Direção do TEM, agradeceu, em nome da organização, a presença dos grupos participantes. Referiu ainda que o TEM vai tentar manter viva esta tradição do cantar das Janeiras, tão enraizada nos usos e costumes do nosso povo.

Em Mortágua ainda mantém-se o costume de cantar as Janeiras porta-a-porta, por iniciativa de algumas Associações.


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
“Tantos modos de ser carta” na Biblioteca Municipal 2019-11-26
Município atribui nome de Branquinho da Fonseca para patrono da Biblioteca Municipal2019-02-19
Orquestra Clássica do Centro, acompanhada por Rafaela Monteiro, proporcionou espetáculo memorável2018-12-04
Mortágua acolheu Estágio Nacional de Karaté Shukokai2021-11-24
Lançamento do jogo “Napoleão - O princípio do fim”. Projeto envolve 13 municipios da Rede Temática das Invasões Temáticas em Portugal.2021-11-23
Escola Municipal de Natação de Mortágua participa no Circuito Municipal de Escolas de Natação 2021-11-22
Infraestruturas de Portugal executou obras de conservação na rede viária nacional que serve o concelho (EN234, EN334-1 e EN228)2021-11-16
Serviço de recolha de resíduos específicos 2021-11-15


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade