Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Centro de Animação Cultural comemorou 15 anos ao serviço da comunidade mortaguense

2014-07-22
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

Um espetáculo com a participação do Teatro Experimental de Mortágua, Filarmónica de Mortágua e Coral Juvenil Silvia Marques, constituiu o ponto alto da comemoração dos 15 anos de vida do Centro de Animação Cultural, assinalado no passado dia 18, à noite.

As comemorações começaram com a atuação da Filarmónica de Mortágua, que executou dois temas, à frente do edifício, perante uma numerosa assistência.

De seguida, procedeu-se ao descerramento de uma placa comemorativa no átrio interior do edifício. O Presidente da Câmara e um representante de cada uma das quatro associações que utilizam regularmente aquele espaço (Teatro Experimental de Mortágua, Filarmónica, Orfeão Polifónico e Coral Juvenil) , participarem no ato simbólico, que ficará a assinalar esta data na história do equipamento.

O Centro de Animação Cultural foi inaugurado em 24 de julho de 1999 e entrou em funcionamento no dia 4 de dezembro do mesmo ano. Esse dia marcou o começo de um novo ciclo na vida cultural do concelho, com forte repercussão no dinamismo das associações culturais do concelho, mas também na diversidade e qualidade da produção cultural proporcionada ao público de Mortágua.

Ao longo dos seus 15 anos de existência, o Centro de Animação Cultural já acolheu centenas de manifestações culturais e artísticas, assumindo-se como um palco de excelência e de referência da cultura em Mortágua

Tem proporcionado uma oferta e fruição cultural abrangente, diversificada e de qualidade, contribuindo para a fidelização de hábitos culturais na comunidade mortaguense, para a atração de novos públicos, para o despertar para novas áreas e novos interesses culturais. Em suma, contribuindo para o enriquecimento cultural, intelectual e espiritual dos mortaguenses, para a melhoria da qualidade de vida e lazer das pessoas.

Por lá já passaram figuras do panorama nacional, como Raul Solnado, o mágico Luís de Matos, ou espetáculos como “Levanta-te e Ri”, com transmissão televisiva em direto, além da presença de companhias de teatro profissionais.

Mas sobretudo tem funcionado como palco privilegiado das atividades das nossas Associações, divulgando e apoiando o seu trabalho e a sua dinâmica. Tem ainda acolhido exposições, colóquios, reuniões e atos solenes, evidenciando deste modo o seu caráter polivalente, aberto, inclusivo, de autêntico serviço público.

Antes do início do espetáculo foi apresentado um vídeo ilustrativo da versatilidade do equipamento e com depoimentos de responsáveis de associações, de artistas locais que tem ali desenvolvido atividades, de colaboradores que ali exercem funções. O Presidente da Câmara, José Júlio Norte, deixou também o seu depoimento, salientando as diferenças entre o “antes” e o “depois” da entrada em funcionamento deste equipamento cultural.

Nos vários depoimentos foi unânime o reconhecimento da importância que o equipamento teve no desenvolvimento cultural e social do concelho, criando condições dignas quer para as coletividades locais quer para o público.

Este trabalho multimédia foi realizado por dois jovens mortaguenses que desenvolvem estudos na área, Jeremy Pouivet e David Silva, tendo o resultado final merecido fortes aplausos do público, revelando muito profissionalismo.

Falando do espetáculo, o Coral Juvenil Silvia Marques, através das suas duas classes de formação ( infantil e juvenil) apresentou alguns temas do seu repertório.

O TEM apresentou um excerto da peça “É urgente o amor”, a sua penúltima produção teatral, que recebeu vários prémios nacionais. No final, a Filarmónica juntou-se a estes grupos na interpretação conjunta do tema “O Lugar da Lenda”, alusivo a um episódio histórico de justiça popular que terá acontecido em Mortágua em tempos longínquos, que deu origem à “Lenda do Juiz de Fora”.

No uso da palavra, o Presidente da Câmara Municipal, referiu que ao longo destes 15 anos o Centro de Animação Cultural tem cumprido a função para que foi criado, assumindo-se como um pólo de promoção e dinamização da cultura, do associativismo, da participação cívica e cidadania, um espaço de todos e para todos”.

Lembrou ainda que “muitos dos nossos jovens passaram por este palco e fizeram aqui sua formação musical e teatral, outros deram a conhecer as suas obras plásticas em público, pela primeira vez, neste espaço”. Saudou as Associações e Artistas Locais que têm passado por este equipamento, “pelo muito que têm dado à nossa cultura e por mostrarem os bons exemplos que temos na nossa terra”.

No final do espetáculo, os presentes foram convidados a dirigirem-se à sala de exposições, onde se cantaram os parabéns e cortou-se um Bolo de Aniversário decorado a preceito, ostentando o desenho da fachada do edifício e a inscrição “15 anos”. Um momento de partilha, de celebração, com o renovado desejo de que o Centro de Animação Cultural continue a projetar Mortágua e a ser cada vez mais um espaço agregador de vontades e sinergias criadoras e criativas..

Integrada na comemoração do 15º Aniversário do Centro de Animação Cultural, decorreu a abertura ao público de uma Exposição da autoria do jovem mortaguenses Hugo Ferreira. Com o titulo “Contrastes”, trata-se de uma mostra fotográfica, constituída por 35 fotos, a cores e a preto e branco, que retratam paisagens naturais do concelho e da região, o património construído, entre outros temas.

Natural de Mortágua, Hugo Ferreira, considera-se simplesmente um amante e curioso da fotografia, sendo uma atividade que desenvolve como hobbie e por puro prazer.

Esta foi a primeira exposição individual que realizou, embora já tenha participado em concursos fotográficos.

Esta exposição pode ser visitada até ao dia 24 de agosto, no Centro de Animação Cultural.

 

 


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Rali de Mortágua vai decidir o Campeão Nacional de Ralis.2021-10-26
Mundiais de Pista. Ciclista Iúri Leitão sagrou-se Vice-Campeão do Mundo na prova de eliminação.2021-10-25
Primeira reunião do Executivo Camarário2021-10-22
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade