Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Temporal provocou elevados estragos no concelho

2013-01-23
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

O temporal que assolou o país na madrugada do dia 20 (sábado) causou elevados estragos no concelho. A chuva e o vento forte provocaram a queda de centenas de árvores, algumas delas de grande porte, deslizamento de barreiras e pedras, derrube de postes de telefone e eletricidade, bem como de placas de sinalização, contentores do lixo e ecopontos. Algumas vias municipais e arruamentos sofreram danos causados pela queda de árvores e desabamentos de terras.

O mau tempo afetou ainda o fornecimento de energia elétrica e o abastecimento de água. Durante todo o dia de sábado e parte de domingo, a maior parte do concelho esteve sem eletricidade, e nalgumas povoações o restabelecimento da energia só aconteceu a meio da tarde de segunda-feira. As comunicações telefónicas, móveis e de Internet foram também afetadas. A Linha da Beira Alta, entre Mortágua e Pampilhosa, e a EN234, estiveram cortadas durante algum tempo, no dia de sábado, devido à queda de árvores.

O Parque Verde de Vale de Açores foi um dos locais onde se registou a queda de várias árvores. As que não caíram mas ficaram em situação de risco, foram entretanto abatidas pelos serviços municipais, por uma questão de precaução. Alguns equipamentos municipais sofreram danos nas coberturas.

Os prejuízos estendem-se também a particulares e empresas, havendo registo de estufas, aviários e pavilhões danificados, culturas e plantações destruídas. Algumas habitações sofreram danos, sobretudo a nível dos telhados.

Durante a noite de sexta-feira e todo o fim de semana, várias equipas municipais estiveram a trabalhar no terreno, coordenadas pelo Gabinete Técnico Florestal do Município, sobretudo a cortar e a retirar árvores que estavam a obstruir ou a colocar em risco a via pública, estradas e linhas de transporte de energia. O mesmo aconteceu com os Bombeiros, que não tiveram mãos a medir face a tantas solicitações.

Face à dimensão do fenómeno, com ventos acima dos 100Km/hora, e ao número extraordinário de ocorrências, por todo o concelho, o Presidente da Câmara destaca a prontidão, eficácia e coordenação dos meios no terreno, envolvendo o Município, os Bombeiros, a GNR, as Juntas de Freguesia e a própria EDP, no sentido de uma rápida normalização das situações. “Toda a gente respondeu à chamada, apesar de ser fim de semana, houve uma grande disponibilidade e cooperação, todos foram incansáveis em esforço. Só assim foi possível responder com prontidão a tantas ocorrências e minimizar, apesar de tudo, os efeitos deste violento temporal”.
E destaca: “Algumas pessoas estiveram no terreno mais de 24 horas seguidas, sem descanso. É de enaltecer este espírito de sacrifício e de missão”.
O Presidente da Câmara destaca ainda a ação das populações, que apoiaram em muitas situações de emergência, lembrando que elas fazem também parte da proteção civil.

A falta prolongada de energia elétrica deixou as pessoas em sobressalto, devido ao não funcionamento dos sistemas de refrigeração necessários à conservação de alguns produtos básicos.
“Compreendemos que são muitas ocorrências e que a EDP não possa dar resposta a tudo ao mesmo tempo. Houve um grande esforço conjunto no sentido de restabelecer a energia o mais rápido possível, mas só no concelho de Mortágua caíram dezenas de linhas, de Alta, Média e Baixa Tensão. Mas também compreendemos que é complicado para as populações estar vários dias seguidos sem energia, além dos prejuízos que daí podem advir”, refere o Presidente da Câmara.

Os prejuízos do temporal são elevados e extensivos a todo o concelho. Para além dos prejuízos económicos, há muito trabalho para fazer nos próximos dias, na remoção de árvores, limpeza e desobstrução de vias, bermas, aquedutos e linhas de água.

Entretanto o Presidente da Câmara deixa um apelo aos proprietários, para que procedam ao corte das árvores que estão em risco de cair para a via pública ou sobre habitações, conforme aliás determina a lei.




Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Presidente da Câmara eleito traçou objetivos do programa de governação para os próximos 4 anos: “Fazer mais pelas Pessoas” e construir uma “Melhor Mortágua”.2021-10-19
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Mortágua foi palco do espetáculo comunitário “O Caldo – Contar de Ouvido”2021-10-06
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade