Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Mais de duas mil doses servidas no Fim de Semana da Lampantana

2014-11-04
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

Durante o Fim de Semana da Lampantana foram servidas 2309 doses, sendo a primeira vez nas cinco edições que leva o evento que é atingida a marca “dois mil”, superando o anterior recorde alcançado no ano transato, em que foram servidas 1971 refeições.

Realizado nos dias 31 de outubro, 1 e 2 de novembro e na sua quinta edição, o evento promovido pelo Município, em parceria com o setor da Restauração e Hotelaria do concelho, voltou a atrair visitantes de toda a região, dando a provar esta iguaria, que é já um ex-libris do concelho em termos gastronómicos.

Como tem sido habitual, o evento foi um pretexto para convívios gastronómicos, almoços e jantares de família, de amigos, de empresas, tendo como ponto de atração esta iguaria. Há também emigrantes que tiram alguns dias de férias para poder participar neste evento e saborear este prato que traz muitas recordações de cariz familiar.

 

A Lampantana é um prato muito enraizado na cultura e tradição dos mortaguenses. Antigamente era um prato “obrigatório” nas datas festivas, nomeadamente nos casamentos, batizados e festa da aldeia, sendo hoje um prato confecionado em qualquer altura do ano.

Nesta edição registou-se um aumento na adesão de restaurantes, passando de 10 para 14, alguns dos quais participaram pela primeira vez. Os restaurantes aderentes foram os seguintes: A Lanchonete, A Mó, A Roda, Aldeia Sol , Café Park, Girassol Abreu, Fazenda, Floresta, O Graciano, O Madeireiro, O Nosso Lar, Orlando, Teu Amigo e Montebelo Aguieira.

A grande maioria dos restaurantes registou um aumento significativo das vendas em relação à edição transata, nalguns casos acima dos 50%. Nesta edição houve três restaurantes que fizerem a sua estreia no evento, sendo ainda de registar o regresso de um restaurante, após um interregno de um ano.

“É um balanço muito positivo, que nos deixa muito satisfeitos, tanto mais que todos nós sabemos que a conjuntura económica não é favorável, senão os números ainda seriam melhores. É um incentivo para continuarmos esta excelente parceria, que promove a nossa gastronomia e o nosso concelho, trazendo milhares de visitantes até nós”, refere o Presidente da Câmara, sublinhando que os restaurantes tem-se esmerado bastante para deixar a melhor imagem do concelho. “Os índices de satisfação dos clientes, relativamente à confeção do prato, ao atendimento, ao serviço, são muito elevados, como demonstram as respostas aos questionários que foram distribuídos”.

José Júlio Norte considera que este evento “é uma verdadeira lufada de ar fresco para o setor da Restauração do concelho, sobretudo nesta época baixa”, realçando também a sua importância para outros setores, como os talhos, as padarias, os supermercados, os produtores de hortícolas. “ Há um efeito multiplicador que beneficia um vasto leque da economia local”.

“A Lampantana já é uma referência e marca associada a Mortágua”, refere José Júlio Norte, segundo o qual, ao fim de cinco edições, os visitantes já sabem as diferenças entre a Chanfana (de cabra) e a Lampantana (de ovelha). “Ao princípio, as pessoas achavam que era apenas uma questão de nomes. Atualmente as pessoas sabem que a Lampantana é feita com carne de ovelha, daí o seu nome, que é uma carne mais tenra, mais suculenta, mais rica de sabor, o que reforça a sua identidade e tipicidade”.

O Presidente da Câmara enaltece a parceria entre Município e setor da Restauração em torno de um objetivo comum: “trabalhando desta forma, juntando vontades, forças, sinergias, podemos fazer coisas muito interessantes e ultrapassar este momento mais difícil da economia”.

Pelo segundo ano, o Executivo Municipal marcou presença num dos restaurantes para provar a Lampantana. Por sorteio, saiu o Restaurante Fazenda, situado em Vale de Açores. No convívio marcaram ainda presença alguns Presidentes das Câmaras dos concelhos vizinhos e outras entidades.

Município ofereceu vinho produzido com selo local

Como em anos anteriores, o Município ofereceu o vinho que fez o acompanhamento da Lampantana durante este evento gastronómico. Vinho tinto produzido pela Sociedade Agrícola Boas Quintas (Mortágua) e engarrafado com um rótulo especial alusivo ao evento. Segundo o Presidente da Câmara, “temos vinhos de excelente qualidade no concelho e não há uma boa Lampantana sem um bom vinho a acompanhar. As pessoas elogiam muito o vinho, é mais um produto que o evento ajuda a promover”.

Os participantes no Fim de Semana da Lampantana, além da degustação, habilitaram-se ao sorteio de um prémio. Por cada dose de Lampantana foi distribuído um cupão, depois preenchido com nome, morada e contacto, e que será sorteado numa tômbola.

O vencedor do sorteio, que terá como prémio uma caixa de vinho da série especial “Lampantana”, produção da Sociedade Agrícola Boas Quintas (Mortágua), será conhecido no próximo dia 7 (sexta-feira), durante a sessão de entrega dos diplomas de participação aos restaurantes aderentes à edição de 2014.

Criar um doce típico de Mortágua

O Município está recetivo a apoiar outras iniciativas de cariz gastronómico que possam ser uma mais valia para o concelho e para o setor da Restauração. Existem outros produtos endógenos que podem ser promovidos, como é o caso dos grelos, associado ao borrego assado no forno. Nas várzeas de Mortágua produzem-se grandes quantidades deste produto hortícola, sendo uma boa parte da produção exportada para França e Luxemburgo.

Novidade no próximo ano poderá ser o surgimento de um doce típico de Mortágua. O Município vai lançar o desafio aos estabelecimentos comerciais da especialidade e a particulares.

“Já existe uma proposta de Regulamento que será levada à Assembleia Municipal, no sentido de levar a cabo um concurso, para com produtos da região, criarmos um doce típico que se identifique com o nosso concelho”, adianta José Júlio Norte. Um doce que poderá até servir de complemento, tipo sobremesa, à refeição da Lampantana, dependendo das propostas que vierem a ser apresentadas.

 

 

 


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Primeira reunião do Executivo Camarário2021-10-22
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade