Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Inaugurada primeira Unidade de Turismo Rural do concelho

2014-04-01
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

Casa de Santo António no Freixo

 

O concelho de Mortágua já possui uma Unidade de Turismo Rural. A Casa de Santo António, como se denomina, foi inaugurada no passado dia 28, estando localizada na aldeia do Freixo.

Tratou-se de um investimento privado, cofinanciado por fundos comunitários, através do Programa Leader Adices.

O Presidente da Câmara, José Júlio Norte, o Presidente da Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado, e a Diretora Executiva da Adices, Regina Lopes, tiveram a honra de abrir oficialmente as portas da nova unidade turística, que vem colmatar uma lacuna a nível concelhio nesta área e ao mesmo tempo alargar a oferta turística disponível, visando um turista que procura sobretudo descanso, contacto com a natureza e o campo, num ambiente acolhedor, familiar e confortável, como se sentisse na sua própria casa.

A cerimónia de inauguração contou com a presença de várias entidades locais, nomeadamente Presidente da Câmara, Presidente da Assembleia Municipal, Vereadores, Presidente da União de Freguesias, além de dezenas de convidados, entre os quais se encontravam empresas e trabalhadores que participaram nas obras de construção.

 A Casa de Santo António é um projeto de cariz familiar, que juntou as vontades de pai e filho, os sócios da empresa “Freixo Sagrado”, que comercializa a marca “Casa de Santo António”. O projeto resultou da recuperação de uma antiga casa datada de 1875. A Unidade de Turismo Rural é constituída por três casas: a casa mãe, para uso particular dos proprietários; e mais três casas que servem para finalidades turísticas.

A Casa do Telheiro e a Casa da Eira, ambas destinadas ao alojamento dos hóspedes (e não clientes, como fazem questão de salientar os promotores) e a Casa da Cisterna, onde funciona a sala de jogos (com bilhar, matraquilhos, ping-pong, jogos de mesa). A Casa do Telheiro está edificada onde antigamente eram os arrumos das alfaias agrícolas, tendo sido aproveitados os muros da casa original.

A Casa da Eira aproveitou o local onde outrora estava situada a eira da habitação. É a casa maior para receber os hóspedes, situada no ponto mais alto do terreno, com varandim panorâmico para a piscina e paisagem envolvente. A capacidade total de alojamento é de seis pessoas, podendo ser aumentada até oito. As duas habitações de alojamento turístico estão equipadas com kitchnete, podendo assim os hóspedes confecionar as suas próprias refeições, se assim desejarem.

A Casa da Cisterna foi erigida no local onde originariamente estava situada a adega, possuindo uma cisterna por baixo, que faz o aproveitamento das águas pluviais para rega, daí o seu nome.

A piscina, os espaços verdes, a horta e zona agrícola envolvente, completam a paisagem.

Além do alojamento e espaços de lazer, a Casa de Santo António disponibiliza gratuitamente bicicletas, para que os hóspedes possam descobrir a aldeia e a zona da albufeira da Aguieira.

A Casa de Santo António pode também ser alugada para a realização de pequenos eventos.

João Ramos, sócio da empresa Freixo Sagrado referiu que este projeto foi a “realização de um sonho antigo, que hoje materializou-se”. João Ramos prestou homenagem sentida à sua mãe, “desde a primeira hora uma das grandes mentoras e impulsionadoras do projeto”, que assistiu à conclusão da obra mas infelizmente não viveu o tempo suficiente para viver este momento.

Dirigiu agradecimentos ao Município, “que foi sempre um parceiro neste projeto”, e à Adices pelo apoio que permitiu viabilizar economicamente o investimento. “A nossa vontade era firme e o objetivo final foi alcançado. Acreditamos que é um projeto estrututurante para a oferta turística do concelho e da região Centro”, afirmou.

A escolha da aldeia do Freixo para implantar o projeto, contou, teve a ver com os laços familiares a esta terra: “Há uma grande ligação da nossa família à aldeia ao Freixo. O avô do meu pai era daqui e o meu pai desde pequeno que se habituou a cá passar férias. Há aqui também uma ligação sentimental que foi transmitida de geração em geração ”.

João Ramos referiu que conciliar o moderno e o rústico foi uma das grandes preocupações na elaboração do projeto: “Procurámos fazer a conjugação de uma arquitetura moderna, confortável, com a valorização do património histórico e cultural que estas paredes respiram”.

O Presidente da Câmara, José Júlio Norte, disse estar admirado com a transformação realizada no local e destacou a força, entusiasmo e coragem dos promotores, sem os quais seria mais difícil a concretização deste projeto. Sobre a importância do projeto para o concelho, salientou: “Este projeto representa um pontapé de saída numa área onde até agora o concelho não tinha qualquer oferta, dando o incentivo para outras recuperações”.

O Presidente da Câmara mostrou-se grato ao Dr. João Ramos “não só pelo que está a fizer aqui no Freixo, mas também pelo que já está já a fazer por Mortágua”, apontando como exemplo os projetos que tem vindo a desenvolver nas Quedas de Água das Paredes, dando a conhecer todo o potencial deste recanto natural em termos de desporto e lazer. “Podemos criar aqui um caminho comum, uma sinergia, na área do turismo”, disse, a propósito.

“Podem contar com o apoio do Município, para este projeto e para outros que venham a desenvolver”, disse a finalizar, fazendo votos dos maiores sucessos.

O Presidente do Turismo do Centro, Pedro Machado, realçou a importância do investimento por três ordens de razões. Em primeiro lugar porque “é um investimento que vem dinamizar a economia local”, criando riqueza, oportunidades para os produtores e outras micro-empresas do concelho; em segundo lugar porque “permite enraizar uma oferta de alojamento e ainda reabilitar património”.

Por fim, insere-se numa oferta que é cada vez mais diferenciadora. “Não são as grandes cadeias internacionais que acrescentam valor do ponto de vista da diferenciação da oferta turística”, afirmou.

E recorreu a palavras do Secretário Geral da Organização Mundial do Turismo, segundo o qual, os países, as regiões têm de apostar no turismo ligado à identidade local, às raízes, à cultura, ao património, “no fundo, a tudo aquilo que faz a cadeia de valor do turismo”.

E felicitou os promotores e todas as entidades que ajudaram a concretizar o projeto.

A Diretora Executiva da Adices, Regina Lopes, afirmou que quem aposta no meio rural, num contexto de crise nacional e internacional como o que vivemos, “é um verdadeiro herói”, pelo que felicitou os promotores.

Segundo Regina Lopes, o turismo no espaço rural vai-se afirmando de uma forma cada vez mais forte no desenvolvimento rural e em particular no território dos 4 concelhos da região de intervenção da Adices. E deu números que traduzem esse crescimento: “Com os apoios que tivemos neste Quadro Comunitário de Apoio criámos cerca de 100 camas neste tipo de alojamento”.

Números interessantes, disse, “o que permite de alguma forma ir alavancando este setor e atingir uma escala que nos permite organizá-lo e dar outros passos em frente”.

No final Regina Lopes, salientou que estes investimentos não devem fechar-se sobre si mesmos, mas “articularem-se com outras iniciativas, outras dinâmicas do território”.

No final foi proporcionada uma visita livre pelas várias casas e espaço envolvente e servido um buffet a todos os convidados.

Nome: Casa de Santo António

Onde fica: Aldeia do Freixo, a cerca de 5 km do centro da Vila de Mortágua e a 3 km do IP3.

Contactos: Tlf: 231920445 ou 964 016 797; email: geral@casadesantoantonio.com; site: www.casadesantoantonio.com.


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Mundiais de Pista. Ciclista Iúri Leitão sagrou-se Vice-Campeão do Mundo na prova de eliminação.2021-10-25
Primeira reunião do Executivo Camarário2021-10-22
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade