Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Mortágua celebrou Dia do Município

2014-06-02
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

 

Mortágua celebrou no passado dia 29 de maio o Dia do Município, um dia simbólico que já faz parte integrante da vida da comunidade, sendo um momento solene para prestar homenagens às Associações, Empresas e aos Funcionários do Município, e ao mesmo tempo um dia para refletir sobre o presente e projetar o futuro

Um dia também assinalado entre nós pela tradição da espiga e a festa/romaria do Santuário do Cabeço do Mundo.

Como tem acontecido em anos anteriores, o ponto alto do programa do Dia do Município foi a Sessão Solene, que contou com intervenções do Presidente da Câmara e do Presidente da Assembleia Municipal, e distinções entregues a Trabalhadores Municipais e Empresas do concelho.

Na Mesa de Honra tomaram parte o Presidente da Câmara, Presidente da Assembleia Municipal, Vereadores do Executivo Municipal e o Presidente da União de Freguesias de Mortágua.

É de registar a grande adesão da população, encontrando-se o auditório repleto, tendo muitas pessoas de assistir nas laterais e até no átrio de entrada para o auditório municipal. Encontravam-se representadas as Coletividades do Concelho com os seus porta-estandartes, bem como as Entidades Civis, Religiosas e Militares locais.

Este ano a abertura da sessão solene foi diferente do habitual. Trajados a rigor, um grupo de alunos do Agrupamento de Escolas recriou a outorga do Foral Manuelino a Mortágua, e outro grupo interpretou o tema "Foi Mortágua, alusivo à Lenda do Juiz de Fora, assinalando deste modo o inicio das comemorações daquele acontecimento histórico, que vão decorrer ao longo do ano.

O Presidente da Assembleia Municipal, Afonso Abrantes, na sua intervenção, deu ênfase às alterações verificadas no início do novo mandato, com a entrada em vigor da Lei nº75/2013 de 12 de setembro, que alargou e reforçou as competências da Assembleia Municipal de fiscalização da atividade municipal, e de apreciação e deliberação sobre assuntos que visam a prossecução das atribuições do município, do novo regime jurídico de enquadramento das Autarquias Locais, mais exigente, e também a situação nova na vida do Município de haver dois Órgãos Municipais com maiorias diferentes, “o que impõe uma aprendizagem democrática e grande responsabilidade e disponibilidade para o diálogo e para concertação de posições, criando-se os consensos necessários que o supremo interesse das pessoas, dos Mortaguenses, exige”, afirmou.

E saudou os Trabalhadores do Município “que com empenho e dedicação tudo fazem para prestar serviços de qualidade aos seus concidadãos”, bem como as empresas distinguidas e o tecido empresarial do concelho que “numa conjuntura muito difícil tem sabiamente respondido aos desafios e aos esforços de crescimento e modernização das suas empresas”.

“Orgulhosos no que somos e nas realizações que projetámos, todos estamos conscientes que a encruzilhava é difícil e que o espaço para continuar a afirmação de Mortágua e dos Mortaguenses só pode ser garantido com trabalho, inteligência e determinação de todos” , disse.

E acrescentou. “Somos herdeiros de uma cultura de que nos orgulhamos e de uma história milenar, dias simbólicos como o Dia do Município em que nos sentimos parte de um todo, para além das diversidades e divergências, devem ser aproveitados para fazer apelo ao mais íntimo de cada um de nós, para o compromisso com os outros e para com a sua terra, para a participação de todos no engrandecimento de Mortágua”.

Na sua intervenção na Sessão Solene, o Presidente da Câmara, José Júlio Norte, começou por referir que este era um dia especial, por ser o seu primeiro Dia do Município na qualidade de Presidente da Câmara, mas também pela particularidade de se estar a comemorar ao mesmo tempo os 500 anos da outorga do Foral Manuelino a Mortágua.

O Presidente da Câmara referiu-se ao início das comemorações da atribuição do Foral de D.Manuel I a Mortágua, neste Dia do Município, destacando a sessão solene evocativa contando com duas palestras a cargo de especialistas, uma sobre o Foral Manuelino de Mortágua e outra sobre a obra de restauro do mesmo Foral, a exposição de trabalhos sobre os 500 anos do Foral elaborados pelos alunos do Agrupamento de Escolas, a inauguração da requalificação do Pelourinho de Mortágua, entre outras iniciativas que estão programadas até ao final do ano.

Aproveitando a presença das associações com os seus símbolos, quis deixar uma palavra amiga e de gratidão pelo trabalho desenvolvido pelas associações do concelho e lamentou que pela primeira vez, no Dia do Município, não fossem agraciadas associações do concelho (proposta da Câmara foi chumbada pela Assembleia Municipal). E manifestou em nome do Executivo Municipal o seu sincero apoio e profundo respeito para com o movimento associativo do concelho. Deixou também uma palavra para os emigrantes naturais do concelho, realçando o seu papel preponderante no desenvolvimento do concelho, que com muita dignidade têm levado e dignificado o nome de Mortágua em todo o mundo.

Município agraciou Trabalhadores Municipais e Empresas

Mantendo uma tradição já com vários anos, no Dia do Município foram agraciados com a Medalha de Ouro de Bons Serviços Trabalhadores Municipais que completaram 20 ou mais de serviço ao município e a comunidade, com dedicação, zelo e competência.

Os Trabalhadores agraciados foram: José Joaquim Gonçalves Lobo, Adelino Rodrigues Silva, Paulo António Gomes, Maria Adelaide Ferreira Dias de Almeida e Gilberto Pereira Simões.

“Estes cinco colaboradores são apenas parte de uma excelente equipa de colaboradores que o Município tem ao seu serviço e que são grandes responsáveis pelo salto qualificativo que o concelho deu nos últimos anos. Só com grandes equipas é possível atingir os objetivos e vocês conseguiram! Esta medalha é apenas um pequeno reconhecimento de todo esse trabalho”, afirmou o Presidente da Câmara.

O Município prestou também reconhecimento ao tecido empresarial do concelho, agraciando as empresas Endiprev e Cortagri com a Medalha de Ouro de Mérito Municipal. “é a prova do reconhecimento municipal do esforço e contributo do tecido empresarial do concelho e dos nossos empresários na criação de novos postos de trabalho e potenciação do desenvolvimento local”, disse.

E enalteceu: “É chegado o momento de publicamente prestar homenagem aos empresários e comerciantes de Mortágua que, em anos de grande conturbação económica e financeira, continuaram a apostar na nossa terra, tendo alguns, inclusivamente, feitos grandes investimentos no concelho”.

 

 

  

 No dia em que completou precisamente oito meses de mandato, o Presidente da Câmara enumerou algumas iniciativas e obras já realizadas, destacando o Regulamento de Incentivo à Natalidade e Apoio à Família, a conclusão e inauguração do Parque das Nogueiras, a execução de obras de beneficiação da rede viária e de melhoria da mobilidade das pessoas. Referiu também algumas iniciativas ou projetos em curso, como a realização da Expomortágua –Feira de Floresta, Energia, Ambiente e Turismo, a ter lugar nos próximos dias 6,7 e 8 de junho, o projeto de expansão do Parque Industrial Manuel Lourenço Ferreira, estando em curso as negociações para a aquisição de terrenos e posterior infraestruturação, a revisão do Plano Diretor Municipal, o apoio à dinamização do Comércio Local, a criação da Liga dos Amigos de Mortágua, visando o estreitamento de relações entre todos os naturais e amigos de Mortágua.

Adiantou que o Município vai estar muito atento ao novo Quadro Comunitário para no momento certo lançar os seus projetos e as respetivas candidaturas.

Referiu que Mortágua, sendo um concelho bem posicionado geograficamente face às áreas urbanas de Viseu, Coimbra e Aveiro, “sente-se, no entanto, a necessidade de potenciar e melhorar as nossas acessibilidades”. Nesse sentido congratulou-se pelo facto de se ter conseguido, com o empenho do Município e da CIM da Região de Coimbra, vingar o projeto de requalificação da Linha da Beira Alta, “colocando novamente Mortágua na rota ferroviária para Espanha e para a Europa, e que o IP3 se mantivesse como via estruturante para o interior centro do país”.

Segundo o Presidente da Câmara, “a juventude é essencial para alavancar o futuro e principal força impulsionadora do dinamismo do concelho. Mas para isso não basta querer, é preciso fazer. É preciso a qualificação da nossa mão de obra, ajustar as nossas valências às nossas necessidades e potenciar e melhorar as infraestruturas já existentes, por forma dar reposta às necessidades futuras”.

Não faltou uma referência à situação económica e social do pais e às dificuldades que vivem muitas famílias, referindo que o Município continua a dedicar uma grande preocupação à ação social, “procurando dar reposta aos que mais de nós precisam”.

“Fruto do trabalho de parceria efetuado pelo Município e as IPSS, conseguimos que no nosso concelho esses efeitos sejam amortecidos pela nossa intervenção imediata, ensinando a pescar, mas por vezes somos também obrigados a dar o peixe, uma vez que a cana é curta”, afirmou.

À margem da atividade municipal, o Presidente da Câmara falou do clima de descrédito e ceticismo que paira na sociedade portuguesa face aos partidos políticos, ao sistema democrático vigente e ao próprio projeto europeu, bem visíveis nos resultados das recentes eleições europeias. “Vivemos o período de maior descrença na democracia”, afirmou.

Segundo o Presidente da Câmara, urge uma reflexão profunda e ponderada: “este ceticismo face aos intervenientes políticos tem que ser objeto de uma tomada de consciência dos erros e falhas cometidos ao longo de 40 anos de democracia, teimando-se em esconder o sol atrás da peneira. Cabe aos políticos, proceder a uma consciencialização e proceder em conformidade, lutando pela dignificação do movimento político-partidário e impedindo o descrédito total da democracia”.

Sendo um dia de reflexão, o Presidente da Câmara referiu que o Dia do Município é também o momento de reafirmar a nossa decisão de manter as mangas arregaçadas na luta por um FUTURO… um futuro melhor, um futuro sustentável… um futuro coletivo”.

Presidente da Câmara apelou à união e cooperação institucional

No dia do Município, o Presidente da Câmara relembrou que a todos os eleitos cabe a representação e prossecução dos interesses da comunidade que nos elegeu , “não só de uma parte dela, mas de todos”.

Fez um apelo aos Órgãos Autárquicos para que no sentido da prossecução do interesse público, “ponham de lado meras quezílias partidárias, passando a dar ênfase a uma verdadeira política de valores e ideais, contribuindo para a dignificação dos lugares que ocupamos, esforçando para não aumentar a clivagem entre povo e político”.

Sendo que cabe à Câmara Municipal aceitar as decisões da Assembleia Municipal, lembrou também que cabe aos eleitos da Assembleia Municipal representar quem os elegeu, e que o programa municipal votado como o mais adequado para a prossecução do interesse público foi o do atual Executivo.

“E necessário respeitar a vontade do povo que nos elegeu e lutar sempre pelo povo do nosso concelho, unindo todas as nossa forças, em estreita cooperação institucional, para a prossecução superior do interesse público do nosso concelho”, disse.

“Sendo um dia de reflexão, o Presidente da Câmara referiu que o Dia do Município é também o momento para reafirmar o empenho de manter as mangas arregaçadas na luta por um futuro… um futuro melhor, um futuro sustentável… um futuro coletivo”, concluiu.


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Mortágua foi palco do espetáculo comunitário “O Caldo – Contar de Ouvido”2021-10-06
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade